Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 63

As palavras que apareceram na parede

As palavras que apareceram na parede

Depois de um tempo, Belsazar virou o rei de Babilônia. Numa noite, ele deu uma grande festa e convidou as pessoas mais importantes de Babilônia. Daí, Belsazar mandou seus empregados trazerem os copos de ouro que Nabucodonosor tinha tirado do templo de Jeová. Belsazar e todas as pessoas que estavam na festa bebiam nos copos de ouro enquanto falavam bem dos deuses deles. Então, do nada, apareceu a mão de um homem! A mão escreveu umas palavras estranhas na parede do salão onde eles estavam.

Belsazar ficou morrendo de medo. Ele chamou os magos do reino e disse:

— Quem me explicar essas palavras vai se tornar a terceira pessoa mais importante de Babilônia!

Todos os magos tentaram explicar, mas ninguém conseguiu. Daí, a rainha disse para Belsazar:

— Um homem chamado Daniel sempre explicava coisas para Nabucodonosor. Ele pode te explicar o que essas palavras querem dizer.

Então, Daniel veio falar com o rei. Belsazar disse:

— Daniel, se você conseguir ler e me explicar essas palavras, vou te dar um colar de ouro e vou fazer de você o terceiro homem mais importante de Babilônia.

— Senhor, não quero nada disso, mas eu vou te dizer o que essas palavras significam. Seu pai, Nabucodonosor, era um homem orgulhoso, mas Jeová ensinou uma lição pra ele. Mesmo sabendo tudo o que aconteceu com ele, o senhor bebeu vinho nos copos do templo. Jeová ficou muito bravo. Foi por isso que ele escreveu na parede as palavras Mene, Mene, Tequel e Parsim. Elas querem dizer que o rei da Média e da Pérsia vai invadir Babilônia, e o senhor não vai mais ser rei.

Em volta de Babilônia tinha uma muralha bem grossa e um rio bem fundo. Por isso, todo mundo achava que nunca ninguém ia invadir Babilônia. Mas, bem na noite da festa, os soldados da Média e da Pérsia atacaram Babilônia. O rei da Pérsia, chamado Ciro, desviou o rio. Assim, ficou fácil para os soldados dele chegar até os portões de Babilônia. Quando eles chegaram lá, os portões já estavam abertos! Os soldados entraram com tudo, tomaram Babilônia e mataram Belsazar. Então, Ciro virou o rei de Babilônia.

Um ano depois, Ciro disse para todo mundo:

— Jeová me mandou reconstruir o templo dele em Jerusalém. Eu vou deixar todos os judeus que quiserem ajudar no trabalho ir pra lá.

Assim como Jeová tinha prometido, muitos judeus voltaram para casa 70 anos depois de Jerusalém ser destruída. Ciro mandou de volta os copos de ouro e de prata e tudo o que Nabucodonosor tinha tirado do templo. Viu só? Jeová usou Ciro para ajudar os judeus.

“Caiu! Caiu Babilônia, a Grande, e ela se tornou morada de demônios.” — Apocalipse 18:2