Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Língua brasileira de sinais

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Novembro de 2015

Ajude seu filho pequeno a servir a Jeová

Ajude seu filho pequeno a servir a Jeová

‘Que o homem do verdadeiro Deus nos instrua sobre o que devemos fazer com o menino que vai nascer.’ — JUÍ. 13:8.

CÂNTICOS: 88, 120

1. Como Manoá reagiu quando soube que seria pai?

MANOÁ mal pode acreditar no que sua esposa acabou de lhe contar. Afinal, eles tinham certeza de que ela era estéril. Mas o anjo de Jeová falou com ela, e o que parecia impossível é agora realidade: Manoá e sua esposa terão um filho! Ele sem dúvida está feliz, mas também sabe a grande responsabilidade que isso lhe trará. Eles vivem numa nação cheia de maldade. Como conseguirão criar seu filho para servir a Deus? Manoá ‘suplica a Jeová’, dizendo: “Por favor, que o homem do verdadeiro Deus [o anjo], que acabas de enviar, venha novamente para nos instruir sobre o que devemos fazer com o menino que vai nascer.” — Juí. 13:1-8.

2. O que está envolvido no treinamento do seu filho? (Inclua o quadro “ Seus estudantes mais importantes”.)

2 Se você é pai ou mãe, provavelmente se identifica com essa súplica de Manoá. Você também tem a pesada responsabilidade de ajudar seu filho a conhecer e amar a Jeová. (Pro. 1:8) É com esse objetivo que os pais cristãos estabelecem um programa significativo de Adoração em Família. É claro que um estudo semanal em família não basta para gravar verdades bíblicas na mente da criança. (Leia Deuteronômio 6:6-9.) Então, como você pode inculcar a verdade em seu filho? Este e o próximo artigo consideram como os pais podem seguir o modelo de Jesus. É verdade que ele não teve filhos, mas é um bom exemplo para os pais, porque ensinava e treinava seus discípulos com amor, humildade e discernimento. Vamos analisar cada uma dessas qualidades.

MOSTRE AMOR AO SEU FILHO

3. Como Jesus mostrava que amava seus discípulos?

3 Jesus costumava dizer aos seus discípulos que os amava. (Leia João 15:9.) Ele também mostrava seu amor por passar tempo com eles. (Mar. 6:31, 32; João 2:2; 21:12, 13) Jesus não era apenas instrutor deles, mas também amigo. Por isso, os discípulos não tinham dúvidas do amor de Jesus por eles. Como você pode imitar o modo de Jesus ensinar?

4. Como você pode mostrar a seus filhos que os ama? (Veja a gravura no início do artigo.)

4 Diga aos seus filhos que os ama e sempre mostre como eles são importantes para você. (Pro. 4:3; Tito 2:4) Samuel, da Austrália, diz: “Quando eu era bem pequeno, meu pai lia para mim o Meu Livro de Histórias Bíblicas toda noite. Ele respondia minhas perguntas, me abraçava e me dava um beijo antes de dormir. Fiquei muito surpreso quando descobri que ele não foi criado num ambiente em que era comum abraçar e beijar. Mas ele se esforçava muito para mostrar seu amor por mim. Isso criou uma forte amizade entre nós, e eu me sentia feliz e seguro.” Tente fazer com que seus filhos tenham essa mesma sensação por dizer-lhes com frequência: “Eu amo você.” Mostre seu carinho por eles. Converse, coma e brinque com eles.

5, 6. (a) O que Jesus faz por aqueles a quem ama? (b) Explique como a disciplina adequada ajuda os filhos a se sentir seguros e amados.

5 “Todos aqueles a quem amo”, disse Jesus, “eu repreendo e disciplino”. * (Apo. 3:19) Embora seus discípulos discutissem vez após vez sobre qual deles era o maior, Jesus não desistiu deles. Ele também não fazia vistas grossas quando eles não correspondiam aos seus conselhos. De modo amoroso e brando, Jesus os repreendia num momento e lugar apropriado. — Mar. 9:33-37.

6 Mostre amor pelos seus filhos por discipliná-los. Às vezes, é suficiente explicar por que é certo ou errado agir de determinada maneira. Outras vezes, porém, eles talvez não obedeçam. (Pro. 22:15) Quando isso acontecer, imite a Jesus. Espere a hora e o lugar certo para discipliná-los com amor e brandura. Isso envolve ser paciente ao dar orientação, treinamento e correção. “Meus pais eram coerentes ao dar disciplina”, conta Elaine, uma irmã da África do Sul. “Quando eles diziam o que aconteceria se eu me comportasse mal, sempre cumpriam a palavra. Mas nunca me disciplinavam com raiva ou sem explicar o motivo. Isso me dava uma sensação de segurança. Eu entendia bem os limites que eles impunham e sabia o que se esperava de mim.”

DEMONSTRE HUMILDADE

7, 8. (a) Como Jesus mostrou humildade ao orar? (b) Como suas orações podem ensinar seus filhos a confiar em Deus?

7 Em uma de suas últimas orações como humano, Jesus disse: “Aba, Pai, todas as coisas são possíveis para ti; afasta de mim este cálice. Contudo, não o que eu quero, mas o que tu queres.” * (Mar. 14:36) Quer seus discípulos tenham ouvido aquela oração, quer tenham ficado sabendo dela depois, imagine como devem ter se sentido! Eles sem dúvida aprenderam que, se o perfeito Filho de Deus suplicava humildemente a ajuda de Jeová, eles deviam fazer o mesmo.

8 O que seus filhos aprendem das orações que você faz? É verdade que o objetivo principal de você orar a Jeová não é ensinar seus filhos. Mas, quando ouvem você orando com humildade, eles aprendem a confiar em Jeová. Ana, do Brasil, conta: “Quando passávamos por problemas — por exemplo, quando meus avós estavam doentes —, meus pais pediam a Jeová forças para enfrentar a situação e sabedoria para tomar boas decisões. Mesmo sob grande pressão, eles deixavam o assunto nas mãos de Jeová. Isso me ensinou a confiar nele.” Quando orar com seus filhos, não ore apenas em favor deles. Peça que Jeová também ajude você. Por exemplo, pode pedir ajuda quando tiver de conversar com o patrão a respeito de assistir ao congresso. Também, pode pedir coragem para dar testemunho a um vizinho. Se você mostrar que é humilde e confia em Jeová, seus filhos aprenderão a fazer o mesmo.

9. (a) Como Jesus ensinou seus discípulos a humildemente servir outros? (b) Se você está disposto a servir, o que seus filhos aprenderão?

9 Por palavras e ações, Jesus treinou seus discípulos para humildemente servirem as pessoas. (Leia Lucas 22:27.) Ele os ensinou a dar de si no serviço de Jeová e a colocar os interesses de outros à frente dos seus. Que dizer de você? Por meio de seu exemplo de abnegação, pode ensinar seus filhos a mesma lição. “Eu nunca fiquei enciumada por causa do tempo que meu marido, que é ancião, gastava com outros”, diz Debbie, que tem dois filhos. “Eu sabia que meu marido sempre daria atenção à nossa família quando precisássemos.” (1 Tim. 3:4, 5) O marido dela, Pranas, acrescenta: “Quando cresceram, nossos filhos ficavam na expectativa para ajudar em assembleias e projetos teocráticos. Eles progrediram, fizeram amizades e sempre se sentiram acolhidos.” Hoje, a família toda serve a Jeová no ministério de tempo integral. Se você for humilde e abnegado, ensinará seus filhos a servir outros.

TENHA DISCERNIMENTO

10. Quando uma multidão foi ver Jesus, como ele mostrou discernimento?

10 Jesus mostrava discernimento por olhar além do óbvio e perceber por que as pessoas agiam de determinada maneira. Certa vez, parecia que alguns de seus ouvintes na Galileia queriam muito segui-lo. (João 6:22-24) Mas Jesus, que podia ler corações, discerniu que as pessoas estavam mais interessadas em alimento físico do que nos ensinos dele. (João 2:25) Ele viu o problema, corrigiu os ouvintes com paciência e explicou o que deviam fazer. — Leia João 6:25-27.

Seu filho acha o serviço de pregação interessante e agradável? (Veja o parágrafo 11.)

11. (a) Dê um exemplo de como os pais podem discernir o que seus filhos acham da pregação. (b) Como você pode tornar o ministério interessante e agradável para seu filho?

11 Você não pode ler corações, mas pode mostrar discernimento e descobrir o que seu filho acha do serviço de campo. Em alguns lugares, os pais fazem um breve intervalo durante a pregação para que seus filhos descansem um pouco e comam alguma coisa. Se você faz isso, talvez possa olhar além do óbvio e se perguntar: ‘Meu filho gosta do ministério ou apenas dos intervalos?’ Se você discernir que seus filhos não acham o ministério tão interessante e agradável, estabeleça alvos com eles. Use a criatividade para ajudá-los a ter uma participação significativa na pregação quando o acompanham.

12. (a) Como Jesus mostrou discernimento ao alertar seus seguidores contra a impureza moral? (b) Por que o alerta de Jesus foi apropriado para os cristãos daquela época?

12 Jesus também mostrou discernimento ao identificar passos que poderiam levar seus seguidores a pecar. Por exemplo, eles sabiam que era errado cometer imoralidade sexual. Mas Jesus os alertou contra os passos que levam à imoralidade. Ele disse: “Todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de sentir paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela. Então, se seu olho direito o faz tropeçar, arranque-o e lance-o para longe de você.” (Mat. 5:27-29) Essas palavras eram muito apropriadas para os cristãos que viviam debaixo do domínio romano. Nas peças teatrais romanas, “os olhos e os ouvidos viam e ouviam obscenidades”, escreveu um historiador, “e as cenas mais indecentes eram as mais aplaudidas”. Jesus mostrou grande amor e discernimento ao alertar seus discípulos sobre coisas que poderiam desafiar sua pureza moral.

13, 14. Como você pode proteger seus filhos contra o entretenimento impuro?

13 O discernimento pode ajudar você a proteger seus filhos de perigos espirituais. Hoje, cada vez mais cedo, as crianças correm o risco de se expor a pornografia e outras matérias imorais. Sem dúvida, os pais cristãos dizem aos filhos que é errado se divertir com coisas imorais. Mas o discernimento ajudará você a perceber o que pode levar seu filho a ter curiosidade por pornografia. Pergunte-se: ‘O que poderia levar meu filho a ver pornografia? Ele sabe por que isso é tão perigoso? Ele sente que sou acessível e ficaria à vontade para me pedir ajuda caso se sentisse tentado a ver pornografia?’ Mesmo que seu filho seja bem jovem, você pode dizer a ele: “Se alguma vez aparecer um site imoral e você ficar com vontade de olhar, por favor, fale comigo. Não precisa ter vergonha. Eu vou ajudar você.”

14 Se tiver discernimento, você também escolherá com cuidado seu próprio entretenimento. “Aquilo que nós, pais, escolhemos para nos divertir — como músicas, filmes ou livros — estabelece o padrão para a família”, diz Pranas, já citado. “Você pode falar muitas coisas, mas seus filhos observarão o que você faz e o imitarão.” Se seu filho vir que você se esforça para escolher entretenimento sadio, provavelmente será levado a fazer escolhas similares. — Rom. 2:21-24.

O VERDADEIRO DEUS ESCUTARÁ VOCÊ

15, 16. (a) Por que você pode ter certeza de que Deus o ajudará a treinar seus filhos? (b) O que vamos considerar no próximo artigo?

15 O que aconteceu quando Manoá pediu ajuda para criar seu filho? “O verdadeiro Deus escutou Manoá.” (Juí. 13:9) Pais, Jeová escutará vocês também. Ele responderá suas orações e os ajudará a treinar seus filhos. Você poderá ser bem-sucedido se fizer isso com amor, humildade e discernimento.

16 Assim como Jeová ajuda os pais a treinar seus filhos pequenos, ele também pode ajudá-los a treinar seus filhos quando chegam à adolescência. O próximo artigo mostrará como você pode imitar o amor, a humildade e o discernimento de Jesus ao treinar seu filho adolescente para servir a Jeová.

^ parágrafo 5 Segundo a Bíblia, a disciplina inclui orientação, treinamento, correção e às vezes punição — todos administrados com amor, nunca com raiva.

^ parágrafo 7 A obra The International Standard Bible Encyclopedia (Enciclopédia Bíblica Padrão Internacional) diz: “Na linguagem coloquial dos dias de Jesus, ʼabbāʼ era primariamente um termo íntimo e respeitoso dado pelos filhos ao seu pai.”