Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Outubro de 2017

Mostre amor “em ações e em verdade”

Mostre amor “em ações e em verdade”

“Devemos amar não em palavras nem com a língua, mas em ações e em verdade.” — JOÃO 3:18.

CÂNTICOS: 03, 50

1. Que tipo de amor é o mais importante, e por quê? (Veja a foto no começo do estudo.)

A BÍBLIA fala de um tipo de amor que é o mais importante de todos. Esse amor é chamado de agápe, e Jeová é a fonte dele. (1 João 4:7) O amor agápe nos motiva a agir de acordo com a vontade de Jeová. Esse amor inclui carinho e ternura, mas vai além dos sentimentos. Ele só pode ser visto por meio de ações. Quando nós mostramos esse amor ou alguém mostra esse amor por nós, nossa vida fica mais alegre e tem muito mais sentido.

2, 3. Como Jeová mostrou amor pelos humanos?

2 Antes de ter criado Adão e Eva, Jeová já havia mostrado amor pelos humanos. Ele não deu ao homem apenas um lugar para morar. Ele fez tudo para que o homem vivesse com alegria e tivesse prazer na vida. Jeová criou a Terra pensando no nosso benefício, não no dele. Ele também disse para Adão e Eva que eles poderiam viver para sempre na Terra. Essa foi outra maneira de Jeová mostrar amor pelos humanos.

3 Depois que Adão e Eva se tornaram pecadores, Jeová mostrou amor como nunca antes. Ele tomou medidas para salvar os descendentes de Adão e Eva. Por que Jeová fez isso? Porque ele tinha certeza de que alguns humanos iam querer servir a ele. (Gên. 3:15; 1 João 4:10) A partir do momento que Jeová prometeu enviar um Salvador, era como se essa promessa já tivesse se cumprido. Depois de uns 4 mil anos, Jeová fez o maior sacrifício possível: ele deu a vida do seu Filho para salvar a humanidade. (João 3:16) Jeová não foi egoísta. Pelo contrário, ele mostrou que nos ama muito, e nós somos muito gratos por isso.

4. Que exemplos mostram que pessoas imperfeitas podem mostrar amor?

4 Deus nos criou à imagem dele. Por isso, nós também temos a capacidade de pensar nos outros e mostrar amor. Por causa da imperfeição, pode ser difícil fazer isso, mas não é impossível. Por exemplo, Abel mostrou amor por Jeová quando ofereceu o melhor dos seus rebanhos. (Gên. 4:3, 4) Noé mostrou amor pelas pessoas ao pregar a mensagem de Deus por muitos anos. E olha que ninguém dava atenção ao que ele falava! (2 Ped. 2:5) Abraão colocou seu amor a Jeová acima dos seus próprios sentimentos. Ele estava disposto a oferecer seu filho Isaque como sacrifício. (Tia. 2:21) Mesmo que às vezes seja difícil, nós queremos imitar esses servos fiéis de Jeová e mostrar amor.

O QUE É “AMOR SEM HIPOCRISIA”

5. Como podemos mostrar amor verdadeiro?

5 A Bíblia diz que mostramos o amor verdadeiro “não em palavras nem com a língua, mas em ações e em verdade”. (1 João 3:18) Será que isso quer dizer que não podemos expressar nosso amor com palavras? É claro que podemos! (1 Tes. 4:18) Mas nosso amor não pode ficar apenas em palavras, principalmente quando as circunstâncias exigem ação. Por exemplo, quando um irmão está passando necessidade, não basta apenas dizer: “Vai dar tudo certo!” (Tia. 2:15, 16) Além disso, o amor por Jeová e pelas pessoas nos motiva não só a pedir mais trabalhadores para a colheita. (Mat. 9:38) Nós mesmos queremos fazer o máximo na pregação.

6. O que significa ter “amor sem hipocrisia”?

6 O apóstolo João escreveu que devemos amar “em ações e em verdade”. Nosso amor deve ser “sem hipocrisia”. (Rom. 12:9; 2 Cor. 6:6) Isso significa que não podemos fingir ser o que não somos, como se estivéssemos usando uma máscara. Quem é hipócrita não mostra amor verdadeiro. O amor de uma pessoa hipócrita é como dinheiro falsificado — não tem nenhum valor.

7. Quais são alguns exemplos de amor falsificado?

7 Veja alguns exemplos de amor fingido. No jardim do Éden, Satanás parecia estar preocupado com Eva. Mas era tudo fingimento, ele agiu pensando apenas nele mesmo. (Gên. 3:4, 5) Aitofel era amigo do rei Davi, mas só de fachada. Ele traiu Davi assim que teve uma oportunidade de sair ganhando. (2 Sam. 15:31) Hoje, apóstatas e outras pessoas usam “conversa suave e bajulação” para fingir que são pessoas amorosas. Mas eles são egoístas e só querem causar problemas na congregação. — Rom. 16:17, 18.

8. O que devemos nos perguntar?

8 O amor de uma pessoa hipócrita não passa de uma imitação barata do amor verdadeiro. Mesmo que um hipócrita engane algumas pessoas, ele não é capaz de enganar a Jeová. Jesus disse que os hipócritas seriam punidos “com a maior severidade”. (Mat. 24:51) Os servos de Jeová não querem ter esse tipo de amor fingido. Por isso, é bom nos perguntarmos: ‘Será que o meu amor é verdadeiro? Ou às vezes eu faço coisas fingindo que é para o bem dos outros, mas na verdade é pensando em mim mesmo?’ Vamos ver nove maneiras de mostrarmos “amor sem hipocrisia”.

COMO MOSTRAR AMOR EM AÇÕES E EM VERDADE

9. Quem ama de verdade faz o quê?

9 Fique contente em servir nos bastidores. Sempre que possível, devemos manter em segredo as coisas boas que fazemos por outros. (Leia Mateus 6:1-3; 6:4.) Ananias e Safira não agiram assim. Eles eram hipócritas e gostavam dos holofotes. Eles podiam ter feito um donativo sem chamar a atenção, mas em vez disso descaradamente exageraram o valor que estavam doando. O resultado foi trágico. (Atos 5:1-10) Quem ama de verdade gosta de ajudar as pessoas sem chamar a atenção. Por exemplo, nós não ficamos sabendo os nomes dos irmãos que ajudam o Corpo Governante a preparar o alimento espiritual. Esses irmãos não chamam a atenção para si mesmos nem contam em que publicações trabalharam.

10. Como podemos dar honra às pessoas?

10 Tome a iniciativa em dar honra às pessoas. (Leia Romanos 12:10.) Jesus honrou seus apóstolos quando realizou uma tarefa que deveria ser feita por um escravo. (João 13:3-5, 12-15) Os apóstolos demoraram para entender como podiam imitar a humildade de Jesus. Eles só entenderam isso depois que receberam espírito santo. Isso mostra que, para sermos humildes como Jesus, precisamos nos esforçar. (João 13:7) Uma das maneiras de honrar outros é não achar que somos melhores só porque estudamos muito, temos algumas coisas materiais ou privilégios na congregação. (Rom. 12:3) Também pode ser que alguém receba um elogio, e nós achamos que temos parte do crédito pelo que a pessoa fez. Quando isso acontece, não ficamos com inveja. Em vez disso, ficamos felizes pela pessoa.

11. Por que nossos elogios devem ser sinceros?

11 Dê elogios sinceros. Devemos procurar oportunidades para dar elogios. Quando elogiamos os irmãos, eles ficam mais motivados a fazer o que é certo. (Efé. 4:29) Mas nossos elogios devem ser sinceros. Se elogiarmos da boca pra fora, isso vai apenas inflar o ego da pessoa. (Pro. 29:5) Também não seria correto dar elogios para se livrar da responsabilidade de ajudar a pessoa a melhorar. Quem dá um elogio, mas depois critica a pessoa pelas costas, é hipócrita. O apóstolo Paulo era sincero ao dar elogios. Ele elogiou os irmãos em Corinto pelas coisas boas que faziam. (1 Cor. 11:2) Mas, em alguns aspectos, eles não mereciam elogios. Daí, de modo bondoso, Paulo mostrou que eles precisavam melhorar. — 1 Cor. 11:20-22.

Mostramos hospitalidade e amor quando ajudamos irmãos que estão passando necessidade (Veja o parágrafo 12.)

12. Como podemos ser hospitaleiros e generosos de coração?

12 Seja hospitaleiro e generoso. Jeová diz que devemos ser hospitaleiros e generosos com os nossos irmãos. (Leia 1 João 3:17.) Mas devemos fazer isso de coração, não pensando no que vamos ganhar. Podemos nos perguntar: ‘Será que eu sou hospitaleiro somente com meus amigos, com pessoas que têm destaque ou que poderiam me ajudar de algum modo? Ou também sou generoso com irmãos que não podem fazer nada por mim? Será que eu procuro ajudar irmãos que ainda não conheço bem?’ (Luc. 14:12-14) É verdade que alguns irmãos passam necessidade porque tomaram decisões sem pensar. Outros talvez esqueçam de agradecer a nossa ajuda. Nesses casos, o que devemos fazer? A Bíblia diz: “Sejam hospitaleiros uns com os outros, sem resmungar.” (1 Ped. 4:9) Pessoas generosas e hospitaleiras são mais felizes. — Atos 20:35.

13. (a) O que pode testar o nosso amor? (b) Como podemos ajudar os fracos?

13 Ajude os fracos. A Bíblia diz: “Amparem os fracos, sejam pacientes com todos.” (1 Tes. 5:14) Essa ordem pode testar se o nosso amor é mesmo verdadeiro. Como assim? Algumas pessoas que estão fracas com o tempo ficam fortes na fé. Mas outras precisam de ajuda constante, e isso exige amor e paciência. Para ajudar uma pessoa assim, talvez seja preciso ler textos bíblicos que dão consolo, convidá-la para ir com você na pregação ou tirar tempo para ouvir o que ela está sentindo. Além disso, não devemos simplesmente julgar um irmão como “fraco” ou “forte”. A verdade é que todos nós temos pontos fracos e pontos fortes. Até o apóstolo Paulo reconhecia que tinha fraquezas. (2 Cor. 12:9, 10) Uma hora ou outra, todos nós vamos precisar de ajuda e encorajamento.

14. O que devemos fazer para viver em paz com os nossos irmãos?

14 Faça as pazes. Nós fazemos tudo o que podemos para viver em paz com os irmãos, mesmo quando achamos que fomos mal interpretados ou tratados injustamente. (Leia Romanos 12:17, 18.) Quando alguém está magoado com a gente, pedir desculpas ajuda muito, mas é preciso ser sincero. Por exemplo, em vez de dizer apenas: “Sinto muito pelo que aconteceu”, é melhor admitir sua parcela de culpa e dizer: “Eu não queria ter feito você se sentir assim.” Também é muito importante manter a paz no casamento. Alguns casais fingem que se amam quando estão na frente dos outros. Mas, quando chegam em casa, ficam sem se falar, machucam um ao outro com palavras ou até se agridem fisicamente. Os cristãos nunca agem assim.

15. Como podemos perdoar de coração?

15 Perdoe de coração. Fazemos isso quando não guardamos ressentimento contra quem nos ofendeu. A Bíblia nos incentiva a suportar uns aos outros e a nos esforçar para manter a união e a paz. (Efé. 4:2, 3) Isso nos ajuda a perdoar até quando a pessoa nem percebe que nos ofendeu. Perdoar de coração envolve controlar a nossa mente para não ‘contabilizar os erros’. (1 Cor. 13:4, 5, nota) Quem guarda ressentimento corre o risco de prejudicar sua amizade com a pessoa que o ofendeu e com Jeová. (Mat. 6:14, 15) Outra forma de mostrar que perdoamos de coração é orar pelos que nos magoaram. — Luc. 6:27, 28.

16. Como devemos ver nossos privilégios no serviço de Jeová?

16 Esteja disposto a fazer sacrifícios. Quando recebemos privilégios no serviço de Jeová, devemos ver isso como uma oportunidade de mostrar que nosso amor é verdadeiro. Como? Por “buscar não a [nossa] própria vantagem, mas a da outra pessoa”. (1 Cor. 10:24) Por exemplo, em assembleias e congressos, os indicadores são orientados a chegar mais cedo. Mas eles não aproveitam para marcar os melhores lugares para eles ou para sua família. Pelo contrário, os indicadores sentam na área em que vão trabalhar, mas deixam os melhores lugares para os irmãos. Quando fazem esse tipo de sacrifício, eles mostram amor verdadeiro. Como você pode imitar o bom exemplo deles?

17. O que uma pessoa que cometeu um pecado grave precisa fazer?

17 Não esconda pecados graves. Alguns cristãos tentam esconder um pecado grave, talvez por vergonha ou medo de decepcionar alguém. (Pro. 28:13) Mas esconder um pecado prejudica tanto o pecador como outras pessoas. Fazer isso pode impedir o fluxo do espírito santo e atrapalhar a paz na congregação. Por isso, não é amoroso esconder um pecado grave. (Efé. 4:30) O amor verdadeiro motiva a pessoa que pecou a falar com os anciãos, que vão dar a ajuda necessária. — Tia. 5:14, 15.

18. Por que é importante mostrar amor verdadeiro?

18 O amor é a qualidade mais importante de todas. (1 Cor. 13:13) Quando mostramos amor, deixamos claro que seguimos a Cristo e que imitamos a Jeová, o Deus de amor. (Efé. 5:1, 2) O apóstolo Paulo escreveu: ‘Se eu não tiver amor, nada sou.’ (1 Cor. 13:2) Então, vamos continuar a mostrar amor não apenas em palavras, mas também “em ações e em verdade”.