Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Outubro de 2017

Como carros de guerra e uma coroa protegem você?

Como carros de guerra e uma coroa protegem você?

“Isso acontecerá, se realmente escutarem a voz de Jeová, seu Deus.” — ZAC. 6:15.

CÂNTICOS: 17, 136

1, 2. Qual era a situação em Jerusalém depois que Zacarias teve a visão da mulher dentro do cesto?

DEPOIS de ter a visão da mulher dentro do cesto, o profeta Zacarias deve ter ficado pensativo. Jeová tinha dito que as pessoas desonestas pagariam pelos seus erros. Sem dúvida, essa promessa fortaleceu Zacarias. Mas, infelizmente, nada mudou. Ainda havia maldade e desonestidade entre o povo. E a reconstrução do templo em Jerusalém estava longe de terminar. Por que os judeus deixaram de fazer essa tarefa que o próprio Jeová tinha ordenado? Será que eles achavam que tinham voltado para sua terra apenas para cuidar dos seus próprios interesses?

2 Zacarias sabia que os judeus que se mudaram para Jerusalém tinham fé em Jeová. Deus tinha motivado o coração deles para que deixassem suas casas e seus negócios para trás. (Esd. 1:2, 3, 5) Bem ou mal, Babilônia era a casa deles, mas eles aceitaram se mudar para um lugar que a maioria deles nunca tinha visto. Por quê? Porque queriam ajudar a reconstruir o templo. Se eles não achassem isso importante, não teriam feito uma viagem tão difícil de uns 1.600 quilômetros para chegar em Jerusalém.

3, 4. Que desafios os judeus que voltaram para Jerusalém tiveram?

3 Como foi essa viagem? Enquanto percorriam o longo caminho de Babilônia a Jerusalém, os judeus devem ter pensado muito em como seria o seu novo lar. Os mais velhos, que tinham visto a beleza do antigo templo, devem ter contado que Jerusalém era uma cidade muito bonita. (Esd. 3:12) Imagine que você está viajando com eles. Como você se sente quando vê de longe a cidade que vai ser seu novo lar? Você fica triste ao observar a cidade em ruínas, com mato crescendo por todo lado? Como se sente ao ver as muralhas destruídas de Jerusalém, cheias de buracos onde antes havia portões e guardas? Será que você fica com saudade das muralhas duplas de Babilônia? A situação dos judeus não era fácil, mas eles foram corajosos. Eles tinham sentido a ajuda e a proteção de Jeová durante a longa viagem de volta para sua terra. A primeira coisa que fizeram ao chegar em Jerusalém foi construir um altar onde antes ficava o templo. Ali, eles começaram a oferecer sacrifícios a Jeová diariamente. (Esd. 3:1, 2) Eles estavam tão empolgados que parecia que nada podia desanimá-los.

4 Mas, além de reconstruir o templo, os israelitas tinham que reconstruir suas cidades e suas casas. Eles também tinham campos para cultivar e bocas para alimentar. (Esd. 2:70) Eles devem ter se sentido sobrecarregados com tanto trabalho. E logo surgiu oposição. De início, eles continuaram firmes, mas os inimigos continuaram a se opor a eles por 15 anos. Toda essa perseguição cobrou um preço alto: eles começaram a desanimar. (Esd. 4:1-4) E, para piorar as coisas, em 522 antes de Cristo, o rei da Pérsia proibiu o povo de continuar a construção. O futuro de Jerusalém parecia sombrio. — Esd. 4:21-24.

5. O que Jeová fez para ajudar seu povo?

5 Jeová sabia do que o seu povo estava precisando. Por isso, ele fez Zacarias ter uma última visão. Nessa visão, Jeová deixou claro que amava seu povo e que estava feliz com tudo o que eles já tinham feito em Jerusalém. Ele também os incentivou a voltar a trabalhar na reconstrução do templo e disse que os protegeria. Sobre a reconstrução, Jeová garantiu: “Isso acontecerá, se realmente escutarem a voz de Jeová, seu Deus.” — Zac. 6:15.

UM EXÉRCITO DE ANJOS

6. (a) Como começa a última visão de Zacarias? (Veja o desenho no começo do estudo.) (b) Por que os cavalos são de cores diferentes?

6 A última visão de Zacarias talvez seja a que mais fortaleceu a fé dos judeus. (Leia Zacarias 6:1-3.) Tente imaginar o que Zacarias viu. “De entre dois montes . . . de cobre” saíram quatro carros de guerra. Os carros eram puxados por cavalos de cores diferentes. Isso ajudaria a diferenciar os cavaleiros em cada cavalo. Ao ver essa cena, Zacarias perguntou: “O que são esses?” (Zac. 6:4) Nós também estamos interessados em saber quem são esses cavaleiros. Afinal, essa visão tem muito a ver com os nossos dias.

Jeová ainda usa anjos para proteger e fortalecer seu povo

7, 8. (a) O que os dois montes representam? (b) Por que os montes são de cobre?

7 Na Bíblia, montes podem representar reinos, ou governos. Os montes da visão de Zacarias são parecidos com os montes da profecia de Daniel. Nos dois casos, um monte representa o governo de Jeová sobre todo o Universo. Esse governo sempre existiu e vai continuar existindo para sempre. O outro monte representa o Reino messiânico, que começou em 1914, quando Jesus se tornou Rei no céu. (Dan. 2:35, 45) Esses dois montes contribuem para que a vontade de Deus seja feita aqui na Terra.

8 Por que os montes são de cobre? Assim como o ouro, o cobre é um metal de excelente qualidade. Jeová orientou tanto os construtores do tabernáculo como os construtores do templo em Jerusalém a usar cobre. (Êxo. 27:1-3; 1 Reis 7:13-16) Então, faz sentido que os dois montes simbólicos sejam de cobre. Isso nos lembra que o governo de Jeová e o Reino de Jesus são de excelente qualidade. Esses dois governos vão trazer segurança e muitas bênçãos para toda a humanidade.

9. (a) Quem são os cavaleiros nos carros de guerra? (b) Que missão os cavaleiros receberam?

9 Quem são os cavaleiros nos carros de guerra? São anjos, provavelmente divididos em grupos. (Leia Zacarias 6:5-8.) Eles estavam saindo de diante do “Senhor de toda a terra” com uma missão especial. Que missão? Cada grupo de anjos ficou responsável por cuidar de um território. Eles deviam proteger o povo de Jeová, principalmente da “terra do norte”, que representava Babilônia. Jeová usaria seus anjos para impedir que Babilônia voltasse a tratar o povo dele como escravo. Os construtores do templo devem ter sentido um alívio muito grande ao saber que não precisavam se preocupar com os inimigos.

10. Como a visão de Zacarias sobre os carros de guerra nos ajuda hoje?

10 Assim como nos dias de Zacarias, Jeová dos exércitos ainda usa anjos para proteger e fortalecer o seu povo. (Mal. 3:6; Heb. 1:7, 14) Desde que o Israel espiritual foi libertado de Babilônia, a Grande, em 1919, a adoração verdadeira continua a crescer, apesar de constante oposição. (Apo. 18:4) O povo de Jeová conta com a proteção de um exército de anjos. Então, não precisamos ter medo de que a organização de Jeová volte a passar por um período de escravidão espiritual. (Sal. 34:7) Em vez disso, podemos ter certeza de que vamos continuar a nos fortalecer em sentido espiritual. Essa visão de Zacarias nos dá uma sensação de proteção. Nós sabemos que estamos debaixo da sombra dos dois montes: o governo de Jeová e de Jesus.

11. Por que não precisamos ter medo do ataque contra o povo de Deus na grande tribulação?

11 Muito em breve, os governos do mundo de Satanás formarão uma coalizão de nações para destruir o povo de Jeová. (Eze. 38:2, 10-12; Dan. 11:40, 44, 45; Apo. 19:19) A profecia de Ezequiel diz que esses governos virão contra nós com grande furor, montados em cavalos, como nuvens cobrindo a terra. (Eze. 38:15, 16) * Será que precisamos ter medo? De jeito nenhum! O exército de Jeová está do nosso lado. No momento mais crítico da grande tribulação, os anjos vão proteger o povo de Deus e destruir todos os que são contra o governo de Jeová dos exércitos. (2 Tes. 1:7, 8) Imagine como esse dia será incrível! Mas quem é o líder do exército de Jeová?

UM REI E SACERDOTE COROADO POR JEOVÁ

12. O que Jeová disse para Zacarias fazer?

12 No total, Zacarias teve oito visões. Depois da última, ele fez algo para encorajar os judeus que estavam ajudando na reconstrução do templo. (Leia Zacarias 6:9; 6:10-12.) Jeová disse para Zacarias pegar ouro e prata com Heldai, Tobias e Jedaías, três judeus que tinham acabado de voltar de Babilônia. Com esses materiais, ele devia fazer “uma coroa grandiosa”. (Zac. 6:11, nota) Na época, Zorobabel, um descendente de Davi, estava governando os judeus. Será que Zacarias ia colocar a coroa na cabeça de Zorobabel? Não. Os judeus devem ter ficado surpresos de ver a coroa sendo colocada na cabeça do sumo sacerdote, Josué.

13 Como sabemos que o Renovo é Jesus Cristo?

13 Será que, com isso, Josué se tornou o rei deles? Não, porque ele não era da família de Davi. A coroação dele foi um ato profético, ou seja, era um símbolo de algo que aconteceria no futuro. Jeová escolheria um sumo sacerdote e rei e o chamaria de Renovo. Os textos de Isaías 11:1 e Mateus 2:23 (nota) deixam claro que o Renovo é Jesus Cristo.

14. O que o Rei e Sumo Sacerdote Jesus está fazendo hoje?

14 Jesus é Rei e Sumo Sacerdote. Ele está sempre agindo para proteger o povo de Deus dos seus inimigos. Então, Jesus é a pessoa certa para ser o líder do exército de Jeová. (Jer. 23:5, 6) Em breve, ele vai vencer todas as nações, mostrando assim que apoia o governo de Jeová e que luta a favor do povo de Deus. (Apo. 17:12-14; 19:11, 14, 15) Mas, antes de destruir este mundo mau, o Renovo tem uma grande obra pela frente.

ELE “CONSTRUIRÁ O TEMPLO DE JEOVÁ”

15, 16. (a) Que trabalho de construção Jesus está fazendo hoje em dia? (b) Qual será a situação da Terra no fim dos mil anos?

15 Além de ser Rei e Sumo Sacerdote, Jesus também foi escolhido para ‘construir o templo de Jeová’. (Leia Zacarias 6:13.) Em que sentido Jesus está construindo hoje em dia? O trabalho de construção de Jesus começou em 1919, quando ele libertou o povo de Jeová de Babilônia, a Grande, e começou a purificar a congregação cristã. Ele também designou o “escravo fiel e prudente” para orientar a obra que é feita nos pátios terrestres do templo espiritual. (Mat. 24:45) Jesus também está refinando o povo de Deus, para que possamos adorar a Jeová de modo puro. — Mal. 3:1-3.

16 Durante os mil anos, Jesus e os 144 mil sacerdotes e reis vão ajudar os humanos fiéis a se tornar perfeitos. No final desse período, apenas os verdadeiros adoradores de Jeová vão viver aqui na Terra. Finalmente, todos os seres vivos estarão unidos na adoração a Jeová.

VOCÊ ESTÁ APOIANDO A CONSTRUÇÃO?

17. (a) O que Jeová disse para acabar com o medo e as dúvidas dos judeus? (b) Como os judeus reagiram à mensagem de Zacarias?

17 Que efeito a mensagem de Zacarias teve nos judeus daqueles dias? Jeová garantiu que os judeus seriam protegidos à medida que trabalhassem na construção. Essa mensagem deve ter enchido os corações deles de esperança. Mas como aqueles poucos judeus conseguiriam terminar uma obra tão grande? Zacarias disse que, além da ajuda de Heldai, Tobias e Jedaías, muitos outros ‘viriam para participar na construção do templo de Jeová’. (Leia Zacarias 6:15.) Essas palavras acabaram com qualquer dúvida ou medo que eles ainda tinham. Que efeito a mensagem de Zacarias teve? Com a confiança em Jeová renovada, os judeus colocaram a mão na massa e voltaram a construir em Jerusalém. Eles ainda estavam proibidos pelo rei da Pérsia de construir, mas logo Jeová removeu esse obstáculo. Poucos anos depois, em 515 antes de Cristo, o templo foi terminado. (Esd. 6:22; Zac. 4:6, 7) Mas as palavras de Zacarias têm um cumprimento muito maior nos dias de hoje.

Jeová nunca vai esquecer o amor que mostramos por ele (Veja os parágrafos 18 e 19.)

18. Como o texto de Zacarias 6:15 está se cumprindo hoje?

18 Em harmonia com as palavras de Zacarias 6:15, milhões de adoradores de Jeová hoje têm prazer em contribuir de coração com as suas “coisas valiosas”. (Pro. 3:9) Eles usam seu tempo, suas forças e seus recursos materiais para apoiar o templo espiritual. Jeová dá muito valor a tudo o que seus servos fiéis fazem. Como sabemos disso? Heldai, Tobias e Jedaías deram ouro e prata para Zacarias fazer a coroa. Depois, aquela coroa foi colocada no templo “como recordação” da contribuição que eles deram para a adoração verdadeira. (Zac. 6:14, nota) Do mesmo modo, Jeová nunca se esquece do amor que mostramos e das coisas que fazemos no serviço dele. (Heb. 6:10) Cada esforço que fazemos vai ficar para sempre na memória de Jeová.

19. Que efeito a visão de Zacarias deve ter sobre nós?

19 Nestes últimos dias, o povo de Jeová já realizou muita coisa em apoio à adoração verdadeira. Tudo isso só foi possível porque temos a bênção de Jeová e porque nosso líder é Jesus. Somos parte de uma organização forte, que nos protege e que vai durar para sempre. Temos certeza de que a vontade de Jeová em relação à adoração verdadeira vai se cumprir. Por isso, devemos escutar a voz de Jeová e dar valor a qualquer privilégio que temos na organização dele. Também devemos fazer nosso melhor para apoiar a adoração verdadeira. Assim, continuaremos a ser protegidos por nosso Rei e Sumo Sacerdote e pelos anjos. E temos certeza de que Jeová dos exércitos vai nos proteger até o fim deste mundo mau — e por toda a eternidade!

^ parágrafo. 11 Para saber mais sobre isso, veja “Perguntas dos Leitores”, em A Sentinela de 15 de maio de 2015.