2 Coríntios 10:1-18

  • Paulo defende o seu ministério (1-18)

    • As nossas armas não são carnais (4, 5)

10  Eu, Paulo, suplico-vos pela brandura e bondade do Cristo,+ eu que sou humilde quando estou pessoalmente entre vocês,+ mas ousado convosco quando estou ausente.+  Rogo que, quando estiver presente, não tenha de ser ousado e tomar medidas fortes, como penso que tomarei, contra alguns que nos encaram como se andássemos de acordo com a carne.  Pois, embora vivamos na carne, não travamos um combate de acordo com o que somos na carne.  Porque as armas do nosso combate não são carnais,+ mas poderosas em Deus+ para demolir fortalezas.*  Pois estamos a demolir raciocínios e toda a barreira* que se ergue contra o conhecimento de Deus,+ e estamos a levar todo o pensamento para o cativeiro, para o fazer obediente ao Cristo;  e estamos preparados para punir toda a desobediência,+ assim que a vossa obediência esteja completa.  Vocês julgam as coisas pela aparência. Se alguém estiver convencido de que pertence a Cristo, que reflita novamente no seguinte facto: assim como ele pertence a Cristo, nós também pertencemos.  Pois, mesmo que me orgulhasse um pouco demais da autoridade que o Senhor nos deu para vos edificar, e não para vos derrubar,+ não me envergonharia.  Mas não quero dar a impressão de que estou a tentar amedrontar-vos com as minhas cartas. 10  Pois eles dizem: “As cartas dele têm peso e força, mas a sua presença é fraca, e a sua palavra, desprezível.” 11  Que tal homem saiba que aquilo que dizemos* por cartas, quando estamos ausentes, é o que faremos* quando estivermos presentes.+ 12  Pois não nos atrevemos a igualar-nos ou a comparar-nos com alguns que se recomendam a si mesmos.+ Mas, quando eles se avaliam pelos seus próprios critérios e se comparam consigo mesmos, mostram que não têm entendimento.+ 13  No entanto, nós não nos orgulharemos de algo feito fora dos nossos limites designados, mas somente do que fazemos dentro dos limites do território que Deus nos demarcou,* o qual vos inclui.+ 14  Realmente, não estamos a ir além dos nossos limites, como se o nosso território não vos incluísse, pois fomos os primeiros a chegar até vocês com as boas novas acerca do Cristo.+ 15  Não, não nos orgulhamos fora dos nossos limites designados, isto é, do trabalho árduo de outros, mas esperamos que, à medida que a vossa fé continuar a crescer, o trabalho que realizámos continue a crescer, dentro do nosso território. Então aumentaremos ainda mais, 16  para que declaremos as boas novas às regiões que ficam além da vossa, para não nos orgulharmos de algo já feito em território de outro. 17  “Mas quem se orgulhar, orgulhe-se em Jeová.”*+ 18  Pois quem é aprovado não é aquele que se recomenda a si mesmo,+ mas sim aquele a quem Jeová* recomenda.+

Notas de Rodapé

Ou: “coisas fortemente entrincheiradas”.
Ou: “altivez”.
Lit.: “o que somos em palavra”.
Lit.: “também seremos em ação”.
Ou: “repartiu por medida”.
Veja o Ap. A5.
Veja o Ap. A5.