Ir para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

Como posso dar-me bem com os meus pais?

Como posso dar-me bem com os meus pais?

 Teste: Desentendimentos

  • Com quem é que tens mais desentendimentos?

    • Pai

    • Mãe

  • Com que frequência tens um desentendimento com os teus pais?

    • Quase nunca

    • Às vezes

    • Sempre

  • Como resolvem esses desentendimentos?

    • Resolvemos logo e sem discutir.

    • Só resolvemos depois de muita discussão.

    • Não conseguimos resolver, mesmo depois de muita discussão.

Se não te dás bem com os teus pais, talvez aches que eles deviam fazer alguma coisa para resolver a situação. Mas há coisas que tu podes fazer para diminuir a frequência dos desentendimentos e resolvê-los. Primeiro, considera:

 Porque acontecem

  • Habilidade de raciocínio. À medida que vais crescendo, começas a pensar no porquê das coisas, mais do que quando eras criança. Também começas a formar as tuas próprias opiniões, que talvez sejam diferentes das opiniões dos teus pais. No entanto, a Bíblia diz: “Honra o teu pai e a tua mãe.” — Êxodo 20:12.

    Facto: É necessário ter maturidade e habilidade para discordar sem ser desagradável.

  • Independência. À medida que vais crescendo, é provável que os teus pais te deem mais liberdade. Mas talvez não te deem tanta liberdade como queres ou quando queres, e isso pode levar a uma discussão. Mas a Bíblia diz: “Filhos, sejam obedientes aos vossos pais.” — Efésios 6:1.

    Facto: Os teus pais podem dar-te mais liberdade se usares bem a liberdade que já tens.

 O que podes fazer

  • Pensa em como tu vais agir. Em vez de colocares nos teus pais toda a culpa por uma discussão, pensa no que tu podes fazer para todos se darem bem. Um jovem chamado Jeffrey diz: “Nem sempre o que os teus pais dizem é o que causa uma discussão, mas sim a maneira como tu respondes. Falar com calma ajuda a resolver a situação.”

    A Bíblia diz: “No que depender de vocês, sejam pacíficos.” — Romanos 12:18.

  • Escuta. “Eu acho que escutar é o mais difícil”, diz Samantha, de 17 anos. “Mas aprendi que, quando os pais veem que tu estás a escutar, é mais provável que eles também te escutem.”

    A Bíblia diz: “Todos devem estar prontos para ouvir, mas não devem precipitar-se em falar.” — Tiago 1:19.

    As discussões são como um fogo – se não for apagado no início, pode ficar fora de controlo.

  • Pensa como uma equipa. A discussão pode ser comparada a um jogo de ténis. Mas não são os teus pais que devem estar do outro lado da rede, mas sim o problema. Um jovem chamado Adam disse: “Num conflito, os pais querem o melhor para o filho, e o filho quer o melhor para si próprio. Então, em teoria, eles querem a mesma coisa.”

    A Bíblia diz: “Empenhemo-nos pelas coisas que promovem a paz.” — Romanos 14:19.

  • Sê compreensivo. Uma jovem chamada Sarah diz: “O que me ajuda é lembrar-me de que os meus pais têm de lidar com os seus próprios problemas, que geralmente são tão difíceis quanto os meus.” Uma jovem chamada Carla também diz: “Tento pôr-me no lugar dos meus pais. O que é que eu faria se tivesse um filho e tivesse de lidar com a mesma situação? O que seria melhor para o meu filho?”

    A Bíblia diz: ‘Procura não apenas os teus próprios interesses, mas também os interesses dos outros.’ — Filipenses 2:4.

  • Sê obediente. Afinal, é isso o que a Bíblia te pede (Colossenses 3:20). Além disso, tudo será mais fácil se obedeceres. Uma jovem chamada Karen diz: “A minha vida é menos stressante quando faço o que os meus pais me pedem. Eles já fizeram muito por mim. É o mínimo que eu posso fazer.” A obediência é a melhor forma de se evitar uma discussão.

    A Bíblia diz: “Onde não há lenha, apaga-se o fogo.” — Provérbios 26:20.

Dica: Se tens dificuldade em comunicar com outros, tenta escrever num papel ou numa mensagem de telemóvel o que estás a sentir. Uma adolescente chamada Alyssa disse: “Eu faço isso quando não me apetece conversar. Isso ajuda-me a expressar o que sinto sem gritar ou dizer algo de que me arrependa depois.”