Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Setembro de 2016

Pais, ajudem seus filhos a desenvolver fé

Pais, ajudem seus filhos a desenvolver fé

‘Rapazes e moças, louvem o nome de Jeová.’ — SAL. 148:12, 13.

CÂNTICOS: 41, 51

1, 2. (a) Que desafio os pais enfrentam? Como eles podem vencer esse desafio? (b) Que quatro coisas vamos ver agora?

UM CASAL na França disse: “Nós acreditamos em Jeová, mas isso não quer dizer que nossos filhos vão acreditar também. Fé não é uma coisa que passa de pai pra filho. Os filhos desenvolvem fé aos poucos.” Um irmão na Austrália escreveu: “Acho que não tem desafio maior na vida do que ajudar um filho a ter fé. Você tem que aproveitar todas as ajudas disponíveis. Às vezes seu filho te faz uma pergunta e você acha que deu uma boa resposta. Daí, passa um tempo e seu filho faz a mesma pergunta de novo! Uma resposta que mata a curiosidade do seu filho hoje pode não ser suficiente pra ele amanhã. Você talvez tenha que falar dos mesmos assuntos várias vezes.”

2 Se você tem filhos, fica às vezes na dúvida se vai conseguir ajudá-los a desenvolver fé? Na verdade, sem ajuda, nenhum de nós daria conta do recado. (Jer. 10:23) Mas podemos conseguir com a ajuda de Deus. Veja quatro maneiras de ajudar seus filhos a desenvolver fé: (1) Conheça bem os seus filhos. (2) Ensine de coração. (3) Use boas ilustrações, ou exemplos. (4) Seja paciente e ore a Jeová.

CONHEÇA BEM OS SEUS FILHOS

3. Como os pais podem imitar a maneira de Jesus ensinar seus discípulos?

3 Alguns pais não fazem certas perguntas aos filhos porque têm medo da resposta. Mas Jesus não era assim. Ele fazia perguntas aos seus discípulos para saber em que eles acreditavam. (Mat. 16:13-15) Faça como ele. Deixe seus filhos à vontade para dizer o que pensam. Aproveite para falar sobre qualquer dúvida que eles talvez tenham. Um jovem de 15 anos na Austrália escreveu: “Meu pai conversa muito comigo pra saber o que eu acredito e me ajuda a raciocinar. Ele faz perguntas do tipo: ‘O que a Bíblia diz sobre esse assunto?’ ‘Você acredita nisso?’ ‘Por que você acredita?’ Ele quer que eu responda com as minhas palavras em vez de simplesmente repetir o que ele ou minha mãe disseram. Conforme eu ia crescendo, meu pai esperava que eu explicasse um pouco mais.”

4. Por que é importante levar a sério as perguntas dos filhos? Dê um exemplo.

4 Se seu filho não acreditar logo no que a Bíblia diz, não faça tempestade num copo d’água, nem fique na defensiva. Tenha paciência e raciocine com ele. Um pai disse: “Leve a sério as perguntas do seu filho. Não faça pouco caso das perguntas dele, nem evite um assunto só porque você fica sem graça.” Se você não levar a dúvida dele a sério, talvez ele não faça mais perguntas. Na verdade, é bom que seu filho faça perguntas, porque isso mostra que ele quer entender. Quando tinha 12 anos, Jesus também fez perguntas importantes. (Lucas 2:46.) Um jovem de 15 anos, na Dinamarca, disse: “Quando eu falei que não tinha certeza se a nossa religião era a certa, meus pais não entraram em pânico. Acho que eles ficaram bem preocupados, mas reagiram bem. Eles responderam todas as minhas perguntas usando a Bíblia.”

5. O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos a desenvolver fé?

5 Conheça bem os seus filhos: o que pensam, como se sentem e com o que se preocupam. Não pense que eles vão desenvolver fé só por ir às reuniões e ao campo com você. Fale sobre Jeová durante suas atividades do dia a dia. Ore com seus filhos e não se esqueça deles nas suas orações. Tente perceber que pressões eles estão enfrentando e os ajude a lidar com elas.

ENSINE DE CORAÇÃO

6. Como os pais podem estar bem preparados para ensinar seus filhos?

6 Quando Jesus ensinava, ele conseguia tocar o coração dos que o ouviam porque amava a Jeová, a Palavra de Deus e as pessoas. (Luc. 24:32; João 7:46) Da mesma forma, quando os pais amam a Jeová, fica mais fácil tocar o coração dos filhos. (Deuteronômio 6:5-8; Lucas 6:45.) Por isso, pais, sejam bons estudantes da Bíblia e das publicações. Procurem aprender mais sobre as coisas que Jeová criou. (Mat. 6:26, 28) Com isso, vocês vão conhecer melhor a Jeová, fortalecer sua amizade com ele e estar bem preparados para ensinar seus filhos. — Luc. 6:40.

7, 8. Se os pais tiverem a verdade no coração, o que eles vão fazer? Dê um exemplo.

7 Pais, se vocês tiverem a verdade no seu coração, vão querer falar sobre ela com os filhos. Mas não façam isso apenas quando estiverem preparando as reuniões ou durante a adoração em família. Qualquer hora é hora de falar sobre Jeová! Isso não deve ser algo forçado, mas deve acontecer naturalmente, como parte da conversa do dia a dia. Um casal dos Estados Unidos faz isso. Eles falam sobre Jeová com os filhos quando veem alguma coisa interessante na natureza ou quando provam uma comida gostosa. Eles dizem: “A gente lembra nossos filhos de como Jeová nos ama. Quando criou as coisas pra nós, Jeová pensou em cada detalhe.” Um casal na África do Sul aproveita para falar da criação quando cuida do jardim junto com as duas filhas. Por exemplo, eles talvez usem uma semente para mostrar como é incrível que dali surge uma planta. Eles dizem: “Queremos que elas deem valor à criação e vejam como ela está cheia de detalhes fascinantes.”

8 Um pai na Austrália levou seu filho de 10 anos ao museu. Ele aproveitou essa oportunidade para fortalecer a fé do filho em Deus e na criação. O pai conta: “No museu, aprendemos sobre alguns animais pré-históricos que viviam no mar, chamados amonites e trilobites. Segundo a evolução, uma forma de vida mais simples se transformou numa forma de vida mais complexa. Mas esses animais antigos já eram bonitos, complexos e completos, assim como os animais que conhecemos hoje. Como é que a evolução explica isso? Fiquei muito impressionado e conversei sobre isso com meu filho.”

USE BOAS ILUSTRAÇÕES

9. (a) Por que é bom usar ilustrações? (b) Que ilustração uma mãe usou?

9 Jesus gostava de usar ilustrações porque elas fazem a pessoa raciocinar, tocam o coração e ajudam a lembrar do assunto. (Mat. 13:34, 35) Sabemos que as crianças têm uma imaginação e tanto! Por isso, pais, usem e abusem das ilustrações ao ensinar seus filhos. Uma mãe no Japão fez exatamente isso. Quando seus meninos tinham 8 e 10 anos, ela lhes ensinou como Jeová mostrou amor por nós ao criar a atmosfera da Terra. Como ela fez isso? Ela deu aos meninos um pouco de leite, açúcar e café. Daí pediu que fizessem para ela um café com leite. Ela disse: “Eles fizeram com o maior cuidado. Quando perguntei por que tinham caprichado tanto, eles responderam que queriam fazer o café do jeitinho que eu gostava. Expliquei que Deus fez a mesma coisa; ele misturou os gases na atmosfera do jeitinho que a gente ia precisar.” Essa ilustração combinou com a idade dos filhos. Além disso, a mãe conseguiu prender a atenção deles. Em vez de só ficarem sentados, ouvindo, eles aprenderam por participar numa atividade. Eles nunca se esqueceram dessa lição!

Use ilustrações simples para mostrar aos seus filhos que existe um Criador (Veja o parágrafo 10.)

10, 11. (a) Que ilustrações você pode usar para ajudar seu filho a desenvolver fé em Deus? (Veja também a foto no começo do artigo.) (b) Que ilustrações você tem usado?

10 Você pode ajudar seus filhos a desenvolver fé em Deus até com uma receita de bolo. Como? Depois que fizer um bolo, explique como é importante seguir a receita. Daí, dê uma maçã (ou outra fruta) a seu filho e pergunte: “Você sabia que essa maçã também tem uma receita?” Corte a maçã no meio e dê uma semente a ele. Você pode falar que a receita para fazer a maçã está “escrita” dentro da semente, só que é muito mais complicada do que a receita do bolo. Pergunte: “Se alguém teve de escrever a receita do bolo, quem escreveu a receita da maçã, que é muito mais difícil?” Para uma criança um pouco mais velha, você pode explicar que a receita para fazer a maçã — aliás, do pé de maçã inteiro — está no código do DNA. Vocês dois podem dar uma olhada nas gravuras das páginas 10 a 20 da brochura A Origem da Vida.

11 Muitos pais gostam de conversar com os filhos sobre a série de artigos “Teve um Projeto?”, da revista Despertai!. No caso das crianças pequenas, os pais podem explicar a matéria de forma simples. Por exemplo, um casal na Dinamarca comparou os aviões com os pássaros. Eles disseram: “Os aviões se parecem com os pássaros. Mas será que os aviões botam ovos e daí saem aviõezinhos? Será que os pássaros precisam de uma pista para poder pousar? O que você prefere ouvir: o barulho de um avião ou o canto de um pássaro? Então, quem é mais inteligente: quem fez o avião ou quem fez o pássaro?” Quando fazemos boas perguntas, ensinamos nossos filhos a raciocinar e os ajudamos a desenvolver fé em Deus. — Pro. 2:10-12.

12. Por que é bom ser criativo para ajudar seu filho a ver que a Bíblia está sempre certa?

12 Tente ser criativo para ajudar seu filho a ver que a Bíblia está sempre certa, até quando fala de assuntos científicos. Veja o caso de Jó 26:7. (Leia.) Como você pode usar esse texto para provar que a Bíblia vem de Deus? Você poderia simplesmente explicar o que o texto quer dizer. Mas que tal fazer seu filho usar a imaginação? Primeiro, explique que nos dias de Jó não existiam telescópios nem naves espaciais. Por isso, seria difícil para as pessoas acreditarem que a Terra estava ‘suspensa sobre o nada’, como Jó tinha dito. Daí, peça para seu filho fazer de conta que vive nos dias de Jó. Ele pode dizer algo como: “Eu não consigo acreditar que a Terra fica flutuando por aí. Por exemplo, tá vendo essa pedra aqui? Ela tem que ficar em cima de alguma coisa.” Depois dessa encenação, você pode dizer que as pessoas só descobriram muito tempo depois que a Terra flutua no espaço. Isso pode ajudar seu filho a ver que a Bíblia está sempre certa. — Nee. 9:6.

MOSTRE QUE OS CONSELHOS DA BÍBLIA SÃO PARA O NOSSO BEM

13, 14. Como os pais podem ensinar os filhos que os conselhos da Bíblia são para o nosso bem?

13 Também é muito importante ensinar os filhos que os conselhos da Bíblia são para o nosso bem. (Leia Salmo 1:1-3.) Existem muitas maneiras de fazer isso. Por exemplo, peça a seu filho para imaginar que ele vai viver numa ilha deserta e precisa escolher algumas pessoas para ir junto. Daí, pergunte: “Para que todo mundo ali se dê bem, que qualidades essas pessoas precisam ter?” Depois você pode ler Gálatas 5:19-23 para mostrar que tipo de pessoas Jeová quer no Paraíso.

14 Isso pode ensinar duas importantes lições aos seus filhos. Primeiro, quando obedecemos a Deus, temos uma vida feliz e vivemos em paz com outros. Segundo, por meio das orientações da Bíblia, Jeová está nos preparando para viver no novo mundo. (Isa. 54:13; João 17:3) Para deixar isso bem claro, você pode usar o exemplo de alguém mencionado nas nossas publicações. Pode ser um exemplo da série “A Bíblia Muda a Vida das Pessoas”, que sai na Sentinela. Ou talvez um irmão na sua congregação tenha feito grandes mudanças na vida para agradar a Jeová. Que tal pedir que ele conte a história dele para sua família? Exemplos assim dão vida às orientações de Jeová! — Heb. 4:12.

15. O que vai ajudar você a ensinar seus filhos?

15 Resumindo: não deixe que ensinar seu filho vire uma rotina sem graça. Use a imaginação. Faça coisas que ajudem seu filho a pensar, levando em conta a idade dele. Faça com que aprender sobre Jeová seja interessante, algo que fortalece a fé. Um pai disse: “Nunca se canse de encontrar novas maneiras de ensinar as mesmas coisas.”

TENHA UMA FÉ FORTE, SEJA PACIENTE E ORE A JEOVÁ

16. Por que é importante ter paciência ao ensinar os filhos? Dê um exemplo.

16 Para desenvolvermos fé, precisamos do espírito de Deus. (Gál. 5:22, 23) Assim como uma fruta, a fé precisa de tempo para crescer. Por isso, você precisa ter paciência e não desistir de ensinar seus filhos. Um pai no Japão, que criou dois filhos, contou o que deu certo no caso dele: “Basicamente, eu e minha esposa dávamos muita atenção aos nossos filhos. Desde que eram bem pequenos, eu estudava com eles 15 minutos por dia, menos nos dias das reuniões. Isso não era pesado demais nem pra nós nem pra eles.” Um superintendente de circuito disse: “Quando eu era adolescente, eu não falava pros meus pais todas as dúvidas e perguntas que eu tinha. Mas com o tempo muitas delas foram respondidas na reunião, no estudo em família ou no meu estudo pessoal. Por isso, é importante que os pais simplesmente continuem fazendo a sua parte.”

Pais, para ensinar bem os seus filhos, a Palavra de Deus tem de estar primeiro no seu coração (Veja o parágrafo 17.)

17. (a) Por que é importante que os pais deem um bom exemplo de fé em Jeová? (b) Como um casal faz isso?

17 Naturalmente, é muito importante que você dê um bom exemplo de fé em Jeová. Seus filhos observam o que você faz. Por isso, pais, continuem a fortalecer a sua própria fé. Deixem que seus filhos vejam como Jeová é real para vocês. Quando um casal nas ilhas das Bermudas passa por uma situação difícil, eles oram junto com as filhas, pedindo a ajuda de Jeová. Eles também incentivam suas filhas a fazer o mesmo. “A gente costuma dizer pra nossa filha mais velha: ‘Confie totalmente em Jeová, tenha sempre bastante pra fazer na obra do Reino e não se preocupe demais.’ Quando ela vê que isso dá certo, ela sabe que Jeová está nos ajudando. Isso tem fortalecido muito a fé dela em Jeová e na Bíblia.”

18. No fim das contas, o que os pais precisam ter em mente?

18 É claro que, no fim das contas, os filhos precisam fazer a parte deles para desenvolver fé. Como pais, vocês podem plantar e regar. Mas só Deus pode fazer crescer. (1 Cor. 3:6) Sendo assim, orem pedindo espírito santo e façam o máximo para ensinar seus queridos filhos. Daí, Jeová vai abençoar seus esforços. — Efé. 6:4.