Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Setembro de 2017

“A palavra do nosso Deus permanece para sempre”

“A palavra do nosso Deus permanece para sempre”

“A relva seca, a flor murcha, mas a palavra do nosso Deus permanece para sempre.” — ISA. 40:8.

CÂNTICOS: 43, 37

1, 2. (a) Como seria a vida se a Bíblia não existisse? (b) O que é preciso para que a Bíblia realmente nos ajude?

JÁ PAROU para pensar em como a sua vida seria se a Bíblia não existisse? Você não saberia como lidar com os problemas do dia a dia. Suas perguntas sobre quem é Deus, qual o objetivo da vida e o que vai acontecer no futuro ficariam sem respostas. E você não saberia nada sobre o que Jeová fez pelos seus servos no passado.

2 Essa seria uma situação desesperadora. Mas, felizmente, Deus nos deu a sua Palavra, a Bíblia, e ele nos garante que a mensagem dela vai durar para sempre. Isso fica claro em Isaías 40:8. É verdade que, nesse texto, Isaías não estava falando especificamente da Bíblia. Mas o apóstolo Pedro citou essas palavras de Isaías e mostrou que elas podem se aplicar à mensagem da Bíblia. (1 Pedro 1:24, 25.) Mas, para que a Bíblia realmente nos ajude, é preciso que ela esteja escrita num idioma que nós entendemos bem. Os que amam a Palavra de Deus sabem que isso é importante. Mesmo não sendo fácil, muitas pessoas no decorrer da história fizeram grandes esforços para traduzir e distribuir a Bíblia. Esses esforços certamente agradaram a Deus, que “deseja que todo tipo de pessoas sejam salvas e venham a ter um conhecimento exato da verdade”. — 1 Tim. 2:3, 4.

3. O que vamos aprender neste estudo? (Veja o desenho no começo do estudo.)

3 Neste estudo, vamos ver como a Palavra de Deus sobreviveu (1) a mudanças nos idiomas, (2) a mudanças na língua internacional e (3) a tentativas de impedir a tradução da Bíblia. Este estudo vai nos ajudar a dar ainda mais valor à Palavra de Deus. Também vai aumentar nosso amor pelo Autor da Bíblia, que nos instrui para o nosso bem. — Miq. 4:2; Rom. 15:4.

MUDANÇAS NOS IDIOMAS

4. (a) Como as línguas mudam com o tempo? (b) O que mostra que Deus não dá preferência a nenhum idioma? (c) Como você se sente ao ver que Jeová é imparcial?

4 As línguas sofrem mudanças com o tempo. Por exemplo, algumas palavras e expressões mudam totalmente de sentido. Consegue lembrar alguns exemplos de como a língua que você fala sofreu mudanças? Isso também aconteceu com o hebraico e o grego, idiomas em que a maior parte da Bíblia foi escrita. O modo como essas línguas são faladas hoje é bem diferente de como eram faladas nos tempos bíblicos. A verdade é que, para entender a Bíblia, praticamente todo mundo precisa ler uma tradução dela. Alguns acham que deveriam aprender grego e hebraico antigos para poder ler a Bíblia nos idiomas originais. Mas isso não é tão útil como as pessoas pensam. * Felizmente, a Bíblia inteira ou em partes já foi traduzida para mais de 3 mil idiomas. Isso mostra que Jeová quer que pessoas de ‘toda nação, tribo e língua’ tenham a oportunidade de aprender da sua Palavra. (Leia Apocalipse 14:6.) Jeová é imparcial, ele não dá preferência a nenhum idioma. (Atos 10:34) Saber disso aumenta nosso amor por ele.

5. O que é interessante sobre a Versão Rei Jaime?

5 As línguas em que a Bíblia é traduzida também mudam com o tempo. Assim, uma tradução que era fácil de entender no passado pode acabar ficando com a linguagem ultrapassada. Veja o exemplo da Versão Rei Jaime (King James Version), uma tradução da Bíblia em inglês lançada em 1611. Essa tradução da Bíblia se tornou muito conhecida e teve um grande impacto na língua inglesa. * Essa tradução da Bíblia não dava muito destaque para o nome de Deus. Ela até usava “Jeová” em alguns textos das Escrituras Hebraicas, mas em outros usava a palavra “SENHOR” em letras maiúsculas onde o nome de Deus aparecia no texto original. Algumas edições usaram a palavra “SENHOR” também nas Escrituras Gregas. Dessa forma, a Versão Rei Jaime reconhecia que o nome de Deus estava presente no texto original das Escrituras Gregas.

6. Por que ficamos felizes de ter a Tradução do Novo Mundo?

6 Mas, com o tempo, muitas palavras e expressões usadas na Versão Rei Jaime ficaram ultrapassadas. O mesmo aconteceu com outras traduções em muitos idiomas. Por isso, ficamos felizes de ter a Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada. Essa tradução, que usa uma linguagem moderna, está disponível inteira ou em partes em mais de 150 línguas. Isso quer dizer que a maior parte da população mundial tem acesso a essa Bíblia. A linguagem clara usada nessa tradução permite que a Palavra de Deus toque o coração das pessoas. (Sal. 119:97) E a Tradução do Novo Mundo ainda usa o nome “Jeová” em todos os lugares onde esse nome aparecia nos textos originais.

MUDANÇAS NA LÍNGUA INTERNACIONAL

7, 8. (a) Por que muitos judeus que viveram uns 300 anos antes de Cristo não entendiam hebraico? (b) O que é a Septuaginta grega?

7 Quando duas pessoas de diferentes países querem se comunicar, elas usam um idioma que as duas saibam falar. Um idioma falado por pessoas de vários países é chamado de “língua internacional”. Só que, dependendo do que acontece na política, a língua internacional muda. O que Deus fez para que isso não impedisse seu povo de ler sua Palavra? Veja um exemplo. Os primeiros 39 livros da Bíblia foram escritos pelos israelitas, também chamados de judeus. A Bíblia diz que “as proclamações sagradas de Deus” foram confiadas inicialmente a eles. (Rom. 3:1, 2) Mas, uns 300 anos antes de Cristo, muitos judeus já não entendiam o idioma hebraico. Por quê? Basicamente, porque Alexandre, o Grande, tinha conquistado muitos territórios e expandido o Império Grego. (Dan. 8:5-7, 20, 21) Assim, a língua grega se tornou o idioma de muitos povos, ou seja, a língua internacional na época. Até os judeus que moravam em território grego falavam esse idioma. Por isso, eles estavam tendo dificuldade para entender as Escrituras Hebraicas. O que podia ser feito?

8 Uns 250 anos antes do nascimento de Jesus, os cinco primeiros livros da Bíblia foram traduzidos do hebraico para o grego. Uns cem anos depois, foi terminada a tradução dos outros livros das Escrituras Hebraicas. Pelo que se sabe, essa obra, que ficou conhecida como Septuaginta grega, foi a primeira tradução das Escrituras Hebraicas.

9. (a) Como a Septuaginta e outras traduções antigas ajudaram os leitores da Palavra de Deus? (b) Qual é o seu trecho preferido das Escrituras Hebraicas?

9 Com a Septuaginta, os judeus e outras pessoas que falavam grego tiveram a oportunidade de entender as Escrituras Hebraicas. Imagine como eles devem ter gostado de ler ou ouvir a Palavra de Deus na língua deles! Com o tempo, partes da Bíblia foram traduzidas para outras línguas muito faladas no passado, como o siríaco, o gótico e o latim. Assim, muitas pessoas podiam ler a Palavra de Deus num idioma que entendiam. Sem dúvida, elas até tinham seu trecho preferido da Bíblia, assim como nós hoje. (Salmo 119:162-165.) É muito interessante ver que a Palavra de Deus sobreviveu a mudanças da língua internacional.

TENTATIVAS DE IMPEDIR A TRADUÇÃO DA BÍBLIA

10. Por que a maioria das pessoas na Idade Média praticamente não tinha acesso à Bíblia?

10 Em algumas ocasiões, líderes religiosos e políticos tentaram impedir o povo de ter acesso à Bíblia. Mas algumas pessoas que amavam a Deus não ficaram com medo dessa oposição. Veja o exemplo de John Wycliffe, que viveu na Inglaterra uns 600 anos atrás. Ele achava que todo mundo tinha o direito de ler a Palavra de Deus. Mas, na época, as pessoas simples praticamente não tinham acesso à Bíblia. Por quê? Um motivo é que a maioria não tinha dinheiro para comprar uma Bíblia. As cópias da Bíblia eram escritas à mão e eram muito caras. Além disso, a maioria das pessoas não sabia ler. Elas até ouviam a leitura de algumas passagens da Bíblia quando iam à igreja. Mas é provável que ninguém entendesse o que era lido. Afinal, as igrejas usavam a Bíblia Vulgata, que era escrita em latim. Só que na Idade Média ninguém entre o povo falava latim. Então, o que precisava ser feito para que pessoas simples pudessem ter acesso aos tesouros da Bíblia? — Pro. 2:1-5.

John Wycliffe e outros queriam que todas as pessoas tivessem acesso à Palavra de Deus. Você também tem essa preocupação? (Veja o parágrafo 11.)

11. Como a Bíblia de Wycliffe influenciou as pessoas?

11 Em 1382, foi feita uma tradução da Bíblia em inglês, que depois ficou conhecida como Bíblia de Wycliffe. Essa tradução fez bastante sucesso entre os seguidores de John Wycliffe, os lolardos. Eles eram um grupo de pregadores que viajavam de cidade em cidade na Inglaterra e queriam que a Palavra de Deus tocasse a mente e o coração das pessoas simples. Para isso, os lolardos liam trechos da Bíblia de Wycliffe para as pessoas que encontravam. Eles também distribuíam partes da Bíblia escritas à mão. O trabalho deles ajudou a despertar o interesse das pessoas na Palavra de Deus.

12. O que mostra que os líderes religiosos odiavam Wycliffe e os lolardos?

12 Como os líderes religiosos da época reagiram? Primeiro, eles começaram a perseguir os lolardos. Além disso, eles saíram à caça da Bíblia de Wycliffe, com o objetivo de destruir todas as cópias que encontrassem. Nessa época, Wycliffe já estava morto, então eles não podiam fazer nada contra ele. Mesmo assim, ele foi declarado herege, ou seja, um inimigo da Igreja. O ódio dos líderes religiosos era tanto que eles desenterraram os ossos de Wycliffe para queimá-los. Depois, as cinzas foram jogadas num rio. Apesar de tudo isso, a Igreja não conseguiu tirar a Palavra de Deus do coração daqueles que queriam ler e entender a Bíblia. Nos anos seguintes, muitas pessoas na Europa e em outras partes do mundo começaram a traduzir e distribuir a Bíblia, o que foi de muita ajuda para as pessoas simples.

“AQUELE QUE ENSINA O QUE É MELHOR PARA VOCÊ”

13. O que aprendemos com a história da tradução da Bíblia, e que certeza isso nos dá?

13 A Bíblia é inspirada por Deus. Será que isso quer dizer que Deus inspirou também traduções como a Septuaginta, a Bíblia de Wycliffe, a Versão Rei Jaime ou outra tradução? Não. Mas, quando estudamos a história dessas e de outras traduções da Bíblia, uma coisa fica clara: a Palavra de Deus sobreviveu, assim como Deus prometeu que aconteceria. Isso nos dá a certeza de que as promessas de Jeová para o futuro também vão se cumprir. — Jos. 23:14.

14. Como a história da Bíblia aumenta nosso amor por Jeová?

14 A história de como a Bíblia sobreviveu fortalece a nossa fé e aumenta nosso amor por Jeová. * Pense no seguinte: Por que Jeová quis nos dar um livro com uma mensagem tão poderosa? E por que ele fez questão de proteger a Bíblia para que ela sobrevivesse até hoje? A resposta é porque ele nos ama e quer o melhor para nós. (Leia Isaías 48:17, 18.) Quando vemos o amor de Jeová por nós, nos sentimos motivados a também amar a ele e obedecer a seus mandamentos. — 1 João 4:19; 5:3.

15. O que vamos aprender no próximo estudo?

15 Nós amamos a Palavra de Deus e queremos aproveitar ao máximo esse presente de Jeová. Por isso, no próximo estudo, vamos ver as respostas às seguintes perguntas: Como a leitura da Bíblia pode ajudar no nosso dia a dia? Como podemos usar melhor a Bíblia na pregação e ao fazer discursos?

^ parágrafo. 4 Veja o artigo “Você precisa aprender hebraico e grego?”, em A Sentinela de 1.° de novembro de 2009.

^ parágrafo. 5 Algumas expressões que hoje são comuns na língua inglesa foram usadas pela primeira vez na Versão Rei Jaime.