Configurações de acessibilidade

Pular para menu principal

Pular para menu secundário

Pular para conteúdo

Testemunhas de Jeová

Por que meus pais não querem que eu me divirta?

Imagine esta situação:

Você quer ir a uma festa, mas não sabe se seus pais vão deixar. Que opção você escolheria?

  1.  NÃO PERGUNTE — VÁ E PRONTO

  2.  NÃO PERGUNTE — E NÃO VÁ

  3.  PERGUNTE — E ESPERE PARA VER

 1. NÃO PERGUNTE — VÁ E PRONTO

Por que você talvez pense em fazer isso: Você quer impressionar seus amigos por mostrar que é independente. Acha que sabe mais que seus pais ou não liga muito para a opinião deles. — Provérbios 14:18.

Consequências: Seus amigos talvez fiquem impressionados, mas também vão descobrir algo sobre você — que você não é de confiança. Se você engana seus pais, também pode enganar seus amigos. Além disso, se seus pais descobrirem, ficarão tristes e se sentirão traídos, e é bem provável que estabeleçam algumas restrições como punição. — Provérbios 12:15.

 2. NÃO PERGUNTE — E NÃO VÁ

Por que você talvez pense em fazer isso: Você pensa no convite e conclui que é contra os seus princípios ou que alguns dos convidados não são boa companhia. (1 Coríntios 15:33; Filipenses 4:8) Ou você talvez queira ir, mas não tem coragem de pedir permissão.

Consequências: Se você não vai porque sabe que não é uma boa ideia, se sentirá mais confiante ao dizer “não” aos seus amigos. Mas, se você não vai só porque não tem coragem de pedir aos seus pais, vai acabar ficando em casa de mau humor, achando que é o único que não está se divertindo.

 3. PERGUNTE — E ESPERE PARA VER

Por que você talvez pense em fazer isso: Você reconhece a autoridade de seus pais e respeita a opinião deles. (Colossenses 3:20) Você ama seus pais e não quer magoá-los saindo escondido com os amigos. (Provérbios 10:1) Isso também lhe dá a oportunidade de expressar seu ponto de vista.

Consequências: Seus pais vão se sentir amados e respeitados. E, se não virem nada de mais no seu pedido, talvez digam “sim”.

Por que os pais talvez digam “não”

Como salva-vidas numa praia, seus pais têm uma visão melhor das coisas que podem prejudicá-lo

Um dos motivos pode ser ilustrado da seguinte maneira: Se você pudesse escolher, provavelmente preferiria nadar numa praia onde houvesse salva-vidas. Por quê? Porque, enquanto você se diverte na água, tem pouca noção do perigo. Mas os salva-vidas têm uma visão melhor dos riscos. Do mesmo modo, por serem mais experientes, seus pais podem enxergar perigos que você não percebe. Como os salva-vidas na praia, o objetivo dos seus pais não é estragar sua diversão, mas ajudá-lo a evitar perigos que poderiam tirar sua alegria.

Outro motivo: Seus pais querem muito protegê-lo. Por amor a você, eles dizem “sim” quando dá, e “não” quando é necessário. Quando você pede a permissão deles para fazer algo, eles perguntam a si mesmos: ‘Se atendermos ao pedido, poderemos lidar com as possíveis consequências?’ Eles só dirão “sim” a si mesmos — e a você — se tiverem boa dose de certeza de que nada de ruim lhe acontecerá.

Como aumentar suas chances de ouvir um “sim”

O que você pode fazer

Seja honesto: Pergunte-se: ‘Qual é o verdadeiro motivo para eu querer sair com meus amigos? É porque gosto do que eles vão fazer ou é só porque quero me enturmar com eles? É porque estou interessado em alguém que vai estar lá?’ Daí, seja honesto com seus pais. Eles já foram jovens e conhecem bem você. Por isso, é provável que percebam quais são seus reais motivos. Se falar a verdade, eles vão gostar disso e você vai se beneficiar da sabedoria deles. (Provérbios 7:1, 2) Mas, se não for sincero, perderá a confiança deles e terá menos chances de ouvir um “sim”.

Escolha o momento certo: Não bombardeie seus pais com um monte de pedidos assim que eles chegarem do trabalho ou quando estiverem concentrados em outros assuntos. Fale com eles quando estiverem mais à vontade. Mas não deixe para a última hora, pressionando-os a darem uma resposta. Eles não vão gostar de ter de tomar uma decisão às pressas. Peça com antecedência; isso lhes dará tempo para pensar.

Forneça detalhes: Não seja vago. Explique exatamente o que quer fazer. Os pais não gostam quando a resposta é “Não sei”, em especial quando perguntam: “Quem vai estar lá?”, “Haverá algum adulto responsável?” ou “Que horas você vai chegar?”.

Tenha a atitude correta: Não encare seus pais como inimigos. Considere-os seus aliados porque, no fim das contas, é o que eles realmente são. Se os encarar dessa maneira, você provavelmente vai parecer menos briguento e eles vão ser mais cooperadores.

Mostre a seus pais que você é maduro o suficiente para aceitar e respeitar a decisão que eles tomaram. Assim, você ganhará o respeito deles. E, da próxima vez, talvez fiquem mais dispostos a dizer “sim”.

 

LOGIN