Ir para conteúdo

Ir para menu secundário

Ir para conteúdo

Testemunhas de Jeová

Língua Gestual Portuguesa

A Bíblia — Qual É a Sua Mensagem?

SECÇÃO 3

A humanidade sobrevive ao Dilúvio

A humanidade sobrevive ao Dilúvio

Deus destrói um mundo perverso, mas preserva a Noé e sua família

À MEDIDA que a humanidade se multiplicava, o pecado e a perversidade se espalhavam rapidamente sobre a Terra. Um solitário profeta, chamado Enoque, avisou que um dia Deus destruiria os ímpios. Ainda assim, o mal prevaleceu e até mesmo piorou. Alguns anjos se rebelaram contra Jeová por deixarem seus lugares designados no céu, assumirem forma humana na Terra e gananciosamente tomarem mulheres como esposas. Essas uniões desnaturais produziram uma descendência híbrida — gigantes ameaçadores chamados nefilins, que aumentaram a violência e o derramamento de sangue no mundo. Deus ficou muito magoado ao ver sua criação terrestre sendo arruinada.

Após a morte de Enoque, um homem se destacou naquele mundo perverso. Seu nome era Noé. Ele e sua família faziam o que era certo aos olhos de Deus. Quando Deus decidiu destruir as pessoas más daquele mundo, quis proteger Noé e a criação animal da Terra. Assim, Deus disse a ele que construísse uma arca — uma enorme embarcação retangular. Nela, Noé e sua família seriam salvos, com numerosas espécies animais, de um dilúvio global. Noé obedeceu a Deus. Durante as décadas que passou construindo a arca, Noé foi também um “pregador da justiça”. (2 Pedro 2:5) Ele avisou as pessoas a respeito do Dilúvio que se aproximava, mas elas o ignoraram. Chegou o tempo para Noé e sua família entrarem na arca com os animais. Deus fechou a porta. A chuva começou.

Caiu um temporal por 40 dias e 40 noites, inundando a Terra inteira. Os perversos morreram. Meses depois, com o recuo das águas, a arca acabou parando numa montanha. Quando os passageiros da arca puderam sair em segurança, já haviam passado um ano dentro dela. Como agradecimento, Noé apresentou uma oferta a Jeová. Este, por sua vez, lhe assegurou que nunca mais traria um dilúvio para eliminar toda a vida na superfície da Terra. Jeová proveu o arco-íris como garantia visível, um lembrete dessa promessa consoladora.

Depois do Dilúvio, Deus também deu à humanidade alguns mandamentos novos. Deu-lhes permissão para comer a carne de animais, mas proibiu-os de comer sangue. Ele também ordenou aos descendentes de Noé que se espalhassem pela Terra, mas alguns deles desobedeceram a essa ordem. As pessoas se uniram sob um líder chamado Ninrode e começaram a construir uma grande torre na cidade de Babel, mais tarde chamada Babilônia. Seu objetivo era desafiar a ordem de Deus de espalhar-se pela Terra. Mas Deus frustrou os planos desses rebeldes por confundir a língua que falavam e fazer com que falassem em várias línguas. Incapazes de se comunicar, eles abandonaram o projeto e se dispersaram.

— Baseado em Gênesis, capítulos 6 a 11; Judas 14, 15.