Jeová não é parcial. (At 10:34, 35) Ele aceita pessoas “de todas as nações, tribos, povos e línguas”. (Ap 7:9) Por isso, não deve existir favoritismo nem preconceito entre os servos de Jeová. (Tg 2:1-4) Por sermos ensinados por Jeová, fazemos parte de um paraíso espiritual. Nesse paraíso, as pessoas transformam sua personalidade. (Is 11:6-9) Precisamos nos esforçar para arrancar do nosso coração qualquer preconceito, por menor que seja. Quando somos imparciais, estamos imitando a Deus. — Ef 5:1, 2.

ASSISTA AO VÍDEO JOHNY E GIDEON: ANTES INIMIGOS, AGORA IRMÃOS. DEPOIS, RESPONDA:

  • Por que o ensino de Jeová é superior aos esforços humanos para acabar com o preconceito?

  • O que deixa você impressionado quando pensa na nossa família mundial de irmãos?

  • Como nossos esforços para manter a união na congregação dão louvor a Jeová?