Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Janeiro de 2016

Continue a mostrar “amor fraternal”

Continue a mostrar “amor fraternal”

“Que o seu amor fraternal continue.” — HEB. 13:1.

CÂNTICOS: 72, 119

1, 2. Por que Paulo escreveu uma carta aos cristãos hebreus?

ERA o ano 61 EC. As congregações espalhadas em Israel estavam num período de relativa paz. Embora o apóstolo Paulo estivesse preso em Roma, ele esperava ser libertado em breve. Seu companheiro Timóteo tinha acabado de ser solto, e eles estavam planejando visitar seus irmãos cristãos na Judeia. (Heb. 13:23) Mas, em apenas cinco anos, Jerusalém seria “cercada por exércitos acampados”, como Jesus havia profetizado. Os cristãos na Judeia, principalmente os que moravam em Jerusalém, precisariam agir sem demora. Jesus tinha avisado que eles teriam de fugir assim que vissem a cidade sendo cercada. — Luc. 21:20-24.

2 Haviam passado 28 anos desde que Jesus tinha feito essa profecia. Os cristãos judeus que moravam em Israel já tinham se mantido fiéis diante de muita perseguição. (Heb. 10:32-34) Mas Paulo sabia que logo eles passariam por um dos maiores testes de sua fé. (Mat. 24:20, 21; Heb. 12:4) Paulo queria que eles estivessem preparados para qualquer dificuldade que surgisse. Eles precisariam de muita perseverança e fé — fé forte o suficiente para “preservar a vida”. (Leia Hebreus 10:36-39.) Então o espírito de Jeová habilitou Paulo a escrever uma carta para ajudar seus queridos irmãos a enfrentar os desafios que viriam. Essa carta é conhecida hoje como o livro de Hebreus.

3. Por que devemos estar interessados no livro de Hebreus?

3 Todos devemos estar interessados nas palavras de Paulo aos cristãos hebreus. Por quê? Porque hoje estamos numa situação parecida à deles. Nestes “tempos críticos, difíceis de suportar”, os servos de Jeová têm enfrentado todo tipo de perseguição. (2 Tim. 3:1, 12) Eles têm provado que sua fé e devoção são fortes. Muitos de nós, porém, vivem num período de relativa paz, sem perseguição direta. Mas, assim como os cristãos nos dias de Paulo, nenhum de nós deveria perder de vista este importante fato: em breve enfrentaremos o maior teste de nossa fé. — Leia Lucas 21:34-36.

4. Qual é o texto do ano para 2016, e por que é apropriado?

4 O que ajudará a nos preparar para os acontecimentos que ocorrerão muito em breve? No livro de Hebreus, Paulo descreve muitas coisas que nos ajudarão a fortalecer a fé. Um ponto essencial é destacado no primeiro versículo do capítulo 13 dessa carta. Esse versículo foi escolhido como o texto do ano para 2016. Ele contém um forte incentivo: “Que o seu amor fraternal continue.” — Leia Heb. 13:1.

Nosso texto do ano para 2016: “Que o seu amor fraternal continue.” — Hebreus 13:1

O QUE É AMOR FRATERNAL?

5. O que é amor fraternal?

5 O que significa mostrar amor fraternal? A palavra grega que Paulo usou, filadelfía, significa literalmente “afeição a um irmão”. Esse amor é o tipo de afeição que envolve forte apego, como o sentimento caloroso que existe entre membros de uma família ou amigos achegados. (João 11:36) Nós não fingimos ser irmãos e irmãs — nós somos irmãos e irmãs. (Mat. 23:8) O forte apego que temos uns pelos outros é bem resumido nestas palavras: “Com amor fraternal, tenham ternos sentimentos uns pelos outros. Tomem a iniciativa em honrar uns aos outros.” (Leia Rom. 12:10) Junto com o amor agápe, que é baseado em princípios, o amor fraternal contribui para o companheirismo entre os servos de Deus.

6. Como os cristãos verdadeiros entendem o significado do termo amor fraternal?

6 Certo erudito disse que, “fora da literatura cristã, ‘amor fraternal’ é um termo relativamente raro”. No judaísmo, a palavra “irmão” às vezes era usada fora do contexto familiar; mas, ao mesmo tempo, ela se referia apenas aos que faziam parte da nação judaica. Já os cristãos verdadeiros encaram como irmãos todos os cristãos verdadeiros, não importa sua nacionalidade. (Rom. 10:12) Fomos ensinados por Jeová a ter afeição fraternal uns pelos outros, como irmãos. (1 Tes. 4:9) Mas por que é tão importante continuarmos a mostrar amor fraternal?

POR QUE É TÃO IMPORTANTE CONTINUAR A MOSTRAR AMOR FRATERNAL?

7. (a) Qual é o motivo principal de mostrarmos amor fraternal? (b) Mencione outro motivo por que é importante fortalecer nosso amor pelos irmãos.

7 Basicamente, é porque Jeová requer que mostremos amor fraternal uns pelos outros. Não podemos dizer que amamos a Deus se nos recusamos a amar nossos irmãos. (1 João 4:7, 20, 21) Além disso, precisamos uns dos outros. Isso se aplica ainda mais em épocas de dificuldades. Paulo sabia que em pouco tempo alguns dos cristãos hebreus a quem ele estava escrevendo precisariam abandonar suas casas e tudo o que tinham. Jesus havia dito que seria uma época muito difícil. (Mar. 13:14-18; Luc. 21:21-23) Assim, mais do que nunca, aqueles cristãos precisavam fortalecer o amor que tinham uns pelos outros. — Rom. 12:9.

8. O que precisamos fazer hoje, antes de começar a grande tribulação?

8 Em breve os ventos destrutivos da maior tribulação de todos os tempos serão soltos. (Mar. 13:19; Apo. 7:1-3) Então, faremos bem em acatar este conselho inspirado: “Vá, povo meu, entre nos seus quartos e feche as portas atrás de si. Esconda-se por um instante, até que passe o furor.” (Isa. 26:20) Esses “quartos” podem se referir às nossas congregações. É nas reuniões que nós estamos juntos com nossos irmãos e irmãs para adorar a Jeová. Mas não basta apenas nos reunir regularmente. Paulo lembrou aos cristãos hebreus que eles deviam aproveitar essas ocasiões para estimular uns aos outros “ao amor e às boas obras”. (Heb. 10:24, 25) Precisamos desenvolver amor fraternal hoje, pois esse amor nos ajudará em qualquer provação que venhamos a enfrentar no futuro.

9. (a) Que oportunidades temos de demonstrar amor fraternal? (b) Dê exemplos de como o povo de Jeová tem mostrado amor fraternal. (Veja também a nota no fim do artigo.)

9 Mesmo agora, antes do início da grande tribulação, o amor fraternal é de grande importância. Muitos dos nossos irmãos têm sofrido por causa de terremotos, enchentes, furacões, tsunamis e outros desastres naturais. Alguns deles passam por perseguição. (Mat. 24:6-9) Além de tudo isso, enfrentamos diariamente dificuldades econômicas por causa deste corrupto sistema. (Apo. 6:5, 6) É verdade que esses problemas aumentam, mas eles nos dão a oportunidade de mostrar que o nosso amor fraternal é realmente forte. Embora ‘o amor da maioria [das pessoas] esfrie’, precisamos continuar demonstrando amor fraternal. — Mat. 24:12. [1]

COMO PODEMOS CONTINUAR A MOSTRAR AMOR FRATERNAL?

10. O que vamos examinar agora?

10 Mesmo enfrentando muitos problemas, como podemos continuar a demonstrar amor fraternal? De que maneiras podemos provar que temos esse tipo de amor por nossos irmãos? Depois de dar o incentivo “que o seu amor fraternal continue”, o apóstolo Paulo mencionou algumas maneiras de os cristãos fazerem isso. Vamos examinar seis delas.

11, 12. O que significa mostrar hospitalidade? (Veja a foto no início do artigo.)

11 “Não se esqueçam da hospitalidade.” (Leia Hebreus 13:2.) A expressão no idioma original traduzida “hospitalidade” significa “bondade com estranhos”. Isso talvez nos lembre os exemplos de Abraão e Ló. Eles mostraram bondade com visitantes desconhecidos, que na verdade eram anjos. (Gên. 18:2-5; 19:1-3) Paulo se referiu a esses exemplos para encorajar os cristãos hebreus a mostrar amor fraternal sendo hospitaleiros.

12 Será que somos hospitaleiros por convidar outros à nossa casa para uma refeição ou para passar algum tempo juntos? Demonstrar hospitalidade não significa preparar algo sofisticado ou caro; nem convidar apenas os que poderiam retribuir de alguma forma. (Luc. 10:42; 14:12-14) Nosso objetivo deve ser encorajar, não impressionar! Que dizer do nosso superintendente de circuito e sua esposa? Mesmo que não os conheçamos bem, será que fazemos questão de lhes mostrar hospitalidade? (3 João 5-8) Mesmo com uma vida corrida e com as ansiedades do dia a dia, é muito importante não ‘esquecermos da hospitalidade’.

13, 14. Como podemos nos ‘lembrar dos que estão presos’?

13 “Lembrem-se dos que estão presos.” (Leia Hebreus 13:3.) Paulo não estava se referindo a qualquer tipo de prisioneiro, mas a irmãos que haviam sido presos por causa de sua fé. O próprio Paulo estava nessa situação — já fazia uns quatro anos que ele estava preso quando escreveu essas palavras. (Fil. 1:12-14) Ele tinha elogiado os cristãos hebreus por terem sido “solidários com os que estavam presos”. (Heb. 10:34) Mas eles estavam longe de Paulo e não podiam ajudá-lo pessoalmente como os irmãos que estavam perto dele. Então, como eles podiam ‘se lembrar’ de Paulo? Por fazer orações fervorosas a favor dele. — Heb. 13:18, 19.

14 Hoje, pode ser que também estejamos longe de irmãos que estão presos. Talvez não possamos ajudá-los de modo prático, como nossos irmãos que estão perto deles. Mas podemos mostrar solidariedade e amor fraternal por constantemente nos lembrar deles em nossas orações, suplicando a Jeová em seu favor. Por exemplo, muitos irmãos e irmãs, e até crianças, estão encarcerados na Eritreia. Entre eles, estão Paulos Eyassu, Isaac Mogos e Negede Teklemariam, que estão presos ali por mais de 20 anos. Será que nos lembramos desses irmãos em nossas orações?

15. Como podemos honrar nosso casamento?

15 “O casamento seja honroso entre todos.” (Leia Hebreus 13:4.) Outra maneira de mostrarmos amor fraternal é por nos manter castos, ou moralmente puros. (1 Tim. 5:1, 2) De acordo com 1 Tessalonicenses 4:3-8, existe o perigo de se “ultrapassar os limites do que é próprio e se aproveitar” de uma pessoa. Alguém poderia fazer isso por cometer imoralidade sexual com um irmão ou irmã na congregação ou então com um membro da família dessa pessoa. Isso comprometeria a confiança, que é a base do amor fraternal. Pense também em como uma esposa se sentiria se descobrisse que seu marido a está traindo por ver pornografia. Será que ele estaria mostrando amor por ela e respeito pelo casamento? — Mat. 5:28.

16. Como a satisfação nos ajuda a mostrar amor fraternal?

16 “Fiquem satisfeitos com as coisas que têm.” (Leia Hebreus 13:5.) A verdadeira satisfação vem da nossa confiança em Jeová. Ela nos ajuda a ter um conceito equilibrado das coisas materiais. (1 Tim. 6:6-8) Também nos ajuda a perceber que nossa relação com Jeová e com os irmãos é muito mais importante do que qualquer coisa que o dinheiro pode comprar. A pessoa que está satisfeita não reclama, não resmunga nem é crítica; nem cede à inveja ou à ganância — sentimentos que podem impedir que os membros da congregação mostrem amor fraternal. A satisfação incentiva a generosidade. — 1 Tim. 6:17-19.

17. Como a coragem nos ajuda a mostrar amor fraternal?

17 “Fiquemos cheios de coragem.” (Leia Hebreus 13:6.) Apesar das dificuldades que podem surgir, podemos ter coragem. Como? Por confiar em Jeová. Quando confiamos nele, ele nos dá coragem. E essa coragem, por sua vez, nos permite encarar as coisas de modo positivo. E, quando somos positivos, mostramos amor fraternal animando e consolando nossos irmãos. (1 Tes. 5:14, 15) Mesmo quando o mundo estiver passando pelo momento mais sombrio da História durante a grande tribulação, nós conseguiremos ‘nos pôr de pé e levantar a cabeça’, pois saberemos que nosso livramento estará próximo. — Luc. 21:25-28.

Você demonstra gratidão pelo trabalho dos anciãos? (Veja o parágrafo 18.)

18. Como podemos fortalecer nosso amor fraternal pelos anciãos?

18 “Lembrem-se dos que exercem liderança.” (Leia Hebreus 13:7, 17.) Quando pensamos no trabalho árduo dos anciãos em nosso benefício — sem ganhar nada em troca —, isso fortalece nosso amor fraternal e nossa gratidão por eles. Jamais gostaríamos que eles perdessem a alegria por causa de alguma coisa que fizemos. Em vez disso, por sermos obedientes e submissos, damos “a mais alta consideração por eles em amor, por causa do trabalho deles”. — 1 Tes. 5:13.

MOSTREMOS AMOR FRATERNAL CADA VEZ MAIS

19, 20. Como podemos continuar a mostrar amor fraternal “cada vez mais”?

19 Não há dúvida de que existe amor fraternal entre o povo de Jeová. No passado, Paulo reconheceu que os irmãos estavam demonstrando esse tipo de amor, mas ao mesmo tempo os incentivou “a continuar fazendo isso cada vez mais”. (1 Tes. 4:9, 10) Assim, há sempre campo para melhora!

20 Sempre que olharmos o nosso texto do ano, que meditemos nestas perguntas: Como posso ser mais hospitaleiro? Como posso me lembrar dos irmãos que estão presos? Mostro o devido respeito pelo casamento, que é sagrado aos olhos de Deus? O que me ajudará a estar realmente satisfeito? Como posso aumentar minha confiança em Jeová para ter coragem? Como posso cooperar mais com os irmãos que exercem a liderança? Se realmente nos esforçarmos nesses seis pontos, então o nosso texto do ano não será apenas uma placa na parede do Salão do Reino. Ele servirá de lembrete para acatarmos este incentivo: “Que o seu amor fraternal continue.” — Heb. 13:1.

^ [1] (parágrafo 9) Exemplos de como as Testemunhas de Jeová mostram amor fraternal diante de tragédias podem ser encontrados em A Sentinela de 15 de julho de 2002, páginas 8-9, e Testemunhas de Jeová — Proclamadores do Reino de Deus, capítulo 19.