Ir para conteúdo

Ir para índice

 VIVER COMO CRISTÃOS

Trabalhar Juntos em Territórios Onde Se Falam Línguas Diferentes

Trabalhar Juntos em Territórios Onde Se Falam Línguas Diferentes

Geralmente, as pessoas aceitam melhor a mensagem do Reino quando a ouvem na língua delas. Talvez seja por isso que no Pentecostes do ano 33 EC, Jeová fez com que “judeus devotos, de todas as nações debaixo do céu”, ouvissem as boas notícias do Reino na sua “língua nativa”, apesar de muitos deles, provavelmente, também falarem hebraico ou grego. (Atos 2:5, 8) Hoje, em lugares onde há pessoas que falam outras línguas, pode haver congregações que realizam reuniões em línguas diferentes e que pregam nos mesmos territórios. Por isso, alguns moradores talvez sejam visitados muitas vezes e fiquem incomodados. Como é que as congregações podem cooperar para evitar que isso aconteça e, ao mesmo tempo, pregar ao maior número de pessoas?

  • Comunicação (Pr 15:22): Os superintendentes do serviço das congregações envolvidas devem conversar para decidirem qual é a melhor forma de cobrir o território. Congregações de língua estrangeira, que tenham um território limitado, talvez não queiram que preguemos nas casas que pertencem ao território delas. No entanto, algumas congregações de língua estrangeira talvez tenham um território muito grande e não consigam cobri-lo regularmente. Nesses casos, talvez prefiram que preguemos em todas as casas, incluindo as que fazem parte do território delas, e que as informemos se encontrarmos alguém interessado. (Organizados p. 93 § 37) As congregações de língua estrangeira também podem pedir que a nossa congregação ajude a encontrar pessoas que falem a língua delas, e que depois entreguemos os endereços dessas pessoas. (Ministério do Reino 7/12 p. 5, quadro) Lembre-se de que, às vezes, é falada mais do que uma língua na mesma casa. Todos os arranjos que forem feitos para cobrir o território não devem violar as leis em vigor que limitam o uso de informações sobre os moradores.

  • Seguir orientações (Ef 4:16): Siga com atenção as orientações do superintendente do serviço. Está a dirigir um estudo a alguém que prefere uma língua diferente daquela que é falada na sua congregação? O estudante pode progredir mais rápido se você passar o estudo para uma congregação ou grupo que fale a língua dele.

  • Preparação (Pr 15:28; 16:1): Se encontrar um morador que fale uma língua diferente, faça o seu melhor para lhe pregar. Você pode preparar-se por pensar nas línguas que poderá encontrar e por descarregar, com antecedência, bíblias e vídeos naquela língua para o seu telemóvel ou tablet. Também pode usar a aplicação JW Language para aprender como cumprimentar nessas línguas.