Configurações de acessibilidade

Pular para menu principal

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Pular para conteúdo

Busca avançada

Testemunhas de Jeová

DESPERTAI! ABRIL DE 2014

PUBLICADO EM

 MATÉRIA DE CAPA | POR QUE CONTINUAR?

Porque existe esperança

“Os próprios mansos possuirão a Terra e deveras se deleitarão na abundância de paz.” — SALMO 37:11.

A Bíblia reconhece que a vida é cheia de problemas. (Jó 14:1) Hoje em dia, todos nós passamos por alguma situação trágica. Mas algumas pessoas se sentem completamente sem esperança, como se não existisse nenhuma luz no fim do túnel, nenhuma perspectiva de um futuro melhor. É assim que você se sente? A Bíblia garante que existe uma esperança segura — para você e para toda a humanidade. Por exemplo:

  • A Bíblia ensina que Jeová Deus pretendia uma vida muito melhor para nós. — Gênesis 1:28.

  • Jeová Deus promete transformar a Terra num paraíso. — Isaías 65:21-25.

  • Essa promessa vai se cumprir. A Bíblia diz em Revelação (Apocalipse) 21:3, 4:

    “A tenda de Deus está com a humanidade, e ele residirá com eles e eles serão os seus povos. E o próprio Deus estará com eles. E enxugará dos seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem clamor, nem dor. As coisas anteriores já passaram.”

Essa esperança não é um mero sonho. Jeová Deus, que é amoroso e Todo-Poderoso, vai fazer com que ela se torne realidade. Você pode confiar plenamente nessa esperança. Ela é uma boa razão para você não desistir da vida.

LEMBRE-SE: Talvez você tenha altos e baixos, como um barco num mar agitado. Mas a mensagem de esperança contida na Bíblia pode servir como uma âncora que ajuda você a recuperar o equilíbrio.

O QUE VOCÊ PODE FAZER HOJE: Procure saber o que a Bíblia ensina sobre a verdadeira esperança para o futuro. As Testemunhas de Jeová terão prazer em ajudar você a fazer isso. Fale com uma delas em sua região ou acesse o site jw.org. *

^ parágrafo 11 Sugestão: Visite o site jw.org e acesse PUBLICAÇÕES > BIBLIOTECA ON-LINE. Procure palavras-chave como “depressão” ou “suicídio”.