Ir para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

O que preciso de saber sobre jogos eletrónicos?

O que preciso de saber sobre jogos eletrónicos?

 Teste: jogos eletrónicos

Nos Estados Unidos, onde a indústria dos jogos eletrónicos rende muitos milhares de milhões de dólares...

  1. Qual é a média de idade das pessoas que jogam?

    1. 18

    2. 30

  2. Qual é a percentagem de homens e mulheres que jogam?

    1. 55% são homens; 45% são mulheres

    2. 15% são homens; 85% são mulheres

  3. Qual dos grupos de jogadores abaixo é consideravelmente maior?

    1. Mulheres com 18 anos ou mais

    2. Homens com 17 anos ou menos

Respostas (com base em dados de 2013):

  1. B. 30.

  2. A. As mulheres representam 45% dos jogadores – quase a metade.

  3. A. De todos os jogadores, 31% são mulheres com 18 anos ou mais, enquanto 19% são homens com 17 anos ou menos.

Estas estatísticas dão uma ideia de quem são as pessoas que jogam. Mas não mostram os efeitos – bons ou maus – que os jogos eletrónicos podem ter sobre ti.

 O lado bom

Concordas com as seguintes opiniões sobre jogos eletrónicos?

  • “Com eles, podemos divertir-nos com a família e com os amigos; deixam-nos mais unidos.” — Irene.

  • “É uma boa maneira de nos desligarmos da realidade.” — Annette.

  • “Melhoram os teus reflexos.” — Christopher.

  • “Aprendes a solucionar problemas.” — Amy.

  • “São um exercício bom para a mente. Aprendes a pensar, a planear e a criar estratégias.” — Anthony.

  • “Alguns jogos ensinam-te a trabalhar em equipa.” — Thomas.

  • “Alguns jogos ajudam-te a fazer exercícios e a estar em forma.” — Jael.

Concordas com algumas destas frases – ou até com todas elas? Os jogos eletrónicos podem ser um bom exercício físico e mental. E não é errado jogar apenas para passar o tempo ou, como Annette disse, para “nos desligarmos da realidade”.

● A Bíblia diz que há “um tempo para cada atividade debaixo dos céus”, e isso inclui a recreação. — Eclesiastes 3:1-4.

 O lado mau

Será que os jogos eletrónicos estão a roubar-te tempo?

“Quando começo a jogar, é difícil parar. Eu até penso: ‘Só vou jogar mais um nível!’ Mas quando me apercebo, as horas voaram e acabei por perder muito tempo a jogar!” — Annette.

“Os videogames podem consumir todo o teu tempo. Ficas horas e horas sentado, a achar que fizeste muito, porque ganhaste cinco jogos, mas a realidade é que não fizeste nada de útil.” — Serena.

Conclusão: Dinheiro perdido pode ser recuperado, mas tempo perdido não. Olhando por esse lado, o tempo é mais valioso do que o dinheiro. Por isso, não deixes que nada te roube o teu tempo!

● A Bíblia diz: ‘Sejam sábios e aproveitem bem o tempo.’ — Colossenses 4:5, Bíblia na Linguagem de Hoje.

Será que os jogos eletrónicos estão a influenciar-te?

“Nos jogos, tu nem pensas duas vezes antes de ‘cometer’ crimes que na vida real são punidos com prisão ou pena de morte.” — Seth.

“Em muitos jogos, precisas de derrotar inimigos para alcançar o objetivo – mesmo que para isso tenhas de matá-los sem dó.” — Annette.

“Às vezes, quando estás a jogar com os amigos, acabas por dizer coisas que nunca dirias, como: ‘Morre!’ ou ‘Vou-te matar!’” — Nathan.

Conclusão: Não te envolvas em jogos que promovem coisas que Deus odeia, como violência, imoralidade sexual e espiritismo. — Gálatas 5:19-21; Efésios 5:10; 1 João 2:15, 16.

● A Bíblia diz que Jeová “odeia quem ama a violência” – não apenas os que praticam a violência. (Salmo 11:5) A tua escolha de jogos eletrónicos talvez não determine que tipo de pessoa serás, mas pode dizer que tipo de pessoa já és.

Pensa nisto: de acordo com o livro Getting to Calm, “videogames violentos podem influenciar mais o comportamento do que a televisão, porque as crianças não estão apenas a ver um herói agressivo e sangrento – elas são o herói. Os jogos são um método de ensinar coisas, mas o que esse tipo de jogos ensina é basicamente a violência.” — Veja também Isaías 2:4.

 De volta à realidade

Muitos jovens aprenderam a ter equilíbrio no uso de jogos eletrónicos. Veja dois exemplos.

“Eu jogava videogames até à madrugada e pensava: ‘Eu só preciso de cinco horas de sono. Vou jogar só mais um nível.’ Mas agora eu aprendi a colocar os jogos no lugar certo. Jogar pode ser um hobby para fazer de vez em quando, mas tem de ser sem exageros.” — Joseph.

“Agora que já não jogo tanto, consigo fazer muitas coisas! Consegui melhorar no serviço de campo, ajudar as pessoas na minha congregação e até aprender a tocar um instrumento. A vida tem muito mais para oferecer!” — David.

● A Bíblia diz que homens e mulheres maduros são ‘moderados nos hábitos’. (1 Timóteo 3:2, 11) Eles gostam de se divertir, mas sabem quando parar e têm autocontrolo para fazer isso. — Efésios 5:10.

Conclusão: Jogos eletrónicos podem ser uma boa opção de diversão, desde que sejam mantidos no seu devido lugar. Não deixes que os jogos controlem o teu tempo ou te façam perder a noção do que é realmente importante na vida. Aliás, em vez de investires muito tempo e esforço a tentar ganhar no mundo virtual, por que não tentas alcançar os teus objetivos na vida real? Isso sim é ganhar!