Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Julho de 2017

Por que devemos louvar a Jeová?

Por que devemos louvar a Jeová?

“Louvem a Jah! . . . Como é agradável e apropriado louvá-lo!” — SAL. 147:1.

CÂNTICOS: 138, 23

1-3. (a) Pelo visto, quando o Salmo 147 foi escrito? (b) O que podemos aprender do Salmo 147?

O QUE você faz quando alguém cumpre bem uma tarefa ou demonstra uma qualidade que você admira? É provável que você elogie a pessoa. Se humanos merecem ser elogiados, temos ainda mais motivos para elogiar, ou louvar, nosso Deus, Jeová! Quando vemos as coisas maravilhosas que ele criou, sentimos vontade de louvá-lo por seu grande poder. Quando pensamos no amor que ele mostrou ao dar a vida do seu Filho, nos sentimos motivados a louvar nosso Deus.

2 O escritor do Salmo 147 encontrou muitos motivos para louvar a Jeová. E ele ainda incentivou outras pessoas a também dar louvor a Deus. — Leia o Salmo 147:1, 7, 12.

3 Não sabemos quem escreveu esse salmo. Mas, pelo visto, o escritor viveu na época que Jeová tirou seu povo de Babilônia e os levou de volta a Jerusalém. (Sal. 147:2) Finalmente os israelitas voltaram a adorar a Deus na terra deles! Esse foi um dos motivos que levou o salmista a louvar a Jeová. Mas, no Salmo 147, ele falou de outros motivos que temos para louvar nosso Deus. Que motivos são esses? E, pensando na sua vida, que razões você tem para dizer “Aleluia!”, ou seja, para louvar a Jeová? — Sal. 147:1, nota.

JEOVÁ CONSOLA OS QUE ESTÃO COM O CORAÇÃO EM PEDAÇOS

4. (a) Qual era a situação dos israelitas em Babilônia? (b) Que motivo eles tiveram para ficar felizes?

4 Os israelitas sofriam muito em Babilônia. A Bíblia diz que os babilônios riam da cara deles e diziam: “Cantem-nos uma das canções de Sião.” (Sal. 137:1-3, 6) Mas cantar era a última coisa que eles queriam fazer. Afinal, Jerusalém, que era o maior motivo de alegria deles, estava destruída. Eles estavam com o coração em pedaços e precisavam de consolo. Mas depois aconteceu algo que os deixou muito felizes. Como Jeová tinha prometido, eles foram libertados. Ciro, rei da Pérsia, conquistou Babilônia e disse: “Jeová . . . me designou para lhe construir uma casa em Jerusalém . . . Quem entre vocês pertence ao povo dele? Que Jeová, seu Deus, esteja com ele. Portanto, que ele suba para lá!” — 2 Crô. 36:23.

5. De acordo com o salmista, como Jeová trata os seus servos?

5 Jeová não só consolou a nação de Israel como um todo, ele também deu atenção a cada pessoa individualmente. E hoje ele ainda cuida de cada um de nós. O salmista escreveu: “Ele cura os que têm coração quebrantado; trata das suas feridas.” (Leia Sal. 147:3) Como é bom saber que Jeová não fecha os olhos para os nossos problemas. Na verdade, ele quer muito nos consolar e curar nossas dores físicas e emocionais. (Sal. 34:18; Isa. 57:15) Ele também nos dá sabedoria e força para lidar com qualquer dificuldade que enfrentamos. — Tia. 1:5.

6. O que aprendemos do que o salmista escreveu no Salmo 147:4? (Veja o desenho no início do estudo.)

6 Em seguida, o salmista volta sua atenção para o céu e diz que Jeová “conta o número das estrelas” e “chama a todas elas por nome”. (Leia Sal. 147:4) Por que o salmista começou a falar das estrelas? Só de olhar para o céu, ele podia ver que existiam muitas estrelas. Mas, naquela época, não dava para saber quantas. Com o passar dos anos, descobrimos que o número de estrelas é muito maior do que pensávamos. Alguns dizem que existem bilhões só na nossa galáxia. E talvez haja trilhões de galáxias no Universo! A gente nem consegue contar o número de estrelas. Mas o Criador sabe onde elas estão e dá nome a cada uma delas. (1 Cor. 15:41) Que lição o salmista queria ensinar? Se Deus sabe tudo sobre as estrelas, ele também sabe tudo sobre você. Jeová conhece você por nome. A qualquer hora do dia ou da noite, ele sabe exatamente onde você está, o que você está sentindo e do que você precisa.

7. O que Jeová sabe sobre nós?

7 Além de conhecer você pessoalmente, Jeová também quer ajudar você a lidar com os problemas da vida. Ele tem poder para isso e entende exatamente o que sentimos. (Salmo 147:5.) Pode ser que você esteja passando por uma situação muito difícil e já esteja quase sem forças. Deus sabe os seus limites e lembra que você é pó. (Sal. 103:14) Por causa da nossa imperfeição, cometemos os mesmos erros várias vezes, e isso nos deixa tristes. Todos nós já sentimos desejos errados, invejamos outras pessoas ou demos com a língua nos dentes. Jeová nunca fez nada disso. Mesmo assim, ele entende nossos sentimentos muito além do que a gente imagina. — Isa. 40:28.

8. Conte um exemplo de como Jeová entende e ajuda seus servos.

8 Já sentiu a mão poderosa de Jeová ajudando você a lidar com alguma dificuldade? (Isa. 41:10, 13) Veja o que aconteceu com Kyoko, uma pioneira que recebeu uma nova designação e acabou ficando muito desanimada. Como Jeová mostrou que entendia a situação dela? Em sua nova congregação, Kyoko conheceu muitos irmãos que entendiam como ela se sentia. Para ela, era como se Jeová estivesse dizendo: “Kyoko, eu te amo não só porque você é pioneira, mas porque você é minha filha e minha serva fiel. E eu quero que você me sirva com alegria!” Já houve alguma ocasião na sua vida em que você sentiu que Jeová entendia plenamente o que você estava passando?

JEOVÁ NOS DÁ TUDO O QUE PRECISAMOS

9, 10. Qual é a maior preocupação de Jeová quando ele nos ajuda? Dê um exemplo.

9 Às vezes, precisamos de ajuda em sentido material. Alguns até ficam preocupados, sem saber se vão ter o que comer. Mas Jeová é aquele que faz a terra dar alimento, e a Bíblia diz que ele cuida até dos filhotes de corvos. (Salmo 147:8, 9.) Se Jeová dá alimento para os corvos, podemos ter certeza de que ele vai nos dar tudo o que precisamos em sentido material. — Sal. 37:25.

10 Mas o mais importante é que Jeová cuida das nossas necessidades espirituais e nos dá “a paz de Deus, que está além de toda compreensão”. (Fil. 4:6, 7) Veja como Mutsuo e sua esposa, do Japão, sentiram a ajuda de Jeová quando foram atingidos por um tsunami em 2011. Eles escaparam da morte por um triz porque conseguiram subir no telhado da casa onde moravam. A estrutura da casa aguentou, mas eles perderam quase tudo o que tinham. Depois, eles desceram do telhado para o segundo andar e passaram a noite ali. Quando amanheceu, eles começaram a procurar alguma coisa para fortalecer a fé deles. O único livro que encontraram foi o Anuário de 2006. Assim que Mutsuo abriu o livro, ele bateu os olhos no subtítulo “Os maiores tsunamis já registrados”. O Anuário falava do terremoto que ocorreu em Sumatra em 2004, provocando tsunamis devastadores. Mutsuo e sua esposa choraram ao ler as histórias dos irmãos daquela região. Aquele era exatamente o encorajamento que precisavam! Eles sentiram o amor e o carinho de Jeová por eles. Jeová também cuidou deles em sentido material. Logo os irmãos chegaram e deram a ajuda que eles precisavam. Mas o que mais os fortaleceu foi a visita de alguns irmãos responsáveis pela obra no país. Mutsuo diz: “Jeová não nos deixou na mão! Deu pra ver que ele estava do nosso lado, cuidando de cada um de nós.” Esse exemplo mostra que, ao nos ajudar, a maior preocupação de Jeová é cuidar das nossas necessidades espirituais, mas ele também nos dá o que precisamos em sentido material.

JEOVÁ AJUDA E GUIA SEUS SERVOS

11. O que precisamos fazer para receber a ajuda de Jeová?

11 Para recebermos a ajuda de Jeová, temos que cultivar uma boa amizade com ele. E, para isso, precisamos ter mansidão. (Sof. 2:3) Pessoas mansas confiam que, na hora certa, Deus vai corrigir as injustiças do mundo e acabar com o sofrimento. Jeová fica feliz quando encontra pessoas assim. Ele está sempre pronto para estender a mão e ‘levantar os mansos’. — Sal. 147:6a.

12, 13. (a) Para termos a ajuda de Jeová, o que temos que odiar? (b) Em quem Jeová tem prazer?

12 E as pessoas más? A Bíblia diz que Deus “lança os maus ao chão”. (Sal. 147:6b) Não queremos que isso aconteça conosco. Então, temos que odiar o que Deus odeia. (Sal. 97:10) Por exemplo, temos que odiar a imoralidade sexual. Isso quer dizer que precisamos ficar longe de qualquer coisa que poderia nos levar a cometer imoralidade, como a pornografia. (Sal. 119:37; Mat. 5:28) Fazer isso talvez seja uma verdadeira luta. Mas podemos ter certeza que todo esforço vai valer a pena, porque vamos ter as bênçãos de Jeová.

13 Será que, quando temos uma luta, confiamos em nós mesmos e em outros humanos? Para vencer a luta contra a imoralidade sexual, precisamos confiar em Jeová. Em uma batalha, muitas pessoas confiam, por assim dizer, “na força do cavalo” ou nas “fortes pernas do homem”. (Sal. 147:10) Mas nós temos que confiar sempre em Jeová e buscar a ajuda dele. Ele nunca se cansa de ouvir nossos pedidos de ajuda, mesmo que peçamos muitas e muitas vezes. “Jeová tem prazer nos que o temem, nos que esperam em seu amor leal.” (Leia Sal. 147:11) Podemos confiar no amor leal de Jeová. Ele sempre vai nos ajudar a vencer a luta contra os desejos errados.

14. O que deixou o salmista feliz?

14 O Salmo 147 nos dá uma prova de que Jeová ajuda seus servos quando eles estão em dificuldades. Pensando na reconstrução de Jerusalém, o salmista cantou: “Ele [Jeová] reforça as trancas dos seus portões e abençoa seus filhos, que moram ali. Traz a paz ao seu território.” (Sal. 147:13, 14) O salmista ficou muito feliz de saber que Jeová ia reforçar os portões da cidade para proteger o seu povo. Isso também o ajudou a se sentir seguro.

Quando nossos problemas nos deixam ansiosos, a Palavra de Deus nos ajuda e nos guia (Veja os parágrafos 15-17.)

15. Como nos sentimos por causa de alguns problemas que enfrentamos?

15 Às vezes, enfrentamos problemas que nos deixam muito ansiosos. Mas Jeová pode nos dar sabedoria para lidar com qualquer situação. No Salmo 147, o salmista diz sobre Jeová: “Ele envia sua ordem à terra; sua palavra corre veloz”. Ele fala também que Deus ‘faz cair a neve, espalha a geada e lança para baixo o granizo’. Daí, pergunta: “Quem pode resistir ao seu frio?” Em seguida, o salmista diz que Jeová “envia a sua palavra, e eles derretem”. (Sal. 147:15-18) Jeová controla a neve e o granizo. Ele é a pessoa mais sábia e poderosa que existe. Então, ele pode nos ajudar a superar qualquer dificuldade.

16,17. (a) Como Jeová usa sua Palavra para nos guiar? (b) Dê um exemplo de como a Bíblia pode nos ajudar.

16 Jeová também usa sua Palavra, a Bíblia, para nos guiar. “Sua palavra corre veloz” no sentido de que ele sempre nos dá a orientação que precisamos. Ele faz isso por meio da Bíblia, das publicações do “escravo fiel e prudente”, da TV JW, do site jw.org, dos anciãos e dos irmãos na congregação. (Mat. 24:45) Lembra de alguma ocasião em que Jeová foi “veloz” em guiar você?

17 Veja o exemplo de Simone. Ela achava que não servia pra nada e que Jeová não se importava com ela. Mas, numa época em que estava muito desanimada, ela orou bastante pedindo a ajuda de Jeová e continuou fazendo seu estudo pessoal da Bíblia. Será que isso ajudou? Simone diz: “Por pior que fosse a situação, eu sempre senti que Jeová estava comigo, me dando forças e me guiando.” Por meio da Bíblia, Jeová ajudou Simone a ter uma atitude mais positiva.

18. (a) Por que você acha que fazer parte do povo de Jeová é um grande privilégio? (b) Que motivos você tem para louvar a Jeová?

18 O salmista sabia que o povo de Israel era muito abençoado por Jeová. Eles eram a única nação que tinha a “palavra”, os “decretos” e os “julgamentos” de Deus. (Leia o Salmo 147:19, 20.) O povo de Jeová hoje também é abençoado. Nenhum outro povo carrega o nome de Deus. A Palavra dele guia a nossa vida. Nós conhecemos a Jeová e temos amizade com ele. Assim como o escritor do Salmo 147, temos muitos motivos para louvar a Jeová e para incentivar outros a fazer o mesmo.