Ir para conteúdo

Ir para índice

Hebreus 13:1-25

RESUMO

  • Exortações e saudações finais (1-25)

    • Não se esqueçam da hospitalidade (2)

    • O casamento seja honroso (4)

    • Obedeçam aos que exercem a liderança (7, 17)

    • Ofereçamos um sacrifício de louvor (15, 16)

13  Que o vosso amor fraternal continue.+  Não se esqueçam da hospitalidade,*+ porque graças a ela alguns, sem o saberem, receberam anjos.+  Lembrem-se dos que estão presos,*+ como se estivessem presos com eles,+ e dos que estão a ser maltratados, visto que vocês mesmos também estão no corpo.*  O casamento seja honroso entre todos, e o leito conjugal mantido puro,*+ porque Deus julgará os que praticam a imoralidade sexual* e os adúlteros.+  Que o vosso modo de vida esteja livre do amor ao dinheiro,+ ao passo que ficam satisfeitos com as coisas que têm.*+ Pois ele disse: “Nunca te deixarei e nunca te abandonarei.”+  Para que fiquemos cheios de coragem e digamos: “Jeová* é quem me ajuda; não terei medo. O que me pode fazer o homem?”+  Lembrem-se dos que exercem liderança* no vosso meio,+ os que vos transmitiram a palavra de Deus, e, ao observarem os resultados da sua conduta, imitem a sua fé.+  Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre.  Não sejam desencaminhados por ensinamentos variados e estranhos, pois é melhor que o coração seja fortalecido pela bondade imerecida do que por alimentos,* que não beneficiam os que se preocupam com eles.+ 10  Nós temos um altar do qual os que prestam serviço sagrado na tenda não têm o direito de* comer.+ 11  Pois os corpos daqueles animais cujo sangue é levado para dentro do lugar santo pelo sumo sacerdote, como oferta pelo pecado, são queimados fora do acampamento.+ 12  Portanto, Jesus também sofreu fora do portão da cidade+ para santificar o povo com o seu próprio sangue.+ 13  Assim, vamos ao seu encontro, fora do acampamento, levando a desonra que ele levou,+ 14  pois não temos aqui uma cidade que permaneça, mas procuramos seriamente aquela que vem.+ 15  Por meio dele, ofereçamos sempre a Deus um sacrifício de louvor,+ isto é, o fruto dos nossos lábios,+ que fazem declaração pública do seu nome.+ 16  Além disso, não se esqueçam de fazer o bem e de partilhar com outros o que têm,+ pois Deus agrada-se de tais sacrifícios.+ 17  Sejam obedientes aos que exercem liderança* no vosso meio+ e sejam submissos,+ pois eles vigiam sobre vocês,* como quem há de prestar contas,+ para que o façam com alegria, e não com suspiros, porque isso vos seria prejudicial. 18  Continuem a orar por nós, pois estamos certos de que temos uma boa consciência,* visto que nos queremos comportar honestamente em todas as coisas.+ 19  Mas exorto-vos especialmente a orar para que eu vos seja restituído mais depressa. 20  Que o Deus de paz, que com o sangue de um pacto eterno levantou dentre os mortos o grande pastor+ das ovelhas, o nosso Senhor Jesus, 21  vos equipe com todas as coisas boas para fazerem a sua vontade, e realize em nós, por meio de Jesus Cristo, aquilo que é agradável aos seus olhos; a ele seja dada a glória para todo o sempre. Amém. 22  Exorto-vos, irmãos, a ouvirem com paciência estas palavras de encorajamento, pois escrevi-vos uma breve carta. 23  Quero que saibam que o nosso irmão Timóteo foi libertado. Se ele vier em breve, irei com ele ver-vos. 24  Transmitam as minhas saudações a todos os que exercem liderança* no vosso meio e a todos os santos. Os irmãos de Itália+ mandam-vos saudações. 25  A bondade imerecida esteja convosco.

Notas de rodapé

Ou: “bondade a estranhos”.
Lit.: “dos acorrentados; dos em correntes”.
Ou, possivelmente: “como se estivessem a sofrer com eles”.
Ou: “imaculado”.
Ou: “coisas atuais”.
Veja o Ap. A5.
Ou: “tomam a dianteira”.
Isto é, por regras sobre alimentos.
Lit.: “não têm autoridade para”.
Ou: “tomam a dianteira”.
Ou: “as vossas almas”.
Ou: “uma consciência honesta”.
Ou: “tomam a dianteira”.