Pular para conteúdo

Pular para sumário

Ideias para adoração em família e estudo pessoal

Ideias para adoração em família e estudo pessoal

 Ideias para adoração em família e estudo pessoal

NO INÍCIO de 2009, as congregações das Testemunhas de Jeová em todo o mundo fizeram ajustes na programação de suas reuniões. As reuniões do meio da semana passaram a ser realizadas numa só noite, e todos nós fomos incentivados a usar a outra noite para adoração em família ou estudo pessoal. Está usando bem esse tempo livre? Está tirando pleno proveito desse ajuste?

Alguns se perguntam que matéria devem escolher para considerar na adoração em família. O Corpo Governante não determina um padrão para ser seguido por todas as famílias. Visto que as circunstâncias variam, é bom que cada chefe de família ou cada pessoa avalie qual é a melhor maneira de utilizar essa ocasião semanal.

Alguns estão preparando as reuniões congregacionais, mas a adoração em família não precisa se limitar a isso. Outros fazem leitura, análise e até encenação de passagens bíblicas, em especial para ajudar crianças pequenas. Não é necessário nem recomendável usar sempre o método de perguntas e respostas, como nas nossas reuniões. Uma atmosfera informal tem mais probabilidade de incentivar uma interação e a troca de ideias. Essa atmosfera estimula a criatividade, que pode tornar a ocasião inesquecível e agradável para todos.

Certo pai de três filhos escreveu: “Em geral, nos baseamos na leitura da Bíblia. Cada um de nós lê os capítulos com antecedência. Meus filhos escolhem algo que desejam pesquisar e então apresentam o que descobriram. Michael, de 7 anos, costuma fazer um desenho ou escrever um parágrafo. David, de 13, e Kaitlyn, de 15, talvez escrevam sobre um relato bíblico do ponto de vista de um observador. Por exemplo, quando lemos o relato em que José interpretou os sonhos do padeiro e do copeiro de Faraó, Kaitlyn escreveu uma redação do ponto de vista de um prisioneiro observando essa conversa.” — Gên., cap. 40.

Naturalmente, as situações variam. O que dá certo para uma família ou para determinada pessoa talvez não funcione para outra. O quadro acompanhante apresenta diversas ideias que podem ser úteis para suas sessões de adoração em família ou estudo pessoal. É bem provável que você também tenha várias outras ideias.

[Quadro/Foto nas páginas 6, 7]

Famílias com adolescentes:

• Ler e analisar Os Jovens Perguntam — Respostas Práticas.

• Encenar situações de “Coloque-se no lugar de . . .”. (Veja A Sentinela de 15 de maio de 1996, página 14, parágrafos 17-18.)

• Conversar sobre alvos de médio e longo prazo.

• De vez em quando, ver e analisar vídeos baseados na Bíblia.

• Considerar a seção “Para os Jovens” de A Sentinela.

Casais sem filhos:

• Analisar os capítulos 1, 3 e   e   e   e   e   e 11-16 do livro O Segredo de Uma Família Feliz.

• Compartilhar pontos encontrados na pesquisa feita para os destaques da leitura da Bíblia.

• Preparar-se para o Estudo Bíblico de Congregação ou para o Estudo de A Sentinela.

• Considerar maneiras de expandir seu ministério como casal.

Irmãos e irmãs solteiros ou membros de uma família em que nem todos são cristãos:

• Estudar os lançamentos do congresso de distrito.

• Ler o Anuário do ano e os anteriores.

• Pesquisar como responder a perguntas comuns no território.

• Preparar apresentações para o ministério de campo.

Famílias com filhos pequenos:

• Encenar relatos bíblicos.

• Brincar com jogos de memória, como os das páginas 30 e 31 da Despertai!.

• Vez por outra, fazer algo diferente. (Veja “Estudamos a Bíblia no zoológico!”, na Despertai! de 8 de março de 1996, páginas 16-19.)

• Considerar a seção “Ensine Seus Filhos” de A Sentinela.