Ir para conteúdo

Ir para índice

1 Crónicas 29:1-30

29  O rei David disse então a toda a congregação: “O meu filho Salomão, a quem Deus escolheu,+ é jovem e inexperiente,*+ e a obra é grande, pois o templo* não é para um homem, mas para Jeová Deus.+  Assim, não medi esforços em fazer preparativos para a construção da casa do meu Deus, por providenciar o ouro para os trabalhos de ouro, a prata para os trabalhos de prata, o cobre para os trabalhos de cobre, o ferro para os trabalhos de ferro,+ a madeira+ para os trabalhos de madeira, bem como pedras de ónix, pedras para incrustar com argamassa, pedrinhas de mosaico, todo o tipo de pedras preciosas, e pedras de alabastro em grande quantidade.  E, visto que eu amo a casa do meu Deus,+ além de tudo o que já providenciei para a casa santa, dou também o meu próprio tesouro+ de ouro e prata para a casa do meu Deus,  incluindo 3000 talentos* de ouro de Ofir+ e 7000 talentos de prata refinada, para o revestimento das paredes dos diversos compartimentos,*  para os trabalhos de ouro e para os trabalhos de prata, e para todo o trabalho a ser feito pelos artesãos. E hoje, quem é que se oferece para trazer uma dádiva a Jeová?”+  Então, os príncipes das casas paternas, os príncipes das tribos de Israel, os chefes de mil, os chefes de cem+ e os encarregados dos assuntos do rei+ apresentaram-se voluntariamente.  Deram para a obra da casa do verdadeiro Deus 5000 talentos de ouro, 10 000 daricos,* 10 000 talentos de prata, 18 000 talentos de cobre e 100 000 talentos de ferro.  Quem tinha pedras preciosas deu-as para o tesouro da casa de Jeová, que estava aos cuidados de Jeiel,+ o gersonita.+  O povo alegrou-se de fazer estas ofertas voluntárias, pois faziam as ofertas voluntárias a Jeová de pleno coração.+ O rei David também se alegrou muito. 10  Depois, David louvou a Jeová diante de toda a congregação. Ele disse: “Que sejas louvado, ó Jeová, Deus de Israel, nosso pai, por toda a eternidade.* 11  Teus, ó Jeová, são a grandeza,+ o poder,+ a glória, o esplendor e a majestade;*+ pois tudo o que há nos céus e na terra te pertence.+ Teu é o reino, ó Jeová.+ Tu elevas-te como cabeça acima de todos. 12  As riquezas e a glória vêm de ti,+ e tu dominas sobre tudo.+ Nas tuas mãos há força+ e poder,+ e nas tuas mãos há a capacidade para engrandecer+ e para dar força a todos.+ 13  E agora, ó nosso Deus, agradecemos-te e louvamos o teu belo nome. 14  “No entanto, quem sou eu, e quem é o meu povo, para que façamos estas ofertas voluntárias? Pois tudo vem de ti, e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos. 15  Diante de ti somos residentes estrangeiros e colonos, assim como todos os nossos antepassados.+ Pois os nossos dias sobre a terra são como uma sombra+ — sem esperança. 16  Ó Jeová, nosso Deus, toda esta riqueza que juntámos para construir uma casa para o teu santo nome vem das tuas próprias mãos, e tudo te pertence. 17  Eu bem sei, ó meu Deus, que tu examinas o coração+ e te agradas da integridade.*+ Na sinceridade* do meu coração, ofereci voluntariamente todas estas coisas, e alegro-me muito de ver o teu povo aqui presente a fazer-te ofertas voluntárias. 18  Ó Jeová, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, nossos antepassados, conserva para sempre no coração do teu povo esta disposição e pensamento, e dirige o seu coração para ti.+ 19  E dá a Salomão, meu filho, um coração pleno,*+ para que ele obedeça aos teus mandamentos,+ às tuas advertências* e aos teus decretos; para que ele faça tudo isso e construa o templo* para o qual fiz preparativos.”+ 20  Em seguida, David disse a toda a congregação: “Agora louvem a Jeová, vosso Deus.” E toda a congregação louvou a Jeová, o Deus dos seus antepassados, curvou-se e prostrou-se diante de Jeová e diante do rei. 21  E no dia seguinte ofereceram sacrifícios a Jeová e fizeram ofertas queimadas+ a Jeová: mil novilhos, mil carneiros, mil cordeiros e as correspondentes ofertas de bebida.+ Fizeram sacrifícios em grande quantidade para todo o Israel.+ 22  Naquele dia, eles comeram e beberam diante de Jeová com grande alegria.+ E pela segunda vez proclamaram rei a Salomão, filho de David. Ungiram-no perante Jeová como líder,+ e também ungiram Zadoque como sacerdote.+ 23  E Salomão sentou-se no trono de Jeová+ como rei no lugar de David, seu pai. Ele foi bem-sucedido e todos os israelitas lhe obedeciam. 24  Todos os príncipes,+ os guerreiros valentes+ e também todos os filhos do rei David+ se sujeitaram ao rei Salomão. 25  Jeová engrandeceu Salomão de maneira extraordinária perante todo o Israel e deu-lhe uma majestade real tal como nenhum rei de Israel teve antes dele.+ 26  Assim, David, filho de Jessé, reinou sobre todo o Israel, 27  e a duração* do seu reinado sobre Israel foi de 40 anos. Em Hébron, ele reinou durante 7 anos,+ e em Jerusalém reinou durante 33 anos.+ 28  E morreu numa boa velhice,+ satisfeito por ter tido uma vida longa,* riquezas e glória; e Salomão, seu filho, tornou-se rei no seu lugar.+ 29  A história do rei David, do início ao fim, está registada nos escritos de Samuel, o vidente,* de Natã,+ o profeta, e de Gade,+ o vidente.* 30  Estes escritos falam sobre todo o seu reinado, o seu poder e as coisas que na sua época lhe aconteceram a ele, a Israel e a todos os reinos ao redor.

Notas de rodapé

Ou: “frágil”.
Ou: “a cidadela; o palácio”.
Um talento equivalia a 34,2 kg. Veja o Ap. B14.
Lit.: “paredes das casas”.
O darico era uma moeda persa de ouro. Veja o Ap. B14.
Ou: “de eternidade a eternidade”.
Ou: “dignidade”.
Ou: “retidão”.
Ou: “retidão”.
Ou: “plenamente devotado”.
Ou: “aos teus lembretes”.
Ou: “a cidadela; o palácio”.
Lit.: “os dias”.
Lit.: “saciado de dias”.