Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Setembro de 2016

Continue lutando para receber as bênçãos de Jeová

Continue lutando para receber as bênçãos de Jeová

“Você lutou com Deus e com homens e por fim saiu vencedor.” — GÊN. 32:28.

CÂNTICOS: 60, 38

1, 2. Que desafios os servos de Jeová enfrentam?

DESDE o primeiro homem fiel, Abel, até hoje, os que são leais a Jeová enfrentam desafios. O apóstolo Paulo escreveu que os cristãos hebreus queriam agradar a Jeová e receber as bênçãos dele. Por isso, eles “perseveraram numa grande luta, com muito sofrimento”. (Heb. 10:32-34) Paulo comparou a luta dos cristãos com o esforço que os atletas gregos faziam quando participavam em competições, como corrida, luta livre e boxe. (Heb. 12:1, 4) Hoje, estamos na corrida pela vida. Enfrentamos inimigos que querem nos distrair, nos derrubar, nos impedir de ter alegria agora e de receber o prêmio da vida eterna no futuro.

2 Quem são esses inimigos? Para começar, temos uma forte luta, ou “luta corpo a corpo”, contra Satanás e seu mundo. (Efé. 6:12, nota) É essencial não nos deixar influenciar pelas coisas do mundo, como seus ensinos e seu modo de pensar. Também é importante lutar contra práticas erradas, como fumar, beber demais, usar drogas e cometer imoralidade. Além disso, temos sempre de lutar contra nossas fraquezas e o desânimo. — 2 Cor. 10:3-6; Col. 3:5-9.

3. Como Jeová nos treina para lutar contra nossos inimigos?

3 Será que é possível vencer esses inimigos tão poderosos? É possível, mas exige esforço. Comparando a si mesmo a um boxeador, Paulo disse: “Direciono os meus golpes de modo a não golpear o ar.” (1 Cor. 9:26) Assim como um boxeador luta contra seu adversário, nossa melhor defesa é o ataque. Jeová nos treina e nos ajuda nessa luta. Como? Por meio da Bíblia e das publicações, e também das reuniões, assembleias e congressos. Você está colocando em prática o que está aprendendo? Deixar de fazer isso seria como “golpear o ar”; você não vai conseguir vencer o inimigo.

4. Como podemos vencer o mal?

4 Nossos inimigos podem nos atacar quando menos esperamos ou quando estamos mais desanimados. Por isso, precisamos ficar alertas. A Bíblia diz: “Não se deixe vencer pelo mal, mas continue vencendo o mal com o bem.” (Rom. 12:21) As palavras “não se deixe vencer pelo mal” mostram que podemos vencer o mal, se não desistirmos de lutar. Mas, se baixarmos a guarda e pararmos de lutar, poderemos ser vencidos por Satanás e seu mundo e por nossas fraquezas. Satanás quer que você fique com medo e desista. Não deixe que ele consiga isso! — 1 Ped. 5:9.

5. (a) O que vai nos ajudar a vencer a luta e ganhar as bênçãos de Deus? (b) Que exemplos bíblicos vamos analisar?

5 Para vencermos, não podemos nos esquecer do motivo de estarmos lutando: queremos agradar a Deus e ter as suas bênçãos. Para isso, precisamos ter sempre em mente o que diz Hebreus 11:6: “Quem se aproxima de Deus tem de crer que ele existe e que se torna o recompensador dos que o buscam seriamente.” O verbo grego traduzido ‘buscar seriamente’ passa a ideia de intensidade e de grande esforço. (Atos 15:17) A Bíblia está cheia de exemplos de homens e mulheres fiéis que fizeram exatamente isso para ter as bênçãos de Jeová. Jacó, Raquel, José e Paulo enfrentaram situações difíceis tanto em sentido emocional como físico. Mas o exemplo deles prova que Deus abençoa quem persevera. Como podemos imitá-los?

DEUS ABENÇOA QUEM PERSEVERA

6. (a) O que ajudou Jacó a perseverar? (Veja a gravura no começo do artigo.) (b) Como Jacó foi recompensado?

6 O fiel Jacó conseguiu perseverar na sua luta porque amava a Jeová e dava valor a coisas espirituais. Ele confiava totalmente na promessa de Jeová de abençoar seus descendentes. (Gên. 28:3, 4) Isso nos ajuda a entender por que Jacó, com quase 100 anos de idade, fez tudo o que podia para receber uma bênção de Deus; ele chegou até a lutar com um anjo. (Gênesis 32:24-28.) Será que Jacó tinha condições de vencer a luta contra um anjo? Claro que não! Mas ele tinha determinação e não ia desistir até receber uma bênção! E sua perseverança foi recompensada. Ele recebeu o nome de Israel, que significa “aquele que luta (persevera) com Deus” ou “Deus luta”. Jacó recebeu a recompensa que todos nós queremos: a bênção e a aprovação de Jeová.

7. (a) Que problema Raquel enfrentou? (b) O que Raquel fez? Como ela foi abençoada?

7 Raquel, a querida esposa de Jacó, também queria muito ver como Jeová iria cumprir a promessa feita a seu marido. Mas ela lutava com um problema que parecia não ter solução: ela não conseguia engravidar. Naquele tempo, as mulheres ficavam arrasadas se não pudessem ter filhos. Como Raquel teve forças para lutar contra algo que era desgastante e estava totalmente fora do seu controle? Ela nunca perdeu a esperança. Em vez disso, ela continuou lutando contra o desânimo e fez ainda mais orações. Jeová ouviu seus pedidos sinceros, e com o tempo ela teve filhos. Dá para entender por que Raquel disse certa vez: “Lutei . . . e saí vencedora!” — Gên. 30:8, 20-24.

8. (a) Que dificuldades José enfrentou? (b) Como o exemplo de José pode nos ajudar?

8 José, filho de Jacó e Raquel, também teve de enfrentar situações difíceis que provaram sua fé. Sem dúvida, o bom exemplo de seus pais o influenciou muito. Quando José tinha 17 anos, a vida dele virou de cabeça para baixo. Os irmãos de José tinham ciúme dele e o venderam como escravo. Mais tarde, ele ficou vários anos preso no Egito, mesmo não tendo feito nada de errado. (Gên. 37:23-28; 39:7-9, 20, 21) Mas José não ficou desanimado nem ressentido, procurando vingança. Em vez disso, ele se concentrou na sua amizade com Jeová. (Lev. 19:18; Rom. 12:17-21) O exemplo de José pode nos ajudar. Por exemplo, alguns de nós tivemos uma infância difícil. Ou pode ser que tenhamos problemas que parecem não ter solução. Mesmo assim, precisamos continuar lutando e perseverando. Se fizermos isso, poderemos ter certeza de que Jeová vai nos abençoar. — Gênesis 39:21-23.

9. Como podemos imitar Jacó, Raquel e José?

9 Pense numa situação difícil que você está enfrentando. Pode ser que esteja sofrendo por causa de injustiça, preconceito ou zombaria. Ou talvez alguém, por ciúme, o tenha acusado de algo que você não fez. Em vez de desistir, lembre-se do que ajudou Jacó, Raquel e José a continuar servindo a Jeová com alegria. Jeová fortaleceu e abençoou esses servos porque eles davam valor à sua amizade com ele. Eles continuaram se esforçando e agindo de acordo com suas orações. Estamos bem perto do fim. Por isso, é importante nos apegar à nossa esperança. Você está disposto a se esforçar para agradar a Jeová, como que lutando por isso?

LUTE PARA RECEBER AS BÊNÇÃOS DE DEUS

10, 11. (a) Por que talvez tenhamos de lutar para receber as bênçãos de Deus? (b) O que vai nos ajudar a tomar boas decisões e fazer o que é certo?

10 Algumas situações podem exigir que lutemos para receber as bênçãos de Deus. Por exemplo, alguns lutam para vencer uma fraqueza. Outros precisam se esforçar para ter uma atitude positiva na pregação. Já outros têm de perseverar por causa de saúde fraca ou solidão. E ainda há alguns que acham muito difícil perdoar. Não importa há quanto tempo servimos a Jeová, todos nós precisamos lutar contra coisas que atrapalham nosso serviço a Deus. Ele sempre recompensa os fiéis.

Você está lutando para receber as bênçãos de Deus? (Veja os parágrafos 10 e 11.)

11 É verdade que tomar boas decisões e ser um verdadeiro cristão é um grande desafio. Esse desafio é ainda maior quando nosso coração traiçoeiro nos puxa em outra direção. (Jer. 17:9) Se você perceber que precisa melhorar, não deixe de orar pedindo espírito santo. A oração e o espírito santo podem lhe dar forças para fazer o que é certo; assim Jeová vai poder abençoá-lo. Aja de acordo com suas orações. Tente ler a Bíblia todos os dias e tire tempo para fazer estudo pessoal e adoração em família. — Salmo 119:32.

12, 13. O que ajudou dois cristãos a controlar desejos errados?

12 Vários exemplos mostram que a Palavra de Deus, o espírito santo e as publicações ajudam os cristãos a vencer desejos errados. Um jovem leu o artigo “Como vencer desejos errados?”, na Despertai!, 8 de dezembro de 2003. Veja o que ele disse: “Pra mim, controlar pensamentos errados é uma luta. Quando li que, ‘para muitos, a luta para vencer desejos errados é mais intensa’, percebi que eu não estava sozinho. Senti que eu fazia parte da família de Jeová.” O artigo “Deus aprova estilos de vida alternativos?”, na Despertai!, 8 de outubro de 2003, também ajudou esse jovem. O artigo mencionou que para alguns a luta é como um “espinho na carne”. (2 Cor. 12:7) Mas, se essas pessoas continuarem a lutar para viver de um modo que agrada a Deus, elas poderão olhar para o futuro com confiança. Saber disso foi de ajuda para esse jovem. Ele disse: “Por isso, sei que posso continuar sendo fiel a Jeová. Agradeço muito a ele por usar sua organização pra nos ajudar a sobreviver nesse mundo mau, um dia por vez.”

13 Veja também o caso de uma irmã nos Estados Unidos. Ela escreveu: “Muito obrigada por sempre nos darem exatamente o que precisamos na hora certa. Muitas vezes parece que os artigos foram escritos pra mim. Já luto há muitos anos contra um desejo errado que Jeová odeia. Às vezes, dá vontade de entregar os pontos e desistir. Sei que Jeová é um Deus bom e perdoador. Mas por eu ter esse desejo errado e saber que, lá no fundo, eu não odeio esse desejo, sinto que não mereço a ajuda de Jeová. Lutar contra esse desejo acaba afetando tudo na minha vida. . . . Depois que li o artigo ‘Você tem “um coração para conhecer” a Jeová?’, na revista A Sentinela, 15 de março de 2013, eu realmente senti que Jeová quer me ajudar.”

14. (a) Como Paulo se sentia sobre suas fraquezas? (b) Como podemos vencer nossas fraquezas?

14 Romanos 7:21-25. Paulo sentiu na pele como é difícil lutar contra fraquezas e desejos errados. Mas ele tinha certeza de que podia vencer essa batalha por buscar a ajuda de Jeová em oração e demonstrar fé no sacrifício de Jesus. Nós também podemos vencer a luta contra nossas fraquezas. Como? Por imitar Paulo, por confiar totalmente em Jeová e não em nós mesmos e por ter fé no resgate.

15. Como orar a Jeová pode nos ajudar a continuar fiéis e a perseverar?

15 Às vezes, Deus pode permitir que mostremos até que ponto estamos preocupados com um assunto. Por exemplo, e se nós (ou um parente) ficarmos doentes ou formos vítimas de injustiça, o que vamos fazer? Se confiarmos totalmente em Jeová, vamos implorar a ajuda dele e pedir forças para nos manter fiéis, não perder a alegria nem enfraquecer espiritualmente. (Fil. 4:13) Os exemplos de muitos cristãos do passado e dos nossos dias provam que orar a Jeová renova nossas forças e nos dá coragem para continuar perseverando.

NÃO DESISTA DE LUTAR

16, 17. O que você está decidido a fazer?

16 O que o Diabo mais quer é ver você desistir de lutar. Por isso, esteja decidido a ‘se apegar ao que é bom’. (1 Tes. 5:21) Você pode vencer a batalha contra Satanás e seu mundo, e contra qualquer desejo errado que tenha. Mas, para isso, você precisa confiar que Deus pode e vai fortalecer você. — 2 Cor. 4:7-9; Gál. 6:9.

17 Portanto, continue lutando. Continue perseverando. Não desista. Tenha absoluta certeza de que Jeová vai ‘derramar sobre você uma bênção até que não falte mais nada’. — Mal. 3:10.