Ir para conteúdo

Ir para índice

 ESTUDO 43

Dê a Jeová devoção exclusiva

Dê a Jeová devoção exclusiva

“Jeová é um Deus que exige devoção exclusiva.” — NAUM 1:2.

CÂNTICO 51 Dedicámos a Nossa Vida a Jeová

O QUE VAMOS VER *

1. Porque é que Jeová merece a nossa devoção exclusiva?

JEOVÁ é o Criador e aquele que nos deu a vida. Por isso, ele merece a nossa devoção exclusiva. (Apo. 4:11) Mas existe um perigo. Apesar de amarmos e respeitarmos a Jeová, podemos deixar que outras coisas roubem a devoção que lhe devemos dar somente a ele. É importante entender como isso pode acontecer. No entanto, primeiro, vamos ver o que significa dar a Jeová devoção exclusiva.

2. De acordo com Êxodo 34:14, o que quer dizer dar devoção exclusiva a Jeová?

2 Na Bíblia, estar devotado a Jeová transmite a ideia de ter um grande amor por ele. Dar devoção exclusiva significa adorar apenas a ele. Não deixaremos que nada nem ninguém roube o lugar dele no nosso coração. — Leia Êxodo 34:14.

3. Porque é que a nossa devoção a Jeová não é cega?

3 A nossa devoção a Jeová não é cega. Porque não? Porque se baseia em factos, nas coisas que aprendemos sobre ele. Nós conhecemos e admiramos as belas qualidades de Jeová. Nós sabemos as coisas de que ele gosta e de que ele não gosta, e concordamos com ele. Entendemos e apoiamos o objetivo dele para os humanos. Para nós, é uma honra ter a oportunidade de ser amigo de Deus. (Sal. 25:14) Cada detalhe que aprendemos sobre o nosso Criador achega-nos ainda mais a ele. — Tia. 4:8.

4. (a) O que é que o Diabo usa para enfraquecer a nossa devoção a Jeová? (b) O que vamos considerar neste estudo?

 4 O Diabo controla este sistema de coisas. Ele usa o seu mundo para explorar os nossos desejos normais e as nossas fraquezas. (Efé. 2:1-3; 1 João 5:19) O que ele mais quer é dividir o nosso coração. Se o nosso coração estiver dividido, não daremos a Jeová devoção exclusiva. Neste estudo, vamos considerar dois modos que Satanás usa para conseguir isso. Primeiro, por nos incentivar a buscar riquezas. Segundo, por nos induzir a escolher mal o nosso entretenimento.

CUIDADO COM O AMOR AO DINHEIRO

5. Porque temos de ter cuidado com o amor ao dinheiro?

5 É normal querer ter o suficiente para comer, boa roupa para vestir e um lugar decente para morar. No entanto, precisamos de ter cuidado para não começar a amar o dinheiro. Muitos que fazem parte do mundo de Satanás amam o dinheiro e as coisas que o dinheiro pode comprar. (2 Tim. 3:2) Jesus sabia que os seus seguidores poderiam ser tentados a desenvolver esse amor. Por isso, ele disse: “Ninguém pode ser escravo de dois senhores; pois, ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vocês não podem ser escravos de Deus e das Riquezas.” (Mat. 6:24) A pessoa que adora a Jeová e que também gasta muito tempo e energia a tentar ganhar riquezas neste mundo está, de certo modo, a tentar servir dois senhores. Ela não dá a Jeová devoção exclusiva.

O que os irmãos de Laodiceia achavam que eram... e o que Jeová e Jesus achavam deles (Veja o parágrafo 6.)

6. O que aprendemos das palavras de Jesus à congregação em Laodiceia?

6 No fim do primeiro século, havia uma congregação na cidade de Laodiceia. Os seus membros diziam com orgulho: “Sou rico, adquiri riquezas e não preciso de  nada.” No entanto, do ponto de vista de Jeová e de Jesus, eles eram ‘miseráveis, coitados, pobres, cegos e nus’. Jesus aconselhou-os, não só por serem ricos, mas por amarem as riquezas. Esse amor estava a prejudicar a amizade deles com Jeová. (Apo. 3:14-17) E se percebermos que o nosso coração está a desenvolver amor pelo dinheiro? Precisamos de agir rapidamente para corrigir isso. (1 Tim. 6:7, 8) Caso contrário, o nosso coração vai ficar dividido, e Jeová não aceitará a nossa adoração. Ele “exige devoção exclusiva”. (Deut. 4:24) Mas como é que o dinheiro se poderia tornar demasiado importante na nossa vida?

7-9. O que aprendeu da experiência de um ancião chamado David?

7 Veja o exemplo de David, um ancião que mora nos Estados Unidos. Ele diz que costumava ser um funcionário muito trabalhador. Foi promovido dentro da empresa em que trabalhava e até foi reconhecido como um dos melhores profissionais do país. David diz: “Naquela época, eu achava que essas recompensas eram uma prova de que Jeová me estava a abençoar.” Mas será que era mesmo isso?

8 David apercebeu-se de alguns sinais de que o seu trabalho estava a afetar a sua amizade com Jeová. Ele diz: “Quando eu estava nas reuniões e até na pregação, estava sempre a pensar nos problemas do trabalho. Eu ganhava muito dinheiro, mas estava a ficar cada vez mais stressado, e comecei a ter problemas no casamento.”

9 David viu que precisava de reorganizar as suas prioridades. Ele diz: “Eu decidi que estava na hora de corrigir a minha situação.”  David queria fazer algumas mudanças no seu horário de trabalho e conversou sobre isso com o seu chefe. Qual foi o resultado? David perdeu o emprego! O que é que David fez? Ele conta: “Logo no dia seguinte, preenchi a petição de pioneiro auxiliar por tempo indeterminado.” Passado algum tempo, David tornou-se pioneiro regular e, mais tarde, a sua esposa também. Para se sustentar, o casal começou a fazer serviços de limpeza. Esse é um trabalho a que muitas pessoas não dão valor. Mas, para David e a sua esposa, o mais importante não é o tipo de trabalho que fazem, mas, sim, dar prioridade ao serviço de Jeová. Além disso, eles passaram a ganhar apenas 10% do que ganhavam antes. Mesmo assim, todos os meses, têm o necessário para cobrir as suas despesas. Eles têm visto de perto como Jeová cuida daqueles que buscam primeiro o Reino. — Mat. 6: 31-33.

10. Como podemos proteger o nosso coração?

10 Não importa se somos ricos ou pobres, todos nós precisamos de proteger o nosso coração. Como? Não permita que o amor ao dinheiro cresça dentro de si. E não deixe que o seu emprego se torne mais importante na sua vida do que o serviço a Jeová. Como pode saber se isso lhe está a acontecer? Pergunte-se: ‘Será que, quando estou nas reuniões ou na pregação, passo o tempo a pensar no meu trabalho? Preocupo-me demais em juntar dinheiro para o futuro? Estou a deixar o dinheiro ou os bens materiais causar problemas no meu casamento? Aceitaria trabalhar em áreas a que outros não dão valor para ter mais tempo no serviço de Jeová?’ (1 Tim. 6:9-12) Ao fazer essas perguntas, lembre-se de que Jeová nos ama muito. Ele faz a seguinte promessa àqueles que o adoram somente a ele: “Nunca te deixarei e nunca te abandonarei.” Foi por isso que o apóstolo Paulo escreveu: “Que o vosso modo de vida esteja livre do amor ao dinheiro.” — Heb. 13:5, 6.

ESCOLHA COM CUIDADO O SEU ENTRETENIMENTO

11. O que é que o entretenimento pode fazer a uma pessoa?

11 Jeová quer que aproveitemos a vida. Algo que pode ajudar-nos nisso é o entretenimento. A própria Bíblia diz que “não há nada melhor para o homem do que comer, beber e desfrutar do seu trabalho árduo”.  (Ecl. 2:24) No entanto, muito do entretenimento que o mundo oferece pode ter um efeito negativo em nós, porque rebaixa os padrões morais das pessoas e incentiva-as a tolerar – ou até mesmo a amar – coisas que a Palavra de Deus condena.

Quem está a preparar o seu entretenimento? (Veja os parágrafos 11 a 14.) *

12. De acordo com 1 Coríntios 10:21, 22, porque devemos escolher com cuidado o nosso entretenimento?

12 Nós queremos dar a Jeová devoção exclusiva. Por isso, não podemos comer da “mesa de Jeová” e da “mesa de demónios”. (Leia 1 Coríntios 10:21, 22.) Comer com alguém geralmente é sinal de amizade. Se nós escolhermos entretenimento que promove violência, ocultismo, imoralidade ou outros desejos e comportamentos carnais, estaremos na verdade a participar de uma refeição preparada pelos inimigos de Deus. Isso não apenas vai fazer-nos mal, como também vai prejudicar a nossa amizade com Jeová.

13-14. De acordo com Tiago 1:14, 15, porque precisamos de ter cuidado com o entretenimento que escolhemos? Faça uma ilustração.

13 De certa forma, o entretenimento pode ser comparado à comida. Quando comemos, podemos escolher o que vamos levar à boca. No entanto, depois de engolirmos a comida, acontecem vários processos automáticos. No fim, os nutrientes que ingerimos vão tornar-se parte do nosso corpo. Uma boa alimentação vai deixar-nos saudáveis. Já uma má alimentação pode prejudicar a nossa saúde. Os resultados talvez não apareçam da noite para o dia, mas, sem dúvida, aparecerão com o tempo.

14 O mesmo acontece quando escolhemos entretenimento. Nós podemos controlar o que vamos colocar dentro da nossa mente. Mas o que acontece depois na nossa mente e no nosso coração é automático; não temos nenhum controlo sobre isso. O bom entretenimento pode reanimar-nos. Por outro lado, o mau entretenimento só nos prejudica. (Leia Tiago 1:14, 15.) Os efeitos do mau entretenimento talvez não fiquem logo evidentes, mas, com o tempo, vão aparecer. É por isso que a Bíblia nos avisa: “Não se enganem: com Deus não se brinca. Pois o que a pessoa semear, isso também colherá; porque aquele que semeia visando a carne colherá da carne destruição.” (Gál. 6:7, 8) Com certeza, é muito importante rejeitar todo o entretenimento que promove o que Jeová odeia! — Sal. 97:10.

15. Que presente é que Jeová nos deu?

15 Muitos irmãos gostam de assistir ao JW Broadcasting®, o nosso canal de televisão via Internet. Uma irmã chamada Marilyn disse: “O JW Broadcasting ajuda-me a ser mais positiva. E eu não preciso de ter cuidado com o conteúdo. Quando me sinto sozinha ou desanimada, vejo um discurso ou uma Adoração Matinal e fico mais encorajada. Sinto-me mais perto de Jeová e da sua organização. O JW Broadcasting mudou a minha vida!” O JW Broadcasting tem muitos programas em áudio e em vídeo, e muitas músicas animadoras que pode ver e ouvir sempre que quiser. Será que está a usar este presente de Jeová?

16-17. Porque devemos controlar o tempo que gastamos com entretenimento, e como podemos fazer isso?

16 Mas não basta ter cuidado apenas com o tipo de entretenimento. Temos de prestar atenção a quanto tempo gastamos com ele. Se não, podemos acabar por gastar mais tempo a divertir-nos do que a servir a Jeová. Para muitos, controlar o tempo é um desafio. Abigail, uma irmã de 18 anos, diz: “Ver  televisão ajuda-me a relaxar depois de um dia corrido. Mas, se eu não tiver cuidado, posso ficar horas em frente à televisão.” Um jovem chamado Samuel diz: “Eu percebi que vejo muitos pequenos vídeos na Internet. Começo a ver um e, quando me dou conta, já se passaram umas três ou quatro horas.”

17 O que é que pode fazer para controlar o tempo que gasta com entretenimento? O primeiro passo é descobrir quanto tempo realmente está a gastar. Tente fazer um registo durante uma semana. Escreva num calendário quantas horas gasta a ver televisão, a navegar na Internet e a jogar no seu tablet ou telemóvel. Se perceber que está a gastar demasiado tempo, tente fazer uma programação. Reserve tempo para fazer primeiro as coisas mais importantes e, depois, algum tempo para entretenimento. Então, peça a Jeová que o ajude a apegar-se a essa programação. Assim, terá tempo e energia para estudar a Bíblia, fazer a adoração em família, assistir às reuniões e participar na pregação. Além disso, irá aproveitar melhor os seus momentos de entretenimento, porque sabe que colocou Jeová em primeiro lugar.

CONTINUE A DAR DEVOÇÃO EXCLUSIVA A JEOVÁ

18-19. Como provamos que damos devoção somente a Jeová?

18 Depois de falar sobre o fim do mundo de Satanás e sobre o novo mundo, o apóstolo Pedro disse: “Amados, visto que aguardam estas coisas, façam o máximo para que [Deus] finalmente vos encontre sem mancha e sem defeito, e em paz.” (2 Ped. 3:14) Isso significa que devemos fazer o máximo para continuar limpos em sentido moral e espiritual. Assim, provamos que damos devoção somente a Jeová.

19 Satanás e o seu sistema vão continuar a fazer o máximo para nos convencer a mudar as nossas prioridades. (Luc. 4:13) Mas mesmo que enfrentemos desafios, não deixaremos que nada nem ninguém roube o lugar de Jeová no nosso coração. Estamos decididos a dar a Jeová o que somente ele merece – a nossa devoção exclusiva!

CÂNTICO 30 Meu Deus, Meu Amigo e Pai

^ par. 5 Nós queremos usar a nossa vida para servir a Jeová. Mas será que o estamos a adorar somente a ele? A resposta está nas decisões que tomamos. Neste estudo, vamos considerar duas áreas específicas da nossa vida. Esta análise vai ajudar-nos a ver se a nossa devoção a Jeová é exclusiva ou não.

^ par. 53 IMAGEM: Nós jamais comeríamos algo contaminado preparado numa cozinha suja. Então, porque aceitaríamos entretenimento contaminado com violência, ocultismo ou imoralidade?