Pular para conteúdo

Pular para sumário

Fortaleça sua fé nas promessas de Jeová

Fortaleça sua fé nas promessas de Jeová

“A fé é a firme confiança de que virá o que se espera.” — HEB. 11:1.

CÂNTICOS: 54, 55

1, 2. (a) Como a nossa esperança é diferente da esperança das pessoas em geral? (b) Que perguntas vamos analisar neste artigo?

OS CRISTÃOS verdadeiros têm muitos motivos para ter esperança. Não importa se nossa esperança é viver no céu ou na Terra, todos nós queremos que o nome de Deus seja santificado e que sua vontade seja feita no céu e na Terra. (João 10:16; Mat. 6:9, 10) Para os servos de Jeová, nada é mais importante do que isso. Nós também não vemos a hora de ganhar a vida eterna, quer como parte dos “novos céus”, quer da “nova terra”, que Jeová prometeu. (2 Ped. 3:13) Como povo de Jeová, recebemos muitas bênçãos dele, e confiamos que ele vai continuar nos abençoando nestes últimos dias.

2 As pessoas em geral também têm muitas expectativas, mas não têm nenhuma garantia de que essas expectativas vão se realizar. Por exemplo, milhões de pessoas esperam ganhar na loteria, mas elas não têm a menor certeza de que isso vai acontecer. Já nós temos a verdadeira fé, ou seja, “a firme confiança” de que as coisas que Jeová falou vão se cumprir. (Heb. 11:1) Mas você talvez se pergunte: “O que posso fazer para a minha esperança ficar mais forte? Por que é importante fortalecer minha fé nas promessas de Deus?”

3. Por que podemos ter fé em todas as promessas de Deus?

3 Somos imperfeitos e não nascemos com fé. Além disso, essa qualidade não se desenvolve naturalmente. Então como podemos ter verdadeira fé? Precisamos deixar que o espírito santo influencie nosso coração. (Gál. 5:22) A Bíblia não diz em nenhum lugar que Jeová tem fé ou precisa de fé. Ele é todo-poderoso e sábio, e nada pode impedi-lo de fazer sua vontade. Nosso Pai celestial tem tanta certeza de que suas promessas vão se cumprir que ele fala delas como se já tivessem acontecido. Por isso, ele diz: “Elas se cumpriram!” (Leia Apocalipse 21:3-6.) Jeová é o “Deus fiel”; ele sempre cumpre o que promete. É por isso que temos fé em todas as suas promessas. — Deut. 7:9.

EXEMPLOS DE FÉ DO PASSADO

4. Que esperança os servos de Deus do passado tinham?

4 Hebreus capítulo 11 menciona o nome de 16 homens e mulheres de fé. Esse capítulo diz que eles e outros receberam “testemunho favorável por causa da sua fé”. (Heb. 11:39) Todos eles tinham a “firme confiança” de que Deus traria o prometido “descendente” para destruir Satanás e fazer com que a vontade de Deus fosse feita na Terra. (Gên. 3:15) Esses servos fiéis morreram antes de Jesus Cristo, o “descendente”, abrir o caminho para a vida no céu. (Gál. 3:16) Mas eles tinham a esperança de ser ressuscitados e viver para sempre como humanos perfeitos no Paraíso na Terra, graças às promessas de Jeová, que nunca falham. — Sal. 37:11; Isa. 26:19; Ose. 13:14.

5, 6. (a) O que Abraão e sua família aguardavam com expectativa? (b) Como eles conseguiram manter forte a sua fé? (Veja a gravura no começo do artigo.)

5 Hebreus 11:13 fala sobre alguns servos fiéis que viveram antes de Cristo vir à Terra: “Todos esses morreram com fé, embora não recebessem as coisas prometidas; mas as viram de longe e as aceitaram com alegria.” Por exemplo, Abraão aguardava com expectativa o novo mundo e se imaginava vivendo lá. Sabemos disso por causa do que Jesus disse aos judeus: “Abraão, o pai de vocês, alegrou-se muito com a perspectiva de ver o meu dia, e ele o viu e se alegrou.” (João 8:56) Sara, Isaque, Jacó e muitos outros também aguardavam o tempo em que o Reino, ‘projetado e construído por Deus’, governaria a Terra inteira. — Heb. 11:8-11.

6 Como Abraão e sua família conseguiram manter forte a sua fé? É provável que eles tenham aprendido sobre Deus com pessoas fiéis e por lerem escritos antigos. Também pode ser que tenham recebido mensagens de Deus por meio de anjos e visões. Mais importante ainda, eles não se esqueceram do que tinham aprendido. Eles davam valor às promessas e às orientações de Deus e meditavam nelas. Tinham tanta certeza de que Deus cumpriria suas promessas que estavam dispostos a enfrentar qualquer dificuldade para continuar leais a ele.

7. Que ajudas Jeová nos deu para mantermos forte a nossa fé? O que queremos fazer com essas ajudas?

7 O que vai nos ajudar a manter forte a nossa fé? Jeová nos deu a sua Palavra completa, a Bíblia. Para sermos ‘felizes’ e ‘bem-sucedidos’, temos que ler a Bíblia todos os dias, se possível. (Sal. 1:1-3; leia Atos 17:11.) Daí, assim como os servos de Jeová no passado, precisamos meditar nas promessas dele e obedecer às suas orientações. Outra ajuda que Jeová nos dá é o alimento espiritual que recebemos do “escravo fiel e prudente”. E não concorda que Jeová nos dá bastante alimento espiritual “no tempo apropriado”? (Mat. 24:45) Queremos dar valor a essas ajudas de Jeová. Quando fazemos isso, somos como os servos fiéis do passado, que tinham “firme confiança” de que o Reino viria.

8. Como a oração pode fortalecer a nossa fé?

8 Outra coisa que ajudou muito os servos de Deus do passado a manter forte a sua fé foi a oração. A fé deles ficava mais forte quando eles viam a resposta de Jeová às suas orações. (Nee. 1:4, 11; Sal. 34:4, 15, 17; Dan. 9:19-21) Nós também podemos abrir nosso coração a Jeová sabendo que ele vai nos ouvir e nos fortalecer para seguirmos em frente sem perder a alegria. E quando vemos que Jeová respondeu à nossa oração, nossa fé fica mais forte. (Leia 1 João 5:14, 15.) Já que a fé faz parte do fruto do espírito, precisamos ‘persistir em pedir’ o espírito de Deus, como Jesus nos incentivou a fazer. — Luc. 11:9, 13.

9. Sobre que assuntos devemos orar?

9 Mas quando oramos a Jeová não devemos ficar só pedindo coisas. Devemos também agradecer e louvar a ele todos os dias, já que seus “atos maravilhosos” são “numerosos demais para relatar”. (Sal. 40:5) Além disso, devemos orar por nossos irmãos no mundo todo, especialmente pelos que ‘exercem liderança entre nós’. Também devemos ‘nos lembrar dos que estão presos, como se estivéssemos presos com eles’. Quando oramos uns pelos outros, é emocionante ver como Jeová responde nossas orações! — Heb. 13:3, 7.

ELES PERMANECERAM LEAIS

10. (a) Mencione alguns servos de Deus que permaneceram leais. (b) O que lhes deu forças para fazer isso?

10 O capítulo 11 de Hebreus fala de vários servos de Jeová do passado que perseveraram apesar de dificuldades. Por exemplo, o apóstolo Paulo menciona mulheres de fé que perderam os filhos na morte e depois os viram ser ressuscitados. Daí ele menciona outras pessoas que “não aceitaram um livramento, para poderem alcançar uma ressurreição melhor”. (Heb. 11:35) Não sabemos ao certo quem Paulo tinha em mente. Mas essas palavras nos fazem lembrar de pessoas como Nabote e Zacarias, que foram apedrejados até a morte porque não quiseram desobedecer a Deus. (1 Reis 21:3, 15; 2 Crô. 24:20, 21) Os três hebreus foram lançados numa fornalha ardente, e Daniel foi lançado numa cova de leões. Eles tiveram a chance de ‘aceitar um livramento’, ou seja, de desobedecer a Deus para escapar da morte. Mas eles tinham muita fé em que Jeová ia ajudá-los com seu espírito santo. Assim, eles como que “fecharam a boca de leões” e “apagaram a força do fogo”. — Heb. 11:33, 34; Dan. 3:16-18, 20, 28; 6:13, 16, 21-23.

11. Que provações alguns profetas enfrentaram por causa de sua fé?

11 Por causa de sua fé, muitos profetas, como Micaías e Jeremias, ‘receberam a sua provação por zombarias e prisões’. Outros, como Elias, tiveram que ‘vaguear pelos desertos, pelas montanhas, pelas cavernas e pelas grutas da terra’. O que os ajudou a perseverar? Foi “a firme confiança” que tinham nas promessas de Deus. — Heb. 11:1, 36-38; 1 Reis 18:13; 22:24-27; Jer. 20:1, 2; 28:10, 11; 32:2.

12. (a) Quem é o nosso maior exemplo de fé? (b) O que o ajudou a suportar provações?

12 Depois de falar de vários exemplos de fé, Paulo falou do maior exemplo de todos: Jesus Cristo. Hebreus 12:2 diz: “Pela alegria que lhe foi apresentada, ele suportou a morte numa estaca de tortura, desprezando a vergonha, e se sentou à direita do trono de Deus.” Mesmo sofrendo muito, Jesus demonstrou fé e continuou leal a Jeová. Por isso, é importante ‘considerar atentamente’ o exemplo dele, porque isso vai nos ajudar a perseverar. (Leia Hebreus 12:3.) Muitos dos primeiros cristãos, como o discípulo Antipas, imitaram a Jesus e foram leais a Jeová até a morte. (Apo. 2:13) Esses cristãos já receberam sua recompensa, diferentemente dos servos de Deus que viveram antes deles, que esperavam viver para sempre na Terra. (Heb. 11:35) Algum tempo depois de Jesus se tornar Rei em 1914, os cristãos ungidos que tinham morrido foram ressuscitados para a vida no céu. Ali, eles vão reinar sobre a Terra junto com Jesus. — Apo. 20:4.

EXEMPLOS DE FÉ HOJE

13, 14. Que situações difíceis o irmão Rudolf Graichen enfrentou? O que o ajudou a perseverar?

13 Assim como Jesus, milhões de servos de Deus hoje se concentram na sua esperança e não permitem que as provações enfraqueçam sua fé. Veja o caso de Rudolf Graichen, que nasceu na Alemanha em 1925. Em sua biografia, ele conta que nas paredes de sua casa havia quadros com cenas do Paraíso. Ele escreveu: “Um quadro mostrava o lobo e o cordeiro, o cabritinho e o leopardo, o bezerro e o leão — todos em paz, sendo conduzidos por um pequeno rapaz. . . . Esses quadros me marcaram muito.” (Isa. 11:6-9) Essa fé que o irmão Rudolf tinha no Paraíso lhe deu forças para enfrentar anos de perseguição cruel, primeiro dos nazistas e depois dos comunistas.

14 O irmão Rudolf enfrentou outras situações difíceis. Sua mãe morreu de uma doença contagiosa num campo de concentração na Alemanha. Seu pai ficou fraco na fé e assinou um documento dizendo que não era mais Testemunha de Jeová. Apesar de tudo isso, a fé do irmão Rudolf continuou forte. Depois de sair da prisão, ele serviu como superintendente de circuito. Daí, foi convidado para cursar Gileade e foi designado para o Chile, onde também serviu no circuito. Ele se casou com uma missionária chamada Patsy, e os dois tiveram uma filhinha. Mas as provações de Rudolf não tinham acabado. Um ano depois de casados, a filhinha deles morreu. Mais tarde, sua querida esposa também morreu, com apenas 43 anos. Apesar de tudo o que passou, Rudolf continuou fiel a Jeová. Quando sua história foi publicada na Sentinela, ele servia como pioneiro regular e ancião, embora fosse idoso e estivesse doente. Você pode ler a biografia dele em A Sentinela, 1.° de agosto de 1997, páginas 20-25. [1]

15. Que exemplos de perseverança encontramos hoje entre as Testemunhas de Jeová?

15 Apesar de às vezes serem cruelmente perseguidas, as Testemunhas de Jeová continuam a se alegrar na sua esperança. Por exemplo, centenas de irmãos estão presos em Cingapura, na Coreia do Sul e na Eritreia porque não querem pegar em armas, assim como Jesus ensinou. (Mat. 26:52) Entre esses estão Isaac, Negede e Paulos, que já estão presos por mais de 20 anos na Eritreia. Durante todos esses anos, além de serem maltratados, esses irmãos não puderam se casar nem cuidar dos seus pais, que estão envelhecendo. Apesar disso, eles permanecem leais a Jeová. No nosso site, jw.org, podemos ver uma foto deles. Dá para ver no rosto deles a forte fé que eles têm em Jeová. Agora, até os guardas respeitam esses irmãos.

Você está aprendendo com irmãos fiéis de sua congregação? (Veja os parágrafos 15 e 16.)

16. Ter forte fé vai ajudar você a fazer o quê?

16 A maioria dos servos de Jeová não tem de enfrentar perseguição nem prisão. Mas eles passam por outros testes de fé. Muitos sofrem por causa da pobreza, de guerras civis ou de desastres naturais. Outros são como Moisés, Abraão, Isaque e Jacó, que abriram mão de riqueza ou de fama no mundo. Eles lutam para não se deixar influenciar pelo mundo, que incentiva as pessoas a ter cada vez mais coisas e a satisfazer todos os seus desejos. Por que nossos irmãos conseguem perseverar com alegria? Por causa do seu amor a Jeová e sua forte fé. Eles sabem que Deus vai dar vida eterna aos seus servos fiéis no novo mundo, onde a injustiça será coisa do passado. — Leia Salmo 37:5, 7, 9, 29.

17. (a) O que você está decidido a fazer? (b) O que vamos ver no próximo artigo?

17 Neste artigo, vimos como orar e meditar nas promessas de Deus mantém nossa fé forte. Isso, por sua vez, vai nos ajudar a enfrentar testes de fé e a nos concentrar na nossa esperança com “firme confiança”. Mas há mais envolvido em ter fé, conforme veremos no próximo artigo.

^ [1] (parágrafo 14) Veja também a história de Andrej Hanák, da Eslováquia, no artigo “Esperança viva apesar de muitas provações”, na Despertai!, 22 de abril de 2002.