Ezequiel 10:1-22

  • Fogo é tirado de entre as rodas (1-8)

  • Descrição dos querubins e das rodas (9-17)

  • A glória de Deus deixa o templo (18-22)

10  Enquanto eu observava, vi algo semelhante a uma pedra de safira por cima dos querubins, sobre a superfície que estava acima da cabeça deles; era algo que parecia um trono.+  Então ele disse ao homem vestido de linho:+ “Entre no meio das rodas,+ embaixo dos querubins, encha as duas mãos com brasas+ tiradas de entre os querubins e lance-as sobre a cidade.”+ Então ele entrou enquanto eu observava.  Os querubins estavam à direita da casa quando o homem entrou, e a nuvem encheu o pátio interno.  E a glória de Jeová+ se elevou de cima dos querubins e foi para a soleira da entrada da casa, e a nuvem aos poucos encheu a casa,+ e o pátio ficou cheio do brilho da glória de Jeová.  E o som das asas dos querubins podia ser ouvido no pátio externo; era como a voz do Deus Todo-Poderoso quando fala.+  Então ele ordenou ao homem vestido de linho: “Apanhe fogo de entre as rodas, de entre os querubins”, de modo que ele entrou e ficou ao lado da roda.  Então um dos querubins estendeu a mão para o fogo que havia entre os querubins,+ pegou um pouco e o colocou nas duas mãos do homem vestido de linho,+ que o pegou e saiu.  Os querubins tinham debaixo das asas algo que parecia ter a forma de mãos humanas.+  Enquanto eu observava, vi quatro rodas ao lado dos querubins, uma roda ao lado de cada querubim, e as rodas pareciam brilhar como pedra de crisólito.+ 10  Quanto à sua aparência, as quatro eram iguais, como se uma roda estivesse dentro de outra. 11  Quando se moviam, elas podiam ir em qualquer uma das quatro direções sem se virar, porque iam para onde estava voltada a cabeça dos querubins, sem se virar. 12  Todo o corpo deles, as costas, as mãos e as asas, bem como as rodas, as rodas dos quatro, estavam cheios de olhos em toda a volta.+ 13  E eu ouvi uma voz clamar às rodas: “Rodem!” 14  Cada um deles* tinha quatro faces. A primeira face era a face do querubim, a segunda face era a face de homem,* a terceira era a face de leão, e a quarta era a face de águia.+ 15  E os querubins se elevavam — eles eram as mesmas criaturas viventes* que eu tinha visto junto ao rio Quebar+ —; 16  quando os querubins se moviam, as rodas se moviam ao lado deles; e, quando os querubins levantavam as asas para se elevarem acima da terra, as rodas não se viravam nem se afastavam do lado deles.+ 17  Quando eles paravam, as rodas paravam; e, quando eles se elevavam, elas se elevavam junto com eles, pois o espírito que agia nas criaturas viventes* estava nas rodas. 18  Então a glória de Jeová+ saiu de cima da soleira da entrada da casa e ficou parada acima dos querubins.+ 19  Os querubins levantaram então as suas asas e se elevaram do chão enquanto eu observava. As rodas foram ao lado deles quando eles saíram. Eles pararam junto à entrada do portão leste da casa de Jeová, e acima deles estava a glória do Deus de Israel.+ 20  Essas eram as mesmas criaturas viventes* que eu tinha visto por baixo do Deus de Israel, junto ao rio Quebar,+ por isso eu fiquei sabendo que eram querubins. 21  Todos os quatro tinham quatro faces, quatro asas, e, por baixo das asas, o que pareciam ser mãos humanas.+ 22  E as suas faces eram semelhantes às faces que eu tinha visto junto ao rio Quebar.+ Cada um deles ia diretamente para a frente.+

Notas de rodapé

Isto é, cada um dos querubins.
Ou: “humano”.
Lit.: “ela era a criatura vivente”.
Lit.: “o espírito da criatura vivente”.
Lit.: “Essa é a criatura vivente”.