15 DE NOVEMBRO DE 2019
NEPAL

Duas Testemunhas de Jeová no Nepal aguardam decisão de apelação em liberdade

Duas Testemunhas de Jeová no Nepal aguardam decisão de apelação em liberdade

Em 4 de novembro de 2019, duas Testemunhas de Jeová, Tirtha Maya Ghale e Pushpa Ghimire, receberam liberdade condicional. Elas haviam sido sentenciadas a três meses de prisão apenas por praticarem sua religião — um direito protegido pela lei do Nepal e pela lei internacional. Ambas ficaram presas por mais de um mês.

Há exatamente um ano, as irmãs Tirtha e Pushpa foram presas por conversarem com pessoas interessadas na Bíblia que encontravam nas ruas. Depois de passarem 13 dias sob custódia da polícia, elas pagaram uma fiança absurdamente alta de 100 mil rupias nepalesas (cerca de 930 dólares americanos) e foram libertadas. Apesar disso, as autoridades continuaram a investigação criminal contra as duas irmãs.

O julgamento de nossas irmãs começou em 10 de dezembro de 2018, e as audiências se estenderam por uns dez meses. No dia 25 de setembro de 2019, o Tribunal Distrital Rupandehi sentenciou nossas irmãs a três meses de prisão. Além disso, elas deveriam pagar uma multa de 2.500 rupias nepalesas (cerca de 23 dólares americanos).

O juiz distrital considerou que elas eram culpadas de querer converter pessoas apenas por possuir e distribuir publicações religiosas. O Nepal é membro das Nações Unidas e faz parte do Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos. Por isso, o governo do Nepal tem a obrigação de garantir que seus cidadãos se sintam livres para mudar suas crenças religiosas e exercer sua religião tanto em público como em particular. As irmãs Tirtha e Pushpa não estavam obrigando ninguém a mudar de religião. Elas apenas estavam deixando publicações bíblicas com os que davam atenção a elas. Com base nisso, os advogados de nossas irmãs apresentaram uma apelação ao Tribunal Superior em 31 de outubro de 2019. O Tribunal Superior decidiu que Tirtha e Pushpa não precisavam ficar presas durante o processo de apelação. Assim, elas aguardam a decisão final do julgamento em liberdade.

Oramos para que Jeová continue a dar seu espírito santo para nossas irmãs Tirtha e Pushpa, e que elas possam ter força, alegria e paz enquanto esperam a decisão final do tribunal de apelação. — Romanos 15:13.