Ir para conteúdo

Ir para índice

 HISTÓRIA 31

Josué e os Gibeonitas

Josué e os Gibeonitas

Toda a terra de Canaã soube o que tinha acontecido em Jericó. Então, os reis de Canaã decidiram lutar contra os israelitas. Mas as pessoas de uma cidade de Canaã, chamada Gibeão, decidiram fazer de conta que não eram de Canaã. Para isso, mandaram alguns homens vestir roupas velhas e ir falar com Josué. Eles disseram-lhe:

— Viemos de muito longe. Ouvimos falar do que Jeová fez por vocês no Egito e em Moabe. Se nos prometerem que não vão atacar a nossa cidade, seremos vossos escravos.

Josué acreditou neles e prometeu que não os ia atacar. Mas, três dias depois, Josué descobriu que eles não eram de uma terra distante, e sim de Canaã. Josué perguntou aos gibeonitas porque é que tinham mentido. Eles responderam:

— Porque ficámos com medo. Sabemos que Jeová está a ajudar-vos a ganhar a terra de Canaã. Por favor, não mates o nosso povo!

Então, Josué cumpriu o que tinha prometido e deixou os gibeonitas viverem.

 Pouco tempo depois, cinco reis cananeus foram lutar contra Gibeão. Mas Josué e os seus soldados foram ajudar os gibeonitas. Eles marcharam uma noite inteira e, no dia seguinte, bem cedo, começaram a luta. Os cananeus ficaram confusos e começaram a correr em todas as direções. Depois, Jeová fez com que grandes pedras de gelo lhes caíssem em cima. Então, Josué pediu a Jeová para fazer o sol ficar parado. Mas Josué nunca tinha visto o sol ficar parado antes. Porque é que ele teve essa ideia? Porque Josué confiava muito em Jeová. O sol ficou parado um dia inteiro e não anoiteceu. Só escureceu depois de os israelitas terem vencido todos os reis cananeus e os soldados deles.

“Deixem simplesmente que a vossa palavra ‘sim’ signifique sim, e o vosso ‘não’, não; pois tudo o que for além disso é do Maligno.” — Mateus 5:37