Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua angolana de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Agosto de 2016

Perguntas dos Leitores

Perguntas dos Leitores

Por que os inimigos de Jesus criaram caso sobre o assunto de lavar as mãos?

Jesus e seus discípulos eram criticados por seus inimigos por vários motivos, e um deles era a questão de lavar as mãos. A Lei mosaica dava várias orientações sobre coisas que poderiam deixar uma pessoa impura, como corrimentos de órgãos genitais, lepra e tocar em cadáveres de pessoas e animais. Ela também dava instruções sobre purificação, que poderia ser feita por meio de sacrifícios. A pessoa ou o objeto impuros também poderiam ser lavados ou aspergidos com água. — Lev., caps. 11-15; Núm., cap. 19.

Os rabinos davam explicações detalhadas sobre cada aspecto dessas leis. Uma obra de referência diz que, para cada tipo de impureza, eles discutiam “as circunstâncias em que essa impureza podia surgir, como e até que ponto ela podia ser transmitida a outros, que objetos podiam ou não se tornar impuros por meio dela e, finalmente, que métodos e rituais eram necessários para a purificação”.

Os inimigos de Jesus perguntaram: “Por que os seus discípulos não seguem a tradição dos homens dos tempos antigos, mas tomam a refeição com mãos impuras?” (Mar. 7:5) Aqueles inimigos não estavam falando de higiene. Como parte de um ritual, os rabinos exigiam que se derramasse água sobre suas mãos antes de tomarem uma refeição. A obra de referência já citada diz: “Eles também discutiam quais recipientes poderiam ser usados para derramar a água, que tipo de água era apropriado, quem podia derramar a água e que partes da mão deveriam ser lavadas.”

O que Jesus achava dessas leis inventadas pelo homem? Ele disse aos líderes judaicos daquela época: “Isaías profetizou apropriadamente a respeito de vocês, hipócritas, como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está muito longe de mim [Jeová]. É em vão que continuam a me adorar, pois ensinam as regras de homens como doutrinas.’ Vocês abandonam o mandamento de Deus e se apegam à tradição de homens.” — Mar. 7:6-8.