Cem anos do reinado de Jesus — como isso afeta você?

Cem anos do reinado de Jesus — como isso afeta você?

“Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Jeová Deus, . . . Rei da eternidade.” — REV. 15:3.

1, 2. O que o Reino de Deus realizará, e por que podemos ter certeza de que ele virá?

NUM monte perto de Cafarnaum, na primavera de 31 EC, Jesus Cristo ensinou seus seguidores a orar: “Venha o teu reino.” (Mat. 6:10) Hoje, muitos duvidam se o Reino virá algum dia. Mas nós temos certeza de que nossas orações sinceras pedindo a vinda do Reino de Deus serão atendidas.

2 Jeová usará o Reino para unir toda sua família, tanto no céu como na Terra. Esse propósito de Deus certamente se cumprirá. (Isa. 55:10, 11) De fato, Jeová já se tornou Rei em nossos dias. Os acontecimentos empolgantes nos últimos cem anos são prova disso. Deus está realizando obras grandes e maravilhosas a favor de milhões de súditos leais. (Zac. 14:9; Rev. 15:3) No entanto, o fato de Jeová se tornar Rei não é o mesmo que a vinda do Reino de Deus, que Jesus nos ensinou a pedir em oração. Que diferença existe entre esses acontecimentos, e como eles nos afetam?

O REI ENTRONIZADO DE JEOVÁ ENTRA EM AÇÃO

3. (a) Quando e onde Jesus foi entronizado como Rei? (b) Como você provaria que o Reino foi estabelecido em 1914? (Veja a nota.)

3 Perto do fim do século 19, os servos de Deus passaram a ter maior esclarecimento sobre uma profecia registrada por Daniel há 2.500 anos: “Nos dias daqueles reis o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será arruinado.” (Dan. 2:44) Por décadas, os Estudantes da Bíblia declararam que o ano de 1914 seria significativo. Muitas pessoas naquela época estavam otimistas. Conforme certo escritor diz: “O mundo de 1914 era promissor e cheio de esperança.” Mas, com o irrompimento da Primeira Guerra Mundial mais tarde naquele ano, as profecias bíblicas se cumpriram. As resultantes fomes, terremotos e doenças, bem como o cumprimento de outras profecias bíblicas, não deixaram nenhuma dúvida de que Jesus Cristo havia começado a governar no céu como Rei do Reino de Deus em 1914. * Por entronizar seu Filho como Rei messiânico, Jeová havia se tornado Rei num novo sentido.

4. Que ação imediata o Rei recém-empossado tomou, e para quem ele voltou a atenção em seguida?

4 A primeira missão desse Rei recém-empossado por Deus foi travar guerra contra Satanás, o principal Adversário de seu Pai. Jesus e seus anjos expulsaram o Diabo e seus demônios do céu. Isso resultou em grande alegria no céu, mas numa época de calamidades nunca vistas antes na Terra. (Leia Revelação 12:7-9, 12.) A seguir, o Rei voltou a atenção para seus súditos terrestres a fim de refiná-los, instruí-los e organizá-los para fazerem a vontade de Deus. Eles corresponderam bem a essas três funções do governo do Reino. Vejamos o que podemos aprender desse bom exemplo.

O REI MESSIÂNICO REFINA SEUS SÚDITOS LEAIS

5. Que purificação ocorreu entre 1914 e a parte inicial de 1919?

5 Depois que o Rei entronizado livrou o céu da influência corrompedora de Satanás e seus demônios, Jeová providenciou que Jesus inspecionasse e refinasse a condição espiritual de seus seguidores na Terra. O profeta Malaquias descreveu isso como uma purificação espiritual. (Mal. 3:1-3) A História mostra que isso ocorreu entre 1914 e a parte inicial de 1919. * Para fazermos parte da família universal de Jeová, precisamos ser puros, ou santos. (1 Ped. 1:15, 16) Precisamos estar livres de qualquer contaminação da religião falsa ou da política deste mundo.

6. Como o alimento espiritual é fornecido, e por que ele é vital?

6 Jesus usou então sua autoridade como Rei para designar um “escravo fiel e discreto”. Esse escravo forneceria um suprimento regular de alimento espiritual que beneficiaria todos que compõem “um só rebanho” sob os cuidados de Jesus. (Mat. 24:45-47; João 10:16) Desde 1919, um pequeno grupo de irmãos ungidos tem cumprido fielmente a pesada responsabilidade de alimentar os “domésticos”. A fartura de alimento espiritual fornecido por meio desse canal nos sustenta para que possamos crescer na fé. Esse alimento fortalece nossa determinação de permanecer puros em sentido espiritual, moral, mental e físico. Também nos instrui e nos equipa para ter uma plena participação na obra mais importante que está sendo feita hoje na Terra. Você está aproveitando ao máximo essas provisões?

O REI INSTRUI SEUS SÚDITOS NA PREGAÇÃO MUNDIAL

7. Quando esteve na Terra, que obra importante Jesus começou, e até quando ela continuaria?

7 Quando Jesus começou seu ministério na Terra, ele anunciou: “Tenho de declarar as boas novas do reino de Deus também a outras cidades, porque fui enviado para isso.” (Luc. 4:43) Por três anos e meio, a vida de Jesus girou em torno dessa obra. Ele orientou seus discípulos: “Ao irdes, pregai, dizendo: ‘O reino dos céus se tem aproximado.’” (Mat. 10:7) Após sua ressurreição, Jesus predisse que seus seguidores levariam essa mensagem “até à parte mais distante da terra”. (Atos 1:8) Ele prometeu que estaria pessoalmente envolvido nessa importante obra até os nossos dias. — Mat. 28:19, 20.

8. Como o Rei motivou seus súditos na Terra à ação?

8 Em 1919, as “boas novas do reino” já tinham assumido um significado especial. (Mat. 24:14) O Rei estava governando no céu e havia ajuntado um pequeno grupo de súditos purificados na Terra. Com entusiasmo, eles acataram as motivadoras instruções de Jesus: pregar em toda a Terra as boas novas do estabelecido Reino de Deus. (Atos 10:42) Por exemplo, quase 20 mil apoiadores do Reino se reuniram para um congresso internacional em Cedar Point, Ohio, EUA, em setembro de 1922. Tente imaginar a emoção que eles sentiram quando o irmão Rutherford proferiu o discurso “O Reino” e disse: “Eis que o Rei reina! Vós sois os seus agentes de publicidade. Portanto, anunciai, anunciai, anunciai o Rei e seu reino.” O resultado foi que 2 mil congressistas participaram num “Dia de Serviço” especial, pregando de casa em casa num raio de 72 quilômetros do local do congresso. Um congressista que se sentiu motivado a agir disse: “Nunca me esquecerei da convocação para anunciar o Reino e do zelo da multidão reunida ali!” Ele não foi o único a se sentir assim.

9, 10. (a) Que provisões existem para treinar os proclamadores do Reino? (b) Como você tem se beneficiado desse treinamento?

9 Em 1922, mais de 17 mil proclamadores do Reino estavam ativos em 58 países em todo o mundo. Mas eles precisavam de treinamento. No primeiro século, o futuro Rei deu orientações claras a seus discípulos sobre o quê, onde e como pregar. (Mat. 10:5-7; Luc. 9:1-6; 10:1-11) Seguindo esse padrão hoje, Jesus se certifica de que todos que participam na pregação do Reino recebam instruções e tenham as ferramentas necessárias para pregar com eficácia. (2 Tim. 3:17) Por meio da congregação cristã, Jesus está treinando seus súditos para o ministério. Um dos meios que ele usa para dar esse treinamento é a Escola do Ministério Teocrático, realizada em cada uma das mais de 111 mil congregações em todo o mundo. Por tirar proveito dessa instrução, mais de 7 milhões de pregadores estão equipados para pregar e ensinar de um modo que atraia “pessoas de toda sorte”. — Leia 1 Coríntios 9:20-23.

10 Além da Escola do Ministério Teocrático, outras escolas bíblicas foram criadas para treinar anciãos de congregação, pioneiros, irmãos solteiros, casais cristãos, membros de Comissão de Filial e suas esposas, superintendentes viajantes e suas esposas, e missionários. * Os alunos de certa turma da Escola Bíblica para Casais Cristãos expressaram sua gratidão pela escola com as palavras: “O treinamento especializado que recebemos aumentou nosso amor por Jeová e nos deixou mais bem preparados para ajudar outros.”

11. Como os proclamadores do Reino têm conseguido perseverar apesar de oposição?

11 Os grandes esforços para pregar e ensinar as boas novas do Reino não passam despercebidos pelo inimigo, Satanás. Ele usa ataques tanto diretos como sutis contra a mensagem do Reino e seus mensageiros para tentar impedir a obra. Mas os esforços de nosso inimigo são em vão. Jeová colocou seu Filho ‘muito acima de todo governo, autoridade, poder e senhorio’. (Efé. 1:20-22) Como Rei, Jesus usa sua autoridade para proteger e guiar seus discípulos a fim de garantir que a vontade de seu Pai seja feita. * As boas novas têm sido pregadas, e milhões de pessoas sinceras têm aprendido como agradar a Jeová. Sem dúvida, é um imenso privilégio termos uma participação nessa obra grandiosa!

O REI ORGANIZA SEUS SÚDITOS PARA ATIVIDADES MAIORES

12. Descreva alguns refinamentos organizacionais feitos desde o estabelecimento do Reino.

12 Desde que o Reino foi estabelecido em 1914, o Rei tem refinado o modo como os servos de Deus estão organizados para fazer a vontade de seu Pai. (Leia Isaías 60:17.) Em 1919, começou-se a designar um diretor de serviço em cada congregação para tomar a dianteira na obra de pregação. Em 1927, organizou-se a pregação regular de casa em casa aos domingos. Os apoiadores do Reino se sentiram motivados a fazer mais na obra em 1931, quando adotaram o nome bíblico Testemunhas de Jeová. (Isa. 43:10-12) Em 1938, eleições democráticas de homens responsáveis nas congregações foram substituídas por designações teocráticas. Em 1972, a supervisão na congregação foi confiada a um corpo de anciãos, em vez de a um superintendente de congregação. Todos os homens qualificados foram incentivados a se colocar à disposição para ajudar a ‘pastorear o rebanho de Deus’. (1 Ped. 5:2) Em 1976, o Corpo Governante foi organizado em seis comissões para supervisionar a obra do Reino em todo o mundo. Apropriadamente, o Rei designado por Jeová tem organizado os súditos do Reino de forma progressiva e teocrática, ou seja, conforme o modo de Deus governar.

13. Como as realizações dos cem anos do reinado de Jesus afetaram sua vida?

13 Pense nas realizações do Rei messiânico nos primeiros cem anos de seu reinado. Ele purificou um povo para o nome de Jeová. Ele tem orientado a pregação das boas novas do Reino em 239 países e ensinado milhões de pessoas a respeito da vontade de Jeová. Também tem unido mais de 7 milhões de súditos leais, todos se oferecendo de bom grado para fazer a vontade do Pai dele. (Sal. 110:3) Não há dúvida de que as obras de Jeová por meio do Reino messiânico são grandes e maravilhosas. E há acontecimentos ainda mais emocionantes à frente!

BÊNÇÃOS FUTURAS DO REINO MESSIÂNICO

14. (a) O que estamos pedindo a Deus quando oramos: “Venha o teu reino”? (b) Qual é o nosso texto do ano para 2014, e por que é apropriado?

14 Embora Jeová tenha coroado seu Filho, Jesus Cristo, como o Rei messiânico em 1914, essa não foi a resposta completa à nossa oração: “Venha o teu reino.” (Mat. 6:10) A Bíblia havia predito que Jesus ‘subjugaria no meio dos seus inimigos’. (Sal. 110:2) Os governos humanos sob o controle de Satanás ainda estão em oposição ao Reino de Deus. Quando oramos pela vinda do Reino, estamos pedindo a Deus que o Rei messiânico e seus governantes associados venham para acabar com o domínio humano e remover os opositores terrestres desse Reino. Essa ação cumprirá as palavras de Daniel 2:44 de que o Reino de Deus “esmiuçará e porá termo a todos estes reinos”. Ele eliminará os inimigos políticos do Reino. (Rev. 6:1, 2; 13:1-18; 19:11-21) Está muito perto de isso acontecer. Assim, é bem apropriado que nosso texto do ano para 2014, que marca cem anos do estabelecimento do Reino de Deus no céu, seja o de Mateus 6:10: “Venha o teu reino”!

Nosso texto do ano para 2014: “Venha o teu reino.” — Mateus 6:10

15, 16. (a) Que acontecimentos emocionantes ocorrerão durante o Reinado Milenar? (b) O que Jesus fará por último como Rei messiânico, e o que isso significará em relação ao propósito de Jeová para toda a sua criação?

15 Depois que o Rei messiânico destruir os inimigos de Deus, ele lançará Satanás e seus demônios num abismo e os manterá aprisionados por mil anos. (Rev. 20:1-3) Livre dessa influência maligna, o Reino prosseguirá aplicando os benefícios do sacrifício de resgate de Jesus e eliminando os efeitos do pecado adâmico. O Rei ressuscitará incontáveis milhões de pessoas que estão dormindo na morte e organizará um programa extensivo de ensino para que elas aprendam sobre Jeová. (Rev. 20:12, 13) A Terra inteira refletirá as condições paradísicas do jardim do Éden. Todos os humanos fiéis serão levados à perfeição.

16 No fim do Reinado Milenar de Cristo, o Reino messiânico terá atingido seu objetivo. Jesus entregará então o Reino a seu Pai. (Leia 1 Coríntios 15:24-28.) Não será mais necessário haver um intermediário entre Jeová e seus filhos terrestres. Todos os filhos de Deus no céu e na Terra serão unidos com seu Pai celestial como parte de sua família universal.

17. O que você está determinado a fazer em relação ao Reino?

17 Os acontecimentos empolgantes dos cem anos do reinado de Cristo nos garantem que Jeová está no controle e que seu propósito para a Terra será cumprido. Que continuemos sendo súditos leais dele e anunciando o Rei e seu Reino. Fazemos isso com total confiança de que Jeová em breve responderá à nossa fervorosa oração: “Venha o teu reino”!

^ parágrafo 3 Veja o livro O Que a Bíblia Realmente Ensina?, páginas 88-92.

^ parágrafo 10 Veja o artigo “Escolas teocráticas — uma prova do amor de Jeová”, em A Sentinela de 15 de setembro de 2012, páginas 13-17.

^ parágrafo 11 Veja exemplos de vitórias jurídicas em vários países em A Sentinela de 1.° de dezembro de 1998, páginas 19-22.