Configurações de acessibilidade

Pular para menu principal

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Pular para conteúdo

Busca avançada

Testemunhas de Jeová

DESPERTAI! MARÇO DE 2014

PUBLICADO EM

Por que choramos?

CHORAR faz parte de nossa vida desde o dia em que nascemos. Um especialista explica que, para os bebês, o choro é como um “cordão umbilical acústico” — os bebês dependem do choro para que suas necessidades emocionais e físicas sejam atendidas. Mas por que os adultos choram se podem se comunicar de outras formas?

Lágrimas de emoção enchem nossos olhos por diversos motivos. Choramos por tristeza, frustração, dor física ou emocional. Por outro lado, também choramos quando sentimos alívio ou muita alegria, ou quando nos sentimos realizados — nesses casos, as lágrimas são de felicidade. As lágrimas também podem ser contagiantes. “Se vejo alguém chorando — não importa o motivo — eu também começo a chorar”, diz María. Talvez até mesmo um filme ou um livro faça você chorar.

Seja qual for a razão, chorar é uma poderosa linguagem não verbal. O livro Adult Crying (Quando Adultos Choram) explica: “Poucas outras formas de comunicação dizem tanto em tão pouco tempo.” As lágrimas provocam reações. Por exemplo, para a maioria de nós, é difícil ignorar lágrimas de tristeza porque elas nos alertam de que alguém está sofrendo. Nossa reação talvez seja consolar ou ajudar a pessoa que está chorando.

Alguns especialistas acreditam que chorar é uma boa forma de extravasar nossas emoções e que ter o hábito de segurar as lágrimas pode prejudicar nossa saúde. Outros dizem que os benefícios físicos e psicológicos do choro ainda não foram cientificamente comprovados. Mas pesquisas calculam que 85% das mulheres e 73% dos homens se sentem melhor depois de chorar. Noemí explica: “Às vezes, sinto que preciso chorar. Depois que choro, consigo respirar fundo e ver as coisas de forma mais clara, em sua devida dimensão.”

Pesquisas calculam que 85% das mulheres e 73% dos homens se sentem melhor depois de chorar

 O alívio que sentimos quando choramos também tem a ver com a forma como outros reagem ao nosso choro. Por exemplo, quando nossas lágrimas fazem com que outros nos consolem ou nos ajudem, temos a sensação de alívio. Por outro lado, se a reação dos outros não for boa, talvez fiquemos envergonhados ou nos sintamos rejeitados.

É evidente que ainda não sabemos tudo sobre o choro. Mas reconhecemos que derramar lágrimas é uma das reações emocionais mais intrigantes que Deus nos deu.