Pular para conteúdo

Pular para sumário

As causas da solidão

As causas da solidão

 As causas da solidão

SENTIR solidão não é a mesma coisa que estar sozinho. A solidão geralmente é um estado de isolamento acompanhado do desejo de ter companhia. No entanto, nós às vezes nos afastamos do convívio normal com outras pessoas por vontade própria.

Assim, alguém talvez queira ficar sozinho em algumas situações. Muitas pessoas procuram ficar sozinhas para orar ou meditar, assim como Jesus Cristo fazia. (Mateus 14:13; Lucas 4:42; 5:16; 6:12) A solidão, por outro lado, é um sentimento doloroso. O que pode causá-la?

Isolamento em cidades lotadas

Em cidades grandes, milhares — até mesmo milhões — de pessoas vivem muito próximas umas das outras. É irônico, mas essa aglomeração causa solidão. A correria da vida urbana impede muitos de conhecer bem seus vizinhos. Assim, quem mora em cidades acaba vivendo cercado de estranhos. É comum desconfiar de pessoas estranhas e desejar proteger a própria privacidade. Esse pode ser um dos principais motivos de haver tanta solidão nas cidades grandes.

Condições de trabalho

O modo como muitas indústrias e empresas grandes são administradas tem levado muitos empregados, não importa o cargo, a se sentirem solitários e inadequados. Funcionários costumam sentir constante pressão e estresse.

Além disso, em empresas grandes, a transferência frequente de funcionários para outras cidades os faz se sentir inseguros, isolados e solitários. Comentando uma onda de suicídios entre empregados de algumas empresas francesas, o jornal International Herald Tribune disse que muitos trabalhadores franceses se sentem “pressionados além de seus limites pelo ritmo acelerado das mudanças econômicas”.

Comunicação fria

No Japão, o professor Tetsuro Saito disse: “Não há dúvida de que a habilidade de se comunicar enfraquece à medida que telefones celulares e outros aparelhos se tornam uma barreira entre as pessoas.” Na Austrália, o jornal The Sunday Telegraph comentou: “A tecnologia . . . faz com que as pessoas se isolem mais. Elas . . . preferem enviar e-mails ou mensagens de texto a conversar.”

Rachel, que tem 21 anos e mora na França, explica um dos motivos de se sentir solitária: “Percebi que as pessoas não se esforçam muito para ter contato pessoal, porque acreditam que enviar mensagens de texto e e-mails ou conversar pela internet são o suficiente. Mas isso só aumenta minha solidão.”

Mudança de ambiente

A crise econômica obrigou muitas pessoas a se mudar para outro lugar a fim de manter o emprego ou conseguir outro. Mudar de casa leva pessoas para longe de seus vizinhos, amigos, escola e às vezes da família. Assim, elas se sentem como uma planta que foi arrancada de um lugar e plantada em outro, mas cujas raízes ficaram para trás.

Francis, de Gana, lembra-se do dia em que chegou à França. Ele explica: “A barreira linguística, a falta de amigos e o clima frio contribuíram para que eu me sentisse muito solitário.”

Falando sobre sua chegada à Inglaterra como imigrante, Behjat admite: “Achei difícil me adaptar à cultura local. Eu tinha alguns conhecidos, mas nenhum amigo de verdade ou parente para conversar e expressar meus sentimentos.”

Morte de alguém querido

A morte do marido ou da esposa deixa um buraco enorme. Isso se dá especialmente no caso de alguém que cuidou do cônjuge por um longo período. É comum sentir um vazio imenso.

Fernande, uma viúva que mora em Paris, explica: “O mais difícil para mim é não poder mais me abrir com meu melhor amigo — meu marido.” Para Anny, o momento em que mais sente falta do marido é quando precisa tomar decisões importantes sobre problemas de saúde e outros assuntos.

Estar divorciado, separado ou solteiro

O divórcio ou a separação costumam causar sentimentos de solidão e fracasso. Em geral, os filhos são as maiores vítimas, sofrendo mais do que alguns especialistas achavam. Hoje, eles acreditam que filhos de pais divorciados têm mais probabilidade de se tornar adultos solitários.

Os que estão solteiros porque ainda não encontraram um bom cônjuge costumam passar por períodos de solidão. E para piorar isso, outros fazem comentários irrefletidos, como: “Por que você ainda está solteiro?”

Pais que criam sozinhos os filhos também sentem solidão. É verdade que filhos trazem alegria, mas não é fácil criá-los sem um cônjuge para ajudar a resolver os problemas.

Idade avançada e inexperiência da juventude

Os idosos muitas vezes podem se sentir solitários, mesmo que não sejam negligenciados pela família. Pode ser que parentes e amigos os visitem de vez em quando, mas que dizer do restante do tempo — talvez os dias ou as semanas em que ninguém os visita?

Mas os idosos não são as únicas vítimas; os jovens também costumam sofrer com a solidão. Muitos ficam viciados em tipos de recreação que não promovem o convívio social, como ver TV, jogar videogame e passar incontáveis horas sozinhos na frente do computador.

É possível encontrar uma solução para essa crescente tendência? Como lidar com a solidão?

[Destaque na página 5]

“A barreira linguística, a falta de amigos e o clima frio contribuíram para que eu me sentisse muito solitário”