Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Novembro de 2017

Não deixe nada impedir você de ganhar o prêmio

Não deixe nada impedir você de ganhar o prêmio

“Que nenhum homem . . . os prive do prêmio.” — COL. 2:18.

CÂNTICOS: 32, 55

1, 2. (a) O que os ungidos e as outras ovelhas esperam receber de Deus? (b) O que nos ajuda a continuar com os olhos concentrados no prêmio? (Veja o desenho no começo do estudo.)

ASSIM como o apóstolo Paulo, os cristãos ungidos hoje têm a esperança de receber “o prêmio da chamada para cima da parte de Deus”. (Fil. 3:14) Eles aguardam ansiosamente o tempo em que vão estar com Jesus no céu e ajudar os humanos a se tornar perfeitos. (Apo. 20:6) Os ungidos consideram o convite que receberam de Jeová como um privilégio muito especial. As outras ovelhas têm uma esperança diferente. Elas esperam viver para sempre no Paraíso na Terra. Esse é um prêmio maravilhoso! — 2 Ped. 3:13.

2 Paulo queria ajudar os irmãos ungidos a se manter fiéis e ganhar o prêmio. Por isso, ele disse: “Mantenham a mente fixa nas coisas de cima.” (Col. 3:2) Ou seja, eles deviam sempre se lembrar da maravilhosa esperança que tinham. (Col. 1:4, 5) O mesmo vale para nós hoje. Meditar no que Jeová vai fazer pelos seus servos nos ajuda a continuar com os olhos concentrados no prêmio, não importa se temos esperança de viver no céu ou na Terra. — 1 Cor. 9:24.

3. Sobre o que Paulo falou quando escreveu aos colossenses?

3 Paulo também falou sobre algumas coisas que podiam impedir os cristãos de ganhar o prêmio. Por exemplo, na sua carta aos irmãos em Colossos, ele falou de falsos cristãos que diziam que seguir a Lei mosaica era mais importante do que ter fé em Cristo. (Col. 2:16-18) Paulo também falou de outras coisas que até hoje são perigosas e podem nos impedir de ganhar o prêmio da vida. Ele explicou como podemos vencer desejos imorais e como lidar com problemas na congregação e na família. Por isso, vamos estudar alguns conselhos amorosos que Paulo escreveu na carta aos Colossenses.

CUIDADO COM OS DESEJOS IMORAIS!

4. Como os desejos imorais podem nos prejudicar?

4 Depois de lembrar os irmãos da maravilhosa esperança que tinham, Paulo escreveu: “Façam morrer, portanto, os membros do seu corpo com respeito a imoralidade sexual, impureza, paixão desenfreada, desejos prejudiciais e ganância.” (Col. 3:5) Os desejos imorais podem ser muito fortes e nos levar a perder a amizade com Jeová e a esperança para o futuro. Um irmão que se afastou de Jeová e depois voltou para a congregação disse: “Os desejos imorais foram tão fortes que, quando eu percebi, já era tarde demais.”

5. Que situações podem ser perigosas, e como podemos nos proteger?

5 Às vezes, passamos por situações em que podemos ser tentados a fazer coisas erradas. Daí, precisamos tomar ainda mais cuidado com os desejos imorais. Por exemplo, um casal de namorados deve reconhecer o perigo de ficar a sós. Além disso, logo no começo do namoro, eles devem conversar sobre demonstrações de carinho e beijo. Colocar limites vai ajudá-los a manter o namoro puro. (Pro. 22:3) Também podem surgir situações perigosas durante uma viagem a trabalho ou quando trabalhamos com pessoas do sexo oposto. (Pro. 2:10-12, 16) Então, diga a todos no trabalho que você é Testemunha de Jeová, se comporte de modo respeitoso e lembre que flertar é perigoso. Também podemos ser tentados a fazer coisas erradas quando estamos tristes, carentes ou emocionalmente abalados. Nessas ocasiões, pode ser que tenhamos muita vontade de estar com alguém que nos faça sentir importantes. Talvez estejamos tão desesperados por apoio emocional que acabamos nos sentindo atraídos a qualquer tipo de pessoa. Se um dia você se sentir assim, não faça nada que o impeça de ganhar o prêmio. Busque a ajuda de Jeová e dos irmãos na congregação. — Leia Salmo 34:18; Provérbios 13:20.

6. Por que precisamos tomar cuidado com o que vemos e ouvimos?

6 Para não alimentar os desejos imorais, precisamos tomar cuidado com o que vemos e ouvimos. A indústria do entretenimento hoje tem características que lembram as cidades de Sodoma e Gomorra. (Judas 7) Os produtores de músicas, filmes e programas de TV tentam mostrar a imoralidade sexual como algo que não faz mal a ninguém. Por isso, não podemos baixar a guarda. Temos que escolher bem o que vamos ver e ouvir. Não podemos deixar que nossa escolha de diversão nos impeça de ganhar o prêmio. — Pro. 4:23.

MOSTRE AMOR E BONDADE

7. Que problemas podem surgir na congregação?

7 As reuniões nos ajudam a manter os olhos concentrados no prêmio. Nelas, além de estudar a Bíblia juntos, nós sentimos o amor e a bondade dos irmãos. Todos nós concordamos que é uma bênção fazer parte da congregação. Só que, de vez em quando, podem acontecer mal-entendidos. Se eles não forem resolvidos, isso pode resultar em tensão e ressentimento. — 1 Pedro 3:8, 9.

8, 9. (a) Para ganhar o prêmio, temos que nos revestir de que qualidades? (b) O que podemos fazer quando um irmão nos magoa?

8 O que podemos fazer para que o ressentimento não nos impeça de ganhar o prêmio? Paulo disse: “Como escolhidos de Deus, santos e amados, revistam-se de terna compaixão, bondade, humildade, brandura e paciência. Continuem a suportar uns aos outros e a perdoar uns aos outros liberalmente, mesmo que alguém tenha razão para queixa contra outro. Assim como Jeová os perdoou liberalmente, vocês devem fazer o mesmo. Mas, além de todas essas coisas, revistam-se de amor, pois é o perfeito vínculo de união.” — Col. 3:12-14.

9 O amor e a bondade nos ajudam a ser perdoadores. Quando você estiver magoado com algo que um irmão disse ou fez, tente se lembrar de ocasiões em que você magoou alguém. Como se sentiu quando a pessoa, de modo bondoso e amoroso, desconsiderou seu erro? (Eclesiastes 7:21, 22.) Também é bom pensar na união dos servos de Jeová, que só é possível por causa da bondade de Jesus. (Col. 3:15) Todos nós adoramos o mesmo Deus, pregamos a mesma mensagem e enfrentamos basicamente os mesmos problemas. Quando somos amorosos, bondosos e perdoadores, ajudamos a manter a união do povo de Jeová. Também continuamos com os olhos concentrados no prêmio da vida.

10, 11. (a) Por que o ciúme é perigoso? (b) Como podemos impedir que o ciúme tome conta de nós?

10 A Bíblia tem exemplos que mostram que o ciúme pode nos impedir de ganhar o prêmio. Caim ficou com ciúme de seu irmão Abel e o matou. Corá, Datã e Abirão falaram mal de Moisés porque ficaram com ciúme dele. O rei Saul ficou com ciúme de Davi e tentou matá-lo. A Bíblia tem toda a razão quando diz: “Onde houver ciúme e rivalidade, ali haverá também desordem e todo tipo de coisa ruim.” — Tia. 3:16.

11 Para não nos tornarmos pessoas ciumentas e invejosas, precisamos desenvolver amor e bondade. A Bíblia diz: “O amor é paciente e bondoso. O amor não é ciumento.” (1 Cor. 13:4) Uma forma de impedir que o ciúme tome conta de nós é ver as coisas do ponto de vista de Jeová. Para ele, todos na congregação são como membros do mesmo corpo. Encarar os irmãos assim nos ajuda a não ficar com inveja deles, mas a agir de acordo com o que a Bíblia diz: “Se um membro é glorificado, todos os outros membros se alegram com ele.” (1 Cor. 12:16-18, 26) Ou seja, quando acontecer algo bom com nossos irmãos, vamos ficar felizes. Veja o exemplo de Jonatã, filho de Saul. Quando Davi foi escolhido para ser rei no lugar dele, ele não ficou com ciúme. Pelo contrário, ele apoiou e encorajou Davi. (1 Sam. 23:16-18) Assim como Jonatã, queremos ser amorosos e bondosos.

GANHE O PRÊMIO JUNTO COM SUA FAMÍLIA

12. Que conselhos podem ajudar todos na família a ganhar o prêmio da vida?

12 Quando aplicamos os conselhos da Bíblia, podemos ter uma família feliz e unida. Assim, todos na nossa casa podem ganhar o prêmio da vida. Veja o que Paulo disse às famílias em Colossos: “Esposa, esteja sujeita ao seu marido, assim como é apropriado no Senhor. Marido, continue a amar a sua esposa e não se ire amargamente com ela. Filhos, em tudo sejam obedientes aos seus pais, pois isso é agradável ao Senhor. Pais, não irritem os seus filhos, para que eles não desanimem.” (Col. 3:18-21) Não concorda que a vida em família fica muito melhor quando seguimos esses conselhos?

13. Como uma irmã pode ajudar seu marido descrente a aprender a verdade?

13 Se você é uma irmã que tem marido descrente, já ficou magoada achando que ele não trata você como deveria? Gritar e discutir não vai fazer com que ele mude de comportamento. Pode até ser que você vença seu marido pelo cansaço. Mas esse tipo de atitude não vai ajudá-lo a se interessar pela verdade. Então, trate seu marido com respeito. Ele é o cabeça da família. Isso vai contribuir para a paz na sua casa e vai dar louvor a Jeová. Sua atitude também pode fazer com que seu marido queira aprender a verdade. Assim, vocês dois poderão ganhar o prêmio. — 1 Pedro 3:1, 2.

14. O que um irmão deve fazer se sua esposa descrente não o trata com respeito?

14 E um irmão que tem esposa descrente e acha que ela não o trata com respeito? Se você gritar com sua esposa para mostrar quem é que manda, será que ela vai ficar com mais vontade de respeitar você? É claro que não! Como Cabeça da congregação, Jesus era amoroso e paciente com seus discípulos. (Luc. 9:46-48) Deus espera que você imite o exemplo de Jesus e seja um chefe de família amoroso. (Efé. 5:23) Assim, pode ser que você ajude sua esposa a se interessar pela verdade.

15. Como um marido cristão mostra que ama a sua esposa?

15 Paulo disse aos maridos: “Continue a amar a sua esposa e não se ire amargamente com ela.” (Col. 3:19) Um marido amoroso honra sua esposa. Ele ouve as opiniões dela e deixa claro que se importa com o que ela pensa. (1 Ped. 3:7) É verdade que nem sempre dá para ele fazer as coisas do jeito dela. Mas os maridos geralmente conseguem tomar uma decisão mais equilibrada quando ouvem o que a esposa tem a dizer. (Pro. 15:22) Um marido amoroso ganha o respeito da esposa não porque ele exige isso, mas porque faz por merecer. Quando o marido mostra amor pela esposa e pelos filhos, é mais provável que todos sirvam juntos a Jeová e ganhem o prêmio da vida.

O que podemos fazer para que problemas na família não nos impeçam de ganhar o prêmio? (Veja os parágrafos 13-15.)

JOVENS, ESFORCEM-SE PARA GANHAR O PRÊMIO

16, 17. Jovens, o que pode ajudar vocês quando seus pais os corrigem?

16 Muitos adolescentes sentem que seus pais cristãos não os entendem e que querem controlar tudo. Você também se sente assim? Nesse caso, pode ser que você fique tão cansado das cobranças que comece a duvidar que servir a Jeová é o melhor modo de levar a vida. Mas se você desistisse de servir a Jeová, logo iria perceber que ninguém ama mais você do que seus pais e seus amigos na congregação.

17 E pense bem: se os seus pais nunca corrigissem você, pode ser que você começasse a pensar: ‘Eles não estão nem aí pra mim.’ (Heb. 12:8) Mas talvez o que irrita você é o modo como seus pais o corrigem. Se esse for o caso, não se concentre nisso. Tente entender por que eles estão corrigindo você. Quando seus pais disserem algo que você não gosta, evite fazer tempestade em copo d’água. A Bíblia diz: “O homem de conhecimento controla as suas palavras, e o homem de discernimento mantém a calma.” (Pro. 17:27) Você pode criar a meta de se tornar uma pessoa madura, que sabe ouvir conselhos de modo calmo, sem se preocupar demais com o modo como o conselho foi dado. (Pro. 1:8) Ter pais que amam a Jeová é uma bênção. Nunca se esqueça de que eles querem muito ajudar você a ganhar o prêmio da vida.

18. Por que você está decidido a ter sempre em mente o prêmio da vida?

18 Não importa se você espera ter vida imortal no céu ou vida eterna na Terra, é muito bom manter a mente concentrada no prêmio. A nossa esperança é segura, afinal foi o próprio Criador que prometeu nos dar o prêmio da vida. A Bíblia diz sobre o Paraíso: “A terra certamente ficará cheia do conhecimento de Jeová.” (Isa. 11:9) Como será maravilhoso quando isso acontecer! Sem dúvida, vale muito a pena se esforçar para viver no Paraíso. Por isso, tenha sempre em mente as promessas de Jeová e não deixe nada impedir você de ganhar o prêmio!