Ir para conteúdo

Anemia: Causas, sintomas e tratamento

Anemia: Causas, sintomas e tratamento

“Quando eu era adolescente, tinha anemia”, conta Beth. “Eu não tinha forças, cansava-me muito, doíam-me os ossos e era muito difícil concentrar-me. O médico receitou-me suplementos ricos em ferro, eu tomei-os e tive mais cuidado com a minha alimentação. Comecei logo a sentir-me melhor.”

O problema de saúde de Beth é muito comum. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), dois mil milhões de pessoas são anémicas, o que equivale a cerca de 30% da população mundial. Nos países em desenvolvimento, calcula-se que 50% das mulheres grávidas e 40% das crianças em idade pré-escolar sofram deste problema.

A anemia pode ter consequências muito sérias. Nos casos mais graves, pode causar problemas de coração e até insuficiência cardíaca. Em alguns países, a anemia “é responsável por 20% das mortes entre as mães”, refere a OMS. Os bebés que nascem de mães que têm anemia por deficiência de ferro (a forma mais comum de anemia) têm maior probabilidade de serem prematuros e de terem um peso abaixo da média. As crianças anémicas podem ter mais dificuldade em desenvolver-se e estar mais propensas a infeções. No entanto, este tipo de anemia causada por falta de ferro pode, normalmente, ser prevenida ou curada. *

O que é a anemia?

A anemia é um problema de saúde. Em termos simples, as pessoas que têm anemia têm poucos glóbulos vermelhos saudáveis. As razões pelas quais isto acontece variam muito. Na verdade, os cientistas identificaram mais de 400 tipos de anemia! Este problema pode ser temporário ou crónico, pouco ou muito grave.

Quais são as causas da anemia?

A anemia tem três causas principais:

  • Perda de sangue, que faz diminuir bastante o número de glóbulos vermelhos no corpo.

  • O corpo não consegue produzir glóbulos vermelhos saudáveis em número suficiente.

  • O próprio corpo destrói os glóbulos vermelhos.

A anemia causada por deficiência de ferro é considerada a mais comum em todo o mundo. Quando o nosso corpo não tem ferro suficiente, não consegue desenvolver normalmente a substância presente nos glóbulos vermelhos que lhes permite transportar o oxigénio, a chamada hemoglobina.

Quais são os sintomas da anemia causada por deficiência de ferro?

No início, a anemia pode ser pouco grave e até passar despercebida. Embora os sintomas possam variar, os mais comuns na anemia causada por deficiência de ferro são os seguintes:

  • Cansaço extremo

  • Mãos ou pés frios

  • Fraqueza

  • Palidez

  • Dores de cabeça e tonturas

  • Dor no peito, pulsação acelerada e dificuldade em respirar

  • Unhas quebradiças

  • Pouco apetite, especialmente nos bebés e nas crianças

  • Uma ânsia de comer gelo, amido e até terra

Quais são os grupos de risco?

As mulheres, devido à perda de sangue durante a menstruação, estão mais sujeitas a sofrer deste tipo de anemia; as mulheres grávidas também correm este risco se a sua alimentação não for rica em folato, ou ácido fólico, uma vitamina do complexo B;

Os bebés prematuros ou que nascem com um peso abaixo do normal e que não ingerem ferro suficiente através do leite materno ou dos preparados que o substituem;

As crianças que não comem uma variedade suficiente de alimentos saudáveis;

Os vegetarianos cuja dieta não inclua uma quantidade suficiente de alimentos ricos em ferro;

Os que sofrem de doenças crónicas, como doenças do sangue, insuficiência renal, cancro, úlceras de sangramento lento ou certas infeções.

Como tratar a anemia

Nem todos os tipos de anemia podem ser prevenidos ou curados. No entanto, a anemia causada por falta de ferro ou de vitaminas pode, normalmente, ser prevenida ou melhorar com uma dieta saudável que inclua os seguintes nutrientes:

Ferro. Encontrado na carne, no feijão, nas lentilhas e nos vegetais com folhas verde-escuras. * Alguns estudos também sugerem que usar panelas de ferro pode aumentar os níveis de ferro contidos nos alimentos.

Folato. Encontrado na fruta, nos vegetais com folhas verde-escuras, nas ervilhas, em alguns tipos de feijão encarnado, no queijo, nos ovos, no peixe, nas amêndoas e nos amendoins. Também se encontra em produtos que utilizam grãos enriquecidos com vitaminas, como o pão, os cereais, a massa e o arroz. A forma sintética do folato é o ácido fólico.

Vitamina B-12. Encontrada na carne, nos laticínios, nos cereais enriquecidos e nos produtos à base de soja.

Vitamina C. Encontrada nos citrinos e nos seus sumos, no pimento, nos brócolos, no tomate, no melão e nos morangos. Alimentos ricos em vitamina C ajudam o nosso corpo a absorver o ferro.

Os alimentos variam de região para região. Por isso, aprenda a conhecer os nutrientes essenciais dos produtos que existem na sua localidade. Isto é muito importante para si, especialmente se for mulher e estiver grávida ou a planear ficar grávida. Por ter cuidado com a sua saúde, reduz o risco de o seu bebé se tornar anémico. *

^ par. 4 A informação apresentada neste artigo sobre alimentação e outros assuntos relacionados foi cedida pela Mayo Clinic e pela The Gale Encyclopedia of Nursing and Allied Health. Se suspeitar que tem anemia, consulte um médico.

^ par. 32 Não deve tomar suplementos de ferro ou dá-los aos seus filhos sem primeiro consultar um médico. O excesso de ferro pode prejudicar o fígado e causar outros problemas.

^ par. 36 Às vezes, os médicos tratam a anemia com uma transfusão de sangue, uma terapia que as Testemunhas de Jeová não aceitam. — Atos 15:28, 29.