Ir para conteúdo

Ir para menu secundário

Ir para conteúdo

Testemunhas de Jeová

Língua Gestual Portuguesa

Como Ter uma Vida Satisfatória

 Parte 6

Por Que Jeová Nos Criou?

Por Que Jeová Nos Criou?

O Rei Salomão examinou a questão do significado da vida

O QUE significará para você conhecer a Jeová? Entre outras coisas, encontrar a resposta a uma pergunta que intriga bilhões de pessoas: ‘Por que estou aqui?’ Talvez se pergunte isso de vez em quando. Um rei sábio, que era mais rico “do que todos os outros reis” de sua época, examinou essa questão do significado da vida. (2 Crônicas 9:22; Eclesiastes 2:1-13) Esse rei, Salomão, dispunha de grande poder, abundantes riquezas e incomparável sabedoria. Qual foi o resultado de sua pesquisa? “A conclusão do assunto, tudo tendo sido ouvido, é: Teme o verdadeiro Deus e guarda os seus mandamentos. Pois esta é toda a obrigação do homem.” (Eclesiastes 12:13) Visto que Salomão tinha muito mais experiência do que a maioria das pessoas, vale a pena pelo menos analisarmos a conclusão a que chegou. — Eclesiastes 2:12.

2 O temor de Deus, mencionado por Salomão, não é o medo mórbido de uma força espiritual desconhecida, mas trata-se do temor salutar de desagradar alguém a quem ama muito. Se você ama alguém profundamente, por certo quer fazer tudo para agradar tal pessoa e evitar fazer algo que possa ofendê-la. À medida que passar a amar a Jeová, você se sentirá assim em relação a ele.

3 Por ler a Bíblia, você pode aprender sobre as coisas de que nosso Criador gosta e as de que ele não gosta, e também sobre seu propósito ao criar a Terra. A Bíblia descreve a Jeová como “o Formador da terra e Aquele que a fez”, e também como “Aquele que a estabeleceu firmemente, que não a criou simplesmente para nada, que a formou mesmo para ser habitada”. (Isaías 45:18) Jeová preparou a Terra para ser habitada por humanos, cuja função seria cuidar dela e de todas as criaturas que nela vivessem. (Gênesis 1:28) Mas será que Jeová criou os humanos com o objetivo único de serem “zeladores”?

Adão e Eva tinham um relacionamento significativo com Deus

4 Não, havia um objetivo mais nobre. O primeiro homem, Adão, tinha um relacionamento significativo com Jeová. Ele podia comunicar-se diretamente com o Criador. Além de ouvir o que Deus tinha a lhe dizer, Adão podia expressar seus pensamentos a Jeová. (Gênesis 1:28-30; 3:8-13, 16-19; Atos 17:26-28) Assim, Adão e sua esposa, Eva, tinham a grande oportunidade de conhecer melhor a Jeová e desenvolver um relacionamento mais profundo com ele. O fato de conhecerem a Jeová e imitá-lo teria feito com que a vida deles fosse satisfatória, porque ele é o “Deus feliz”. (1 Timóteo 1:11) Por ser o Deus que “fornece ricamente todas as coisas para o nosso usufruto”, Jeová instalou o primeiro homem num paraíso chamado jardim do Éden, com a perspectiva de viver para sempre. — 1 Timóteo 6:17; Gênesis 2:8, 9, 16, 17.

O que indicam as descobertas recentes sobre a célula humana?

5 Para sempre? Talvez descarte a ideia de vida eterna como absurda, mas é mesmo? Os cientistas acreditam ter descoberto a causa do envelhecimento das células. O telômero, diminuta matéria genética situada nas extremidades dos cromossomos, se encurta cada vez que uma célula se divide. Depois de 50 a 100 divisões celulares, os telômeros se gastam e a maioria das células para de se dividir. Contudo, descobertas científicas recentes indicam que, com a ajuda de uma enzima chamada telomerase, as células humanas podem continuar a se dividir indefinidamente. Embora essa descoberta não signifique que Jeová use essa enzima para tornar a vida eterna possível, ela certamente indica algo: a ideia de vida eterna não é absurda.

6 De fato, podemos acreditar no relato bíblico que mostra que o primeiro casal humano foi criado para viver para sempre. Os humanos teriam um relacionamento cada vez mais achegado com Jeová. Deveriam desenvolver um forte vínculo com seu Pai celestial, estar plenamente cientes do propósito dele para os humanos na Terra e cumpri-lo. Sua vida não seria enfadonha. Adão e Eva tinham a perspectiva maravilhosa de povoar a Terra com descendentes felizes e perfeitos. Teriam trabalho gratificante e significativo para sempre. Sua vida teria sido realmente satisfatória! — Gênesis 1:28.