Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Junho de 2016

Ame a Jeová, o seu Oleiro

Ame a Jeová, o seu Oleiro

“Ó Jeová, . . . tu és o nosso Oleiro; todos nós somos trabalho das tuas mãos.” — ISA. 64:8.

CÂNTICOS: 11, 51

1. Por que Jeová é um oleiro sem comparação?

EM NOVEMBRO de 2010, num leilão na Inglaterra, foram oferecidos uns 70 milhões de dólares por um vaso chinês do século 18. Isso mostra que um oleiro pode transformar algo comum e barato como o barro numa linda e valiosa obra de arte. Mesmo assim, nenhum oleiro, por melhor que seja, se compara a Jeová. No final do sexto dia da criação, Deus esculpiu o “homem do pó [ou barro] do solo”. Jeová fez um homem perfeito, que tinha a capacidade de demonstrar as mesmas qualidades que seu Criador. (Gên. 2:7) Foi por isso que aquele homem pôde ser chamado de “filho de Deus”. — Luc. 3:38.

2, 3. Como podemos imitar os israelitas arrependidos?

2 Mas, depois que Adão desobedeceu ao seu Criador, ele não pôde mais ser considerado filho de Deus. Apesar disso, ao longo da História, muitos descendentes de Adão escolheram ficar do lado de Jeová. (Heb. 12:1) Eles obedeceram ao seu Criador e mostraram que escolheram a Jeová como Pai e Oleiro, em vez de a Satanás. (João 8:44) A lealdade deles a Deus nos faz lembrar do que os israelitas arrependidos disseram: “Ó Jeová, tu és o nosso Pai. Somos o barro, e tu és o nosso Oleiro; todos nós somos trabalho das tuas mãos.” — Isa. 64:8.

3 Hoje, os verdadeiros adoradores de Jeová também se esforçam em ser humildes e obedientes. Eles consideram um privilégio poder chamar Jeová de Pai e confiam nele como seu Oleiro. E você? Você diria que é como um barro maleável, fácil de moldar? Você quer que Jeová o transforme num vaso valioso para ele? E quando você olha para os seus irmãos na congregação? Você procura lembrar que eles, assim como você, ainda estão sendo moldados por Deus? Neste artigo, vamos considerar três perguntas: (1) Como ele escolhe quem ele vai moldar? (2) Por que ele molda essas pessoas? (3) Como ele faz isso? Responder a essas perguntas vai nos ajudar a entender como Jeová age como um Oleiro.

COMO JEOVÁ ESCOLHE QUEM ELE VAI MOLDAR?

4. Quando Jeová atrai pessoas a ele, o que ele olha? Dê exemplos.

4 Quando Jeová olha para nós, ele não se concentra no que somos por fora. Ele vê nosso coração, o que somos por dentro. (Leia 1 Samuel 16:7b.) Isso ficou claro quando Jeová escolheu pessoas para formar a congregação cristã. Ele atraiu muitas pessoas que, para outros, pareciam não ter valor. (João 6:44) Por exemplo, ele atraiu um fariseu chamado Saulo. O próprio Saulo disse que antes era “blasfemador, perseguidor e insolente”. (1 Tim. 1:13) Mas Jeová “examina os corações”. Por isso, ele não via Saulo como um barro imprestável. (Pro. 17:3) Jeová sabia que Saulo podia ser transformado num vaso valioso — um “vaso escolhido”. Como assim? Ele seria muito usado para levar as boas novas ‘às nações, aos reis e aos filhos de Israel’. (Atos 9:15) Jeová também viu que muitos que antes eram bêbados, imorais e ladrões podiam ser transformados em vasos úteis. (Rom. 9:21; 1 Cor. 6:9-11) Essas pessoas aprenderam sobre a Palavra de Deus, aumentaram sua fé em Jeová e deixaram que ele as moldasse.

5, 6. Por que confiar em Jeová como nosso Oleiro afeta nosso modo de ver (a) as pessoas do nosso território? (b) os nossos irmãos?

5 Por que é bom saber que Jeová conhece o coração das pessoas? Isso nos dá a certeza de que ele sempre atrai as pessoas certas. Essa certeza nos ajudará a não julgar nossos irmãos nem outras pessoas. Para entender como isso é importante, veja o caso de Michael. Ele se lembra: “Quando as Testemunhas de Jeová batiam na minha casa, eu simplesmente dava as costas para elas. Eu era muito mal-educado. Eu nem olhava na cara delas! Daí, um dia eu conheci uma família que me deixou impressionado. Eu ficava admirado com a boa conduta deles. Levei um susto quando mais tarde eu descobri que eles eram Testemunhas de Jeová! Isso me fez pensar em por que eu tratava tão mal as Testemunhas de Jeová. Acabei descobrindo que eu não sabia nada sobre elas. Na verdade, eu fazia aquilo por causa do que os outros diziam.” Michael aceitou estudar a Bíblia para saber mais sobre o que as Testemunhas de Jeová acreditavam. Ele se tornou nosso irmão e hoje está no serviço de tempo integral.

6 Confiar em Jeová como nosso Oleiro também nos ajuda em nosso relacionamento com nossos irmãos. Lembramos que eles ainda estão sendo moldados, assim como nós. Jeová pode ver o que eles têm no coração e sabe que tipo de pessoas eles podem se tornar com a ajuda dele. Assim, Jeová vê o lado bom de cada um. Ele não se concentra nas imperfeições, que são temporárias. (Sal. 130:3) Podemos imitar a Jeová por ver o lado bom dos nossos irmãos. Nós até podemos ajudar Jeová no seu trabalho como Oleiro. Como? Por sermos positivos e ajudarmos nossos irmãos a progredir. (1 Tes. 5:14, 15) Os anciãos devem dar o exemplo em fazer isso. — Efé. 4:8, 11-13.

POR QUE JEOVÁ NOS MOLDA?

7. Por que você acha bom que Jeová nos corrija?

7 Você já deve ter ouvido alguém dizer: “Eu só dei valor à correção dos meus pais quando eu tive meus próprios filhos.” Geralmente, quando ganhamos mais experiência na vida, começamos a ver a disciplina com outros olhos. Assim como Jeová, nós a vemos como uma demonstração de amor. (Leia Hebreus 12:5, 6, 11.) Jeová nos ama muito. Por isso, ele nos molda com paciência, e isso às vezes envolve disciplina. Como Pai, ele quer que sejamos sábios e felizes, e que nós o amemos também. (Pro. 23:15) Infelizmente, por sermos “filhos da desobediência”, ou seja, por termos herdado o pecado de Adão, nós sofremos e morremos. Mas Jeová não quer isso para seus filhos. — Efé. 2:2, 3.

8, 9. Como Jeová nos ensina hoje? Como ele vai continuar nos ensinando?

8 Como “filhos da desobediência”, tínhamos muitas características que desagradavam a Jeová. Alguns tinham uma personalidade muito difícil. Mas, com a ajuda de Jeová, foi como se aos poucos eles mudassem de animais ferozes para animais mansos, como ovelhas. (Isa. 11:6-8; Col. 3:9, 10) Como resultado, podemos dizer que hoje temos um ambiente de paz e união, onde somos moldados por Jeová. É o que chamamos de paraíso espiritual. Mesmo vivendo no mundo mau de Satanás, nos sentimos seguros no paraíso espiritual. Alguns que foram criados em famílias onde não havia amor encontraram nesse paraíso pessoas que demonstram o verdadeiro amor. (João 13:35) Além disso, aprendemos a mostrar nosso amor por outros. E, o mais importante, passamos a conhecer a Jeová e a sentir que ele nos ama como seus filhos. — Tia. 4:8.

9 Vamos poder aproveitar ao máximo esse paraíso espiritual quando estivermos no novo mundo. A Terra também será um paraíso, governado pelo Reino de Deus. Enquanto ela estiver sendo transformada nesse paraíso, Jeová vai continuar nos moldando e nos ensinando de uma forma tão impressionante que nem podemos imaginar. (Isa. 11:9) Além disso, Jeová vai fazer com que nossa mente e corpo fiquem perfeitos. Daí, vamos conseguir entender perfeitamente o que Jeová nos ensina. Também vamos poder fazer de modo perfeito o que ele quer. Assim, se desde já obedecemos a Jeová, mostramos que queremos ser moldados por ele e que entendemos que ele nos molda porque nos ama. — Pro. 3:11, 12.

COMO JEOVÁ NOS MOLDA?

10. Como Jesus foi um bom oleiro assim como Jeová?

10 Assim como um bom oleiro, Jeová sabe qual é o tipo e a qualidade do “barro” que está em suas mãos. Também sabe qual é a melhor maneira de trabalhar com ele. (Leia Salmo 103:10-14.) Em outras palavras, ele entende que cada pessoa é diferente da outra. Então, quando Jeová nos molda, ele leva em conta as fraquezas, as limitações e o progresso de cada um. O modo como Jesus lidou com seus apóstolos nos ajuda a ver qual é o ponto de vista de Jeová sobre pessoas imperfeitas. Por exemplo, os apóstolos tinham a tendência de discutir sobre quem era mais importante. O que você pensaria se visse os apóstolos brigando? Você os veria como pessoas mansas e fáceis de moldar? Pode ser que não. Mas Jesus não achou que eles eram um caso perdido. Ele sabia que poderia moldar seus apóstolos com paciência, com conselhos amorosos e com seu exemplo de humildade. (Mar. 9:33-37; 10:37, 41-45; Luc. 22:24-27) E isso realmente aconteceu. Depois da ressurreição de Jesus e de receberem o espírito santo, eles pararam de se preocupar com quem era mais importante. Eles se concentraram na obra que tinham para fazer. — Atos 5:42.

11. (a) Como Davi mostrou que queria ser moldado por Jeová? (b) Como podemos seguir o exemplo de Davi?

11 Jeová usa a sua Palavra, o espírito santo e a congregação para moldar seus servos hoje. Somos moldados pela Palavra de Deus quando a lemos com atenção, meditamos no que lemos e pedimos a ajuda de Jeová para colocar em prática o que aprendemos. O rei Davi escreveu: “Eu me lembro de ti quando estou deitado; medito em ti durante as vigílias da noite.” (Sal. 63:6) Ele também escreveu: “Louvarei a Jeová, que me tem aconselhado. Mesmo durante a noite, meus pensamentos mais íntimos me corrigem.” (Sal. 16:7) Davi permitia que os conselhos de Deus guiassem seus pensamentos e mexessem com seus sentimentos mais profundos. Ele deixava que Jeová o moldasse mesmo quando isso envolvia ser corrigido. (2 Sam. 12:1-13) Ele foi um grande exemplo de humildade e obediência! Podemos nos perguntar: ‘Será que eu medito na Palavra de Deus e deixo que ela mexa com meus sentimentos mais profundos? Será que eu preciso melhorar nesse sentido?’ — Sal. 1:2, 3.

12, 13. Como Jeová nos molda usando (a) o espírito santo? (b) a congregação?

12 O espírito santo pode nos moldar de várias formas. Por exemplo, ele nos ajuda a ter a personalidade de Cristo, o que significa demonstrar os aspectos do fruto do espírito santo. (Gál. 5:22, 23) Um desses aspectos é o amor. Nós amamos a Deus e queremos obedecê-lo e ser moldados por ele. Por isso, não achamos os mandamentos de Deus pesados demais. O espírito santo também nos ajuda a não ser moldados pelo mundo e seu espírito ruim. (Efé. 2:2) Prova disso é o que aconteceu com o apóstolo Paulo. Quando era jovem, ele foi muito influenciado pelo orgulho dos líderes religiosos judaicos. Mas depois ele escreveu: “Para todas as coisas tenho forças graças àquele que me dá poder.” (Fil. 4:13) Paulo recebeu a ajuda do espírito santo para mudar sua personalidade. Assim como ele, devemos pedir que Jeová nos dê espírito santo. Ele sempre dá atenção às orações sinceras de seus servos. — Sal. 10:17.

Jeová usa a congregação para nos moldar, mas também precisamos fazer a nossa parte (Veja os parágrafos 12 e 13.)

13 Jeová usa a congregação e os anciãos para nos moldar de modo individual. Por exemplo, quando os anciãos percebem que precisamos melhorar em alguma coisa, eles tentam nos ajudar. Mas não fazem isso do jeito que eles acham melhor. (Gál. 6:1) Eles são humildes e pedem discernimento e sabedoria a Deus. Daí, pensando em nossa situação, fazem pesquisas na Bíblia e nas publicações. Depois disso, eles estão prontos para nos ajudar da melhor forma. Quando esses irmãos amorosamente se oferecem para ajudar você, qual é a sua reação? Por exemplo, talvez você receba um conselho sobre sua roupa. Consegue ver a ajuda desses irmãos como um sinal de que Deus ama você? Aceitar a ajuda deles vai ser muito bom para você. Além disso, vai mostrar que você é como um barro fácil de moldar nas mãos de Jeová.

14. Como Jeová mostra que respeita a nossa liberdade de escolha?

14 Nos tempos bíblicos, um oleiro fazia mais do que simplesmente pegar o barro do chão e começar a trabalhar com ele. Primeiro ele preparava o barro. Ele removia pedras e outras impurezas. Da mesma forma, quando Jeová vê que uma pessoa pode ser moldada, ele a ajuda a eliminar características e hábitos ruins por ensinar a ela o que é certo e o que é errado. Mas ele não obriga ninguém a fazer mudanças. A escolha é da pessoa. Entender como Jeová molda as pessoas pode mudar o nosso jeito de lidar com as pessoas no território, com os estudantes da Bíblia e também com nossos irmãos.

15, 16. Como um estudante da Bíblia mostra que quer ser moldado por Jeová? Dê um exemplo.

15 Veja o exemplo de Tessie, da Austrália, que hoje é Testemunha de Jeová. A irmã que dirigiu o estudo dela disse: “Tessie entendia tudo o que estudávamos. Mas ela quase não fazia progresso. Nem mesmo assistia às reuniões. Eu orei bastante sobre o assunto e decidi parar o estudo dela. Mas daí aconteceu uma coisa que eu não esperava. No dia que seria o nosso último estudo, Tessie se abriu comigo. Ela achava que estava sendo falsa porque, mesmo sabendo que era errado, ela costumava fazer apostas. Mas agora ela estava decidida a mudar.”

16 Logo Tessie começou a assistir às reuniões e a demonstrar qualidades cristãs, mesmo sofrendo muita zombaria de suas antigas amigas. Sua instrutora conta: “Com o tempo, Tessie foi batizada. Depois ela começou a servir como pioneira regular, mesmo com filhos pequenos para cuidar.” O que isso nos ensina? Quando um estudante da Bíblia começa a fazer mudanças, Deus se aproxima dele e o transforma num vaso valioso.

17. (a) Por que você acha bom que Jeová seja o seu Oleiro? (b) O que vamos considerar no próximo artigo?

17 Até hoje existem bons oleiros que, com muito cuidado, transformam barro em belos vasos. Do mesmo jeito, Jeová está nos moldando com muita paciência e cuidado. Ele nos dá conselhos e fica atento a como reagimos. (Leia Salmo 32:8.) Você percebe que Jeová se preocupa com você? Consegue sentir a mão dele moldando você? Então, que qualidades vão ajudar você a continuar sendo como um barro fácil de moldar nas mãos de Jeová? Que atitudes você deve evitar para não acabar se tornando um barro duro, difícil de moldar? E como os pais podem colaborar com Jeová para que ele possa moldar seus filhos? O próximo artigo vai responder a essas perguntas.