Ir para conteúdo

Ir para menu secundário

Ir para conteúdo

Testemunhas de Jeová

Língua Gestual Portuguesa

A Bíblia — Qual É a Sua Mensagem?

SECÇÃO 24

Paulo escreve às congregações

Paulo escreve às congregações

As cartas de Paulo fortalecem a organização cristã

A RECÉM-ESTABELECIDA congregação cristã teria um papel importante no cumprimento do propósito de Jeová. Mas os cristãos do primeiro século logo sofreram ataques. Será que manteriam a integridade a Deus diante da perseguição dos de fora e de outros perigos mais sutis vindos de dentro da congregação? As Escrituras Gregas Cristãs contêm 21 cartas que forneceram os necessários conselhos e encorajamento.

Catorze dessas cartas — de Romanos a Hebreus — foram escritas pelo apóstolo Paulo. Elas levam o mesmo nome dos destinatários — sejam eles indivíduos ou membros de determinada congregação. Considere alguns dos assuntos tratados nas cartas de Paulo.

Advertências sobre moral e conduta. Os que praticam fornicação, adultério e outros pecados graves “não herdarão o reino de Deus”. (Gálatas 5:19-21; 1 Coríntios 6:9-11) Os adoradores de Deus precisam estar unidos, independentemente de sua nacionalidade. (Romanos 2:11; Efésios 4:1-6) Eles devem com alegria dar de si mesmos para ajudar seus irmãos em necessidade. (2 Coríntios 9:7) “Orai incessantemente”, Paulo diz. De fato, os adoradores são encorajados a derramar seu coração a Jeová em oração. (1 Tessalonicenses 5:17; 2 Tessalonicenses 3:1; Filipenses 4:6, 7) Para que sejam ouvidas por Deus, as orações devem ser feitas com fé. — Hebreus 11:6.

O que ajudará as famílias a prosperar? O marido deve amar a esposa como a seu próprio corpo. A esposa deve ter profundo respeito pelo marido. Os filhos devem obedecer aos pais, pois isso agrada a Deus. Os pais precisam orientar e treinar os filhos de modo amoroso, baseando-se nos princípios divinos. — Efésios 5:22–6:4; Colossenses 3:18-21.

O propósito de Deus é esclarecido. Muitos aspectos da Lei mosaica serviam para proteger e guiar os israelitas até a chegada de Cristo. (Gálatas 3:24) Os cristãos, no entanto, não precisam observar essa Lei para adorar a Deus. Ao escrever aos hebreus — cristãos de formação judaica — Paulo esclareceu muitas coisas sobre o significado da Lei e como o propósito de Deus se cumpre em Cristo. Explicou que vários aspectos da Lei tinham valor profético. Por exemplo, o sacrifício de animais prefigurou a morte sacrificial de Jesus, que possibilitaria o verdadeiro perdão de pecados. (Hebreus 10:1-4) Por meio da morte de Jesus, Deus cancelou o pacto da Lei, pois não era mais necessário. — Colossenses 2:13-17; Hebreus 8:13.

Instruções sobre correta organização congregacional. Homens dispostos a cuidar de deveres na congregação têm de ter elevados padrões morais e preencher qualificações espirituais. (1 Timóteo 3:1-10, 12, 13; Tito 1:5-9) Os adoradores de Jeová Deus devem reunir-se regularmente com seus companheiros de adoração para encorajamento mútuo. (Hebreus 10:24, 25) As reuniões para adoração devem ser edificantes e instrutivas. — 1 Coríntios 14:26, 31.

Quando escreveu a segunda de suas duas cartas a Timóteo, o apóstolo Paulo estava de novo em Roma, preso e aguardando julgamento. Somente uns poucos corajosos arriscavam-se a visitá-lo. Paulo sabia que tinha pouco tempo. “Tenho travado a luta excelente”, disse ele. “Tenho corrido até o fim da carreira, tenho observado a fé.” (2 Timóteo 4:7) Provavelmente Paulo sofreu martírio logo depois disso. Mas as cartas desse apóstolo orientam os adoradores verdadeiros até os dias de hoje.

— Baseado em Romanos; 1 Coríntios; 2 Coríntios; Gálatas; Efésios; Filipenses; Colossenses; 1 Tessalonicenses; 2 Tessalonicenses; 1 Timóteo; 2 Timóteo; Tito; Filêmon; Hebreus.