Configurações de acessibilidade

Pular para menu principal

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Pular para conteúdo

Busca avançada

Testemunhas de Jeová

A SENTINELA (EDIÇÃO DE ESTUDO) SETEMBRO DE 2013

Perguntas dos Leitores

Por que Jesus se entregou ao choro antes da ressurreição de Lázaro, conforme descrito em João 11:35?

Quando alguém querido morre, é natural chorarmos porque sentiremos saudade dele. Embora gostasse muito de Lázaro, não foi a morte dele em si que levou Jesus a se entregar ao choro. Ele chorou por ter compaixão pelos familiares e amigos enlutados, conforme indicado pelo contexto do relato de João. — João 11:36.

Assim que ficou sabendo que Lázaro estava doente, Jesus não foi imediatamente à casa dele para curá-lo. O relato diz: “Quando [Jesus] soube que [Lázaro] estava doente, permaneceu realmente dois dias no lugar onde estava.” (João 11:6) Por que essa espera? Jesus tinha um propósito. Ele disse: “Esta doença não tem a morte por seu objetivo, mas é para a glória de Deus, a fim de que o Filho de Deus seja glorificado por intermédio dela.” (João 11:4) A morte não era o “objetivo”, ou resultado final, da doença de Lázaro. A intenção de Jesus era usar a morte de Lázaro “para a glória de Deus”. Como? Jesus estava prestes a realizar um milagre espetacular por trazer seu amigo de volta à vida.

Ao conversar com seus discípulos nessa ocasião, Jesus comparou a morte ao sono. É por isso que ele lhes disse que ‘viajaria para lá e despertaria [Lázaro] do sono’. (João 11:11) Para Jesus, ressuscitar Lázaro seria como um pai ou uma mãe que acorda o filho que está tirando uma soneca. Assim, a morte de Lázaro em si não seria motivo para Jesus ficar aflito.

O que então levou Jesus a se entregar ao choro? Mais uma vez, o contexto dá a resposta. Quando Jesus encontrou Maria, irmã de Lázaro, e viu que ela e outros estavam chorando, ele “gemeu no espírito e ficou aflito”. Ver o sofrimento deles fez com que Jesus ficasse tão pesaroso a ponto de ‘gemer no espírito’. Foi por isso que ele ‘se entregou ao choro’. Ele ficou profundamente triste ao ver seus queridos amigos sofrendo tanto. — João 11:33, 35.

Esse relato mostra que Jesus tem o poder de devolver a vida e a saúde a nossos entes queridos no futuro novo mundo. Mostra também que Jesus se compadece daqueles que perderam parentes e amigos na morte. Outra lição que podemos aprender é que devemos sentir compaixão por aqueles que estão enlutados.

Jesus sabia que ressuscitaria Lázaro. Mesmo assim, ele se entregou ao choro por causa de seu grande amor e compaixão por seus amigos. Do mesmo modo, se tivermos empatia, isso poderá nos levar a ‘chorar com os que choram’. (Rom. 12:15) Mostrar essa tristeza não indica falta de fé na esperança da ressurreição. Como é bom saber que Jesus, mesmo estando prestes a ressuscitar Lázaro, mostrou empatia pelos enlutados por chorar de modo sincero — deixando um belo exemplo para nós!