23 DE SETEMBRO DE 2019
RÚSSIA

Mais seis irmãos condenados e presos na Rússia

Mais seis irmãos condenados e presos na Rússia

Na quinta-feira, 19 de setembro de 2019, seis irmãos da cidade de Saratov, Rússia, foram condenados e sentenciados à prisão simplesmente por serem Testemunhas de Jeová.

O juiz Dmitry Larin, do Tribunal Distrital Leninsky de Saratov, sentenciou os irmãos Konstantin Bazhenov e Aleksey Budenchuk a três anos e seis meses de prisão, o irmão Feliks Makhammadiyev a três anos, e os irmãos Roman Gridasov, Gennadiy German e Aleksey Miretskiy a dois anos de prisão. Além disso, a decisão diz que depois de cumprirem o tempo de prisão, eles estarão proibidos de ocupar cargos de liderança em organizações públicas por cinco anos. A defesa pretende apelar da decisão.

As acusações criminais contra os seis irmãos começaram em 12 de junho de 2018, depois que autoridades russas invadiram sete casas de irmãos em Saratov. Todos os irmãos têm famílias, e o irmão Budenchuk tem duas crianças em idade escolar. Os irmãos Budenchuk, Bazhenov e Makhammadiyev ficaram quase um ano em prisão preventiva antes desta sentença.

Em suas últimas palavras no tribunal, os seis irmãos citaram vários textos bíblicos e disseram que não ficaram ressentidos com essa perseguição.

Até agora a Rússia já condenou e sentenciou sete irmãos à prisão. Mais de 250 irmãos e irmãs na Rússia estão enfrentando acusações criminais, 41 estão presos (de modo preventivo ou cumprindo pena de prisão) e 23 estão em prisão domiciliar.

Oramos para que nossos leais e corajosos irmãos e irmãs da Rússia ‘sejam fortalecidos com todo o poder, segundo o poder glorioso [de Jeová], para que [eles] possam perseverar plenamente com paciência e alegria’. — Colossenses 1:11.