Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Junho de 2017

Você dá valor aos tesouros espirituais?

Você dá valor aos tesouros espirituais?

“Pois onde estiver o seu tesouro, ali estará também o seu coração.” — LUC. 12:34.

CÂNTICOS: 153, 51

1, 2. (a) Que três tesouros espirituais Jeová nos dá? (b) O que vamos ver neste artigo?

JEOVÁ é a pessoa mais rica do Universo. (1 Crô. 29:11, 12) E ele é muito generoso. Por isso, divide suas riquezas espirituais com os que dão valor a elas. Ficamos muito felizes com isso. Essas riquezas, ou tesouros, são (1) o Reino de Deus, (2) a pregação e (3) as verdades da Bíblia. Mas, se não tomarmos cuidado, podemos deixar de dar valor a esses tesouros. Para que isso não aconteça, precisamos sempre amar e lembrar do valor deles. Jesus disse: “Onde estiver o seu tesouro, ali estará também o seu coração.” — Luc. 12:34.

2 Neste artigo, vamos ver como podemos continuar dando valor ao Reino de Deus, à pregação e às verdades da Bíblia. Ao ler os próximos parágrafos, procure pensar em como você pode aumentar seu amor por esses tesouros espirituais.

O REINO DE DEUS É COMO UMA PÉROLA VALIOSA

3. O que o homem da história de Jesus fez para poder comprar uma pérola? (Veja a figura no começo do artigo.)

3 Leia Mateus 13:45, 46. Certa vez, Jesus contou uma história de um homem que comprava e vendia pérolas. Um dia, esse homem encontrou uma pérola muito mais valiosa do que todas as outras que ele já tinha visto. Ele queria tanto a pérola que vendeu tudo o que tinha para poder comprá-la. Com certeza essa pérola era muito preciosa para ele, não acha?

4. O que vamos querer fazer se amarmos o Reino assim como aquele homem amava a pérola?

4 O que aprendemos com a história de Jesus? Aprendemos que o Reino de Deus é como essa pérola valiosa. Se amarmos o Reino assim como aquele homem amava a pérola, vamos querer abrir mão de qualquer coisa para apoiar esse Reino. (Marcos 10:28-30.) Vejamos como duas pessoas fizeram isso.

5. O que Zaqueu fez depois que ouviu sobre o Reino de Deus?

5 Zaqueu era um cobrador de impostos desonesto. Ele ficou rico de tanto tirar dinheiro dos outros. (Luc. 19:1-9) Mas Zaqueu ouviu Jesus falar sobre o Reino de Deus. Ele gostou muito do que Jesus disse e quis mudar de vida. Zaqueu disse: “Senhor, escute, vou dar aos pobres a metade dos meus bens e, o que quer que eu tenha extorquido de alguém, vou restituir quatro vezes mais.” Zaqueu devolveu o dinheiro que tinha tirado das pessoas e parou de ser ganancioso.

6. Que mudanças uma mulher fez? Por quê?

6 Alguns anos atrás, uma mulher estava envolvida num relacionamento homossexual. Ela também era presidente de uma organização que luta pelos direitos dos homossexuais. Daí, ela ouviu a mensagem do Reino e começou a estudar a Bíblia. Com o tempo, ela foi vendo o valor do Reino de Deus e percebeu que precisava fazer grandes mudanças na vida. (1 Cor. 6:9, 10) Então, ela decidiu sair daquela organização e terminar o relacionamento homossexual. Em 2009, ela se batizou e, em 2010, se tornou pioneira regular. Com certeza, o amor dela por Jeová e pelo Reino falou muito mais alto do que qualquer desejo errado. Foi por isso que ela conseguiu fazer todas essas mudanças. — Mar. 12:29, 30.

7. O que pode fazer nosso amor pelo Reino diminuir?

7 Muitos de nós já fizemos grandes mudanças na vida para apoiar o Reino de Deus. (Rom. 12:2) Mas nossa luta ainda não acabou. Se não tomarmos cuidado, os desejos errados e a vontade de ter coisas materiais podem fazer nosso amor pelo Reino diminuir. (Pro. 4:23; Mat. 5:27-29) Para nos ajudar a continuar dando valor ao Reino, Jeová nos dá outro tesouro. Que tesouro é esse?

VOCÊ DÁ VALOR À PREGAÇÃO?

8. (a) Por que Paulo disse que a pregação é como um “tesouro em vasos de barro”? (b) Como Paulo mostrava que amava a pregação?

8 Jesus nos deu a tarefa de pregar e ensinar sobre o Reino de Deus para as pessoas. (Mat. 28:19, 20) O apóstolo Paulo dava muito valor a esse trabalho. Ele disse que a pregação é como um “tesouro em vasos de barro”. (2 Cor. 4:7; 1 Tim. 1:12) Como assim? Nós não somos perfeitos, por isso, somos comparados a vasos de barro. Mas a mensagem que pregamos é como um tesouro. Por quê? Porque essa mensagem dá a chance tanto para nós como para as pessoas que nos escutam de viver para sempre. Paulo disse: “Faço tudo pela causa das boas novas, para compartilhá-las com outros.” (1 Cor. 9:23) O amor que Paulo tinha pela pregação fez com que ele se esforçasse em fazer discípulos. (Leia Romanos 1:14, 15; 2 Timóteo 4:2.) Esse amor também ajudou Paulo a não desanimar mesmo passando por perseguição. (1 Tes. 2:2) Como podemos mostrar que amamos a pregação assim como Paulo?

9. Como podemos mostrar que amamos a pregação?

9 Paulo aproveitava todas as oportunidades para pregar. Isso mostra que ele dava muito valor à pregação. Assim como Paulo e outros cristãos do tempo dele, nós mostramos que amamos esse trabalho por pregar de casa em casa, em lugares públicos e onde quer que as pessoas estejam. (Atos 5:42; 20:20) Além disso, quando nossa situação permite, procuramos fazer mais na pregação. Por exemplo, podemos servir como pioneiros auxiliares ou regulares. Também, podemos aprender um novo idioma, mudar para outra cidade ou até para outro país onde precisa de ajuda na pregação. — Atos 16:9, 10.

10. Como Irene foi abençoada por se esforçar na pregação?

10 Veja o exemplo de uma irmã solteira nos Estados Unidos que se chama Irene. Ela tinha muita vontade de pregar para as pessoas que tinham vindo da Rússia. Quando ela começou a fazer isso em 1993 só existiam 20 publicadores no grupo de idioma russo na cidade de Nova York. Depois de 20 anos pregando nesse idioma, Irene disse: “Eu ainda não sei falar russo perfeitamente.” Será que Jeová abençoou o esforço dela e dos outros irmãos que servem no idioma russo? Com certeza! Hoje, existem seis congregações em russo na cidade de Nova York. Irene dirigiu vários estudos da Bíblia e 15 estudantes dela se batizaram. Alguns servem como betelitas, pioneiros e anciãos. Irene disse: “Quando penso no que poderia ter conseguido neste mundo, não consigo imaginar nenhuma outra coisa que poderia me dar mais alegria.” Sem dúvida, Irene dá muito valor à pregação.

Você ama a pregação e tira tempo para participar nela toda semana? (Veja os parágrafos 11 e 12.)

11. Por que foi bom os irmãos não terem desistido de pregar quando foram perseguidos?

11 Mesmo quando passamos por perseguição, nosso amor pela pregação vai nos ajudar a não desanimar. (Atos 14:19-22) Por exemplo, os irmãos nos Estados Unidos passaram por forte perseguição entre os anos 1930 a 1944. Mas, assim como Paulo, eles continuaram pregando. Os irmãos tiveram que lutar na justiça várias vezes para poder continuar pregando. Em 1943, o irmão Nathan H. Knorr falou sobre uma das vitórias das Testemunhas de Jeová na Suprema Corte dos Estados Unidos. Ele disse: “Conseguimos vencer porque não paramos de pregar. Se os irmãos não pregassem, não teríamos problemas com a justiça. Mas, por termos lutado na justiça, irmãos no mundo todo podem agora pregar livremente.” Irmãos em outros países também venceram batalhas na justiça. Com certeza, nosso amor pela pregação pode nos ajudar a enfrentar qualquer perseguição. Nada vai nos fazer parar de pregar.

12. O que queremos fazer para mostrar que damos valor à pregação?

12 Quando a pregação é como um tesouro valioso para nós, não ficamos preocupados só em fazer horas. Pelo contrário, queremos fazer o nosso melhor para “dar um testemunho cabal das boas novas”. (Atos 20:24; 2 Tim. 4:5) Mas o que devemos ensinar para as pessoas? Vamos ver agora outro tesouro de Deus.

VERDADES VALIOSAS DA BÍBLIA

13, 14. (a) Qual é o terceiro tesouro que Jeová nos dá? (b) Como podemos aumentar esse tesouro?

13 O terceiro tesouro que Jeová nos dá são as verdades da Bíblia. Jeová é o Deus da verdade. (2 Sam. 7:28; Sal. 31:5) Como um Pai generoso, ele divide essas verdades com os que servem a ele. Aprendemos cada vez mais por ler a Bíblia e as publicações. Também, aprendemos muito nas reuniões, nos congressos e assembleias. Se buscarmos as verdades da Bíblia como se fossem um tesouro escondido, Jeová vai nos ajudar a aumentar nosso tesouro com novas verdades valiosas. (Provérbios 2:4-7.) Com o tempo, vamos ter um tesouro de verdades novas e velhas, assim como Jesus disse. (Leia Mateus 13:52.) Mas como podemos fazer isso?

14 Precisamos ter o costume de fazer estudo pessoal e pesquisar sobre assuntos da Bíblia nas publicações. Isso vai nos ajudar a aprender verdades “novas”, que não sabíamos antes. (Jos. 1:8, 9; Sal. 1:2, 3) O primeiro artigo da revista A Sentinela de julho de 1879 disse que a verdade é como uma flor no meio de várias ervas daninhas. Para encontrar uma flor dessas, é preciso de muito esforço. Mas a pessoa não deve se contentar apenas com uma flor. Ela precisa continuar procurando mais flores. Da mesma forma, não devemos nos contentar apenas com uma verdade. Precisamos continuar aprendendo mais e mais verdades da Bíblia.

15. (a) Por que podemos chamar algumas verdades de velhas? (b) Qual verdade você gostou mais de aprender quando começou a estudar a Bíblia?

15 Quando começamos a estudar a Bíblia, aprendemos algumas verdades valiosas. Podemos chamar essas verdades de “velhas” porque foram as primeiras que aprendemos. Por exemplo, aprendemos que Jeová é o Criador e qual é a vontade dele para o futuro. Também, aprendemos que Jeová enviou seu filho para morrer por nós e nos livrar do pecado e da morte. Além disso, aprendemos que o Reino de Deus vai acabar com o sofrimento e que todos poderão viver para sempre felizes e em paz na Terra. — João 3:16; Apo. 4:11; 21:3, 4.

16. O que devemos fazer quando acontece uma mudança de entendimento?

16 Às vezes, pode haver uma mudança de entendimento sobre uma profecia ou uma passagem da Bíblia. Quando isso acontece, precisamos tirar tempo para estudar e meditar no assunto. (Atos 17:11; 1 Tim. 4:15) Um jeito de fazer isso é tentar ver a principal mudança entre o que entendíamos antes e o que passamos a entender. Também, precisamos prestar atenção nos detalhes dessa mudança. Assim, vamos conseguir colocar essa verdade nova no nosso tesouro. Por que é bom se esforçar nesse sentido?

17, 18. Como o espírito santo pode nos ajudar?

17 Jesus disse que o espírito santo pode nos ajudar a lembrar das coisas que aprendemos. (João 14:25, 26) Como isso pode nos ajudar na pregação? Veja o que aconteceu com um irmão chamado Peter. Em 1970, quando tinha 19 anos, ele começou a servir no Betel da Inglaterra. Certo dia, ele foi para o campo e bateu na casa de um homem de meia idade que tinha uma barba bem grande. Peter perguntou para o homem se ele gostaria de aprender sobre a Bíblia. O homem era um líder religioso judaico e ficou chocado com a pergunta. Daí, ele fez uma pergunta para testar Peter: “Meu jovem, você sabe me dizer em que idioma foi escrito o livro de Daniel?” Peter disse: “Parte dele foi escrito em aramaico.” Aquele homem ficou surpreso quando viu que Peter sabia a resposta, mas Peter ficou mais surpreso ainda de saber a resposta. Ele disse: “Quando eu cheguei em casa, fui ver as revistas Sentinela e Despertai! mais recentes. Daí, vi que tinha um artigo que explicava que o livro de Daniel tinha sido escrito em aramaico.” (Dan. 2:4, nota) Isso que aconteceu com Peter mostra que o espírito santo pode nos fazer lembrar de coisas que aprendemos e guardamos no nosso tesouro. — Luc. 12:11, 12; 21:13-15.

18 Se amarmos as verdades da Bíblia, vamos querer aprender cada vez mais sobre Jeová. Assim, nosso tesouro vai ficar cheio de verdades velhas e novas. E quanto mais valor damos a essas verdades, mais preparados estamos para ensinar outros.

PROTEJA SEUS TESOUROS

19. Por que precisamos nos esforçar para continuar amando e protegendo nossos tesouros espirituais?

19 Neste artigo, vimos que precisamos dar valor aos tesouros espirituais que Jeová nos dá. Não podemos deixar que Satanás e as coisas do mundo façam o nosso amor por esses tesouros diminuir. Precisamos tomar cuidado para não dar valor demais a coisas como trabalho, dinheiro e bens materiais. O apóstolo João disse que este mundo e todas as coisas que ele oferece logo vão acabar. (1 João 2:15-17) Por isso, precisamos nos esforçar para continuar amando e protegendo nossos tesouros espirituais.

20. O que você está decidido a fazer para proteger seu tesouro espiritual?

20 Deixe pra trás qualquer coisa que possa fazer seu amor pelo Reino de Deus diminuir. Continue se esforçando na pregação e amando esse trabalho tão importante. Aprenda cada vez mais verdades da Bíblia. Assim, você vai ter um tesouro “nos céus, onde o ladrão não chega perto nem a traça consome. Pois onde estiver o seu tesouro, ali estará também o seu coração”. — Luc. 12:33, 34.